Rally das Serras é a grande final do Brasileiro de Rally Cross-Country

A cidade de São Joaquim/SC, que no inverno costuma oferecer um belo espetáculo de neve a seus turistas, vai esquentar bastante no mês que vem. A cidade catarinense recebe entre os dias 12 e 15 de novembro o Rally das Serras, competição que marca a grande final do Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country para motos e quadriciclos. A prova, válida também para carros e caminhões, irá definir os campeões brasileiros e servirá de preparação para os pilotos que pretendem disputar o Rally Dakar 2011.

– Será um rally cross-country bem característico mesmo. Serão dois dias de prova bastante distintos, com mais de 200km de percurso em cada um. Teremos trechos de serra, obviamente, mas também muitos riachos, trial e pedras. Tudo para uma grande final do Campeonato Brasileiro – diz Dyonísio Malheiro, diretor-geral do Rally das Serras.

A liderança na categoria Super Production é do paulista José Hélio Rodrigues, que apesar dos problemas mecânicos que o atrapalharam no Rally dos Sertões deste ano, soma 116 pontos, contra 100 de Tiago Fantozzi, segundo colocado. Atual bicampeão brasileiro e ainda na briga pelo título, o catarinense Denísio do Nascimento é o terceiro, com 89 pontos.

O gaúcho Fabrício Bianchini é o vice-líder na categoria Sport, e também vai para a Serra Catarinense de olho no campeonato. Ramón Sacilotti é o primeiro colocado da categoria com 105 pontos, e Guto Klaumann é o terceiro com 72. Bianchini, que sofreu uma forte queda na disputa do Baja de Ilha Comprida no fim de semana, tem 83 pontos.

– Disputei uma prova em São Joaquim, se não me engano em 2001 ou 2002. Adorei andar por lá, pois é super frio, tem bastante pedra e é um lugar bem técnico. Levei um tombo neste fim de semana, estou meio de molho agora, mas acredito que não tenha problema até o dia da prova. Ainda dá para brigar pelo título e minha expectativa é boa – afirmou Bianchini.

Para Dyonísio Malheiro, os pilotos precisarão contar com toda sua técnica e também com um equipamento confiável.

– É um lugar alto, bonito, com piso de trial, de pedra e muitos riachos. Será um grande atrativo para os quadriciclos. Mas será preciso muito técnica e um equipamento resistente. Isso vai fazer diferença – afirma Malheiro. – Uma novidade para este, mas principalmente para os próximos anos, é que descobrimos um novo Jalapão no Brasil. Agora com serras e riachos. Um local que não será muito aproveitado na prova deste ano, mas que tem um potencial para rally de 300km a 400km por dia – garante o diretor.

Na categoria Production, o mineiro Dário Júlio é o lider, com 94 pontos. Os demais líderes do Brasileiro de Rally Cross-Country são: Dautim Cimetta (Brasil), André Taidy (Quadri Extreme) e Rodrigo Varela (Quadri 450).

O Rally das Serras/Copa Baja Santa Catarina é uma realização da Racing Adventure e São Joaquim Eventos Radicais, com apresentação da Serra Catarinense Convention & Visitors Bureau, organização da Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina e Federação Catarinense de Motociclismo; supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo e Confederação Brasileira de Motociclismo. O patrocínio é do Governo do Estado de Santa Catarina, com apoio das prefeituras de São Joaquim, Lauro Muller, Bom Jardim da Serra e Urupema.