Rally dos Sertões – José Hélio vence sétima etapa, mas ainda não fala em título

Com seis vitórias e uma boa diferença para o segundo colocado, tetracampeão da prova está cada vez mais próximo do quinto triunfo

O brasileiro José Hélio deu mais um passo firme em direção ao quinto título do Rally Internacional dos Sertões, nesta terça-feira (30). O piloto cumpriu com tranqüilidade a sétima etapa, entre Barra (BA) e Petrolina (PE), e terminou mais uma vez com o melhor tempo, de acordo com a contagem extra-oficial: 3h11min42s. O resultado distanciou ainda mais José Hélio do segundo co locado na classificação geral, Deni do Nascimento. O líder soma 28h35min38s, com uma diferença de 54min27s sobre o adversário – ele terminou o dia em sexto lugar e soma 29h27min36s. Mesmo assim, José Hélio, que acelera com a Honda CRF 450X, prefere não comemorar a vantagem e afirma que tem muito pela frente.

Os competidores se aproximam cada vez mais da decisão do campeonato, marcada para sexta-feira (3), em Natal (RN). O roteiro começou em Goiânia, no dia 24 de junho. Das sete fases disputadas até aqui, José Hélio só não venceu a sexta, realizada ontem. No trecho cronometrado de hoje, o paulista terminou com um segundo de diferença para o segundo colocado, Nielsen Bueno, que cumpriu o percurso em 3h11min43s. A etapa contou com 548 quilômetros, entre eles 240 cronometrados.

O trajeto da sétima etapa foi marcado por grandes distâncias de areia que foram desbravadas com precisão por José Hélio. “Foi um dia muito duro. Já conhecia um pedaço da especial, que foi toda sobre muita areia. Procurei andar um pouco mais devagar para não ter imprevistos. Estou tranquilo. Depois da etapa maratona de ontem, a moto não teve nenhum problema. Foi tudo muito bem”, comentou.

Mesmo com seis vitórias em sete dias e uma boa vantagem sobre o vice-líder, José Hélio faz questão de ser cauteloso e não comemorar nada por antecipação. “Ainda temos três dias com especiais pequenas, mas difíceis. Enfim, rali é rali”, destacou.

Nesta quarta-feira, os competidores partem de Petrolina (PE) com destino a Juazeiro do Norte (CE). O percurso conta com 421 quilômetros, sendo 213 de especiais. “A etapa de amanhã será de chão duro e escorregadio. Também teremos muita pedra. Para mim, não há um tipo de solo preferido. Qu alquer chão me diverte”, brincou o líder das motos.

Até o final da competição, que conta com 10 etapas, a prova contará com 5.056 quilômetros, dos quais 2.605 são de trechos cronometrados.

Roteiro – Rally dos Sertões 2009
01/07 – 8ª etapa – Petrolina (PE) – Juazeiro do Norte (CE)
Total do dia: 421km / Total da especial: 213km

02/07 – 9ª etapa – Juazeiro do Norte (CE) – Caicó (RN)
Total do dia: 439km / Total da especial: 184km

03/07 – 10ª etapa – Caicó (RN) – Natal (RN)
Total do dia: 350km / Total da especial: 114km