Jean Azevedo conquista o hexacampeonato no Rally dos Sertões - foto: Marcelo Machado/Foto Arena/

Rally dos Sertões 2015: Jean Azevedo fatura o hexa

Jean Azevedo conquista o hexacampeonato no Rally dos Sertões - foto: Marcelo Machado/Foto Arena/

Jean Azevedo conquista o hexacampeonato no Rally dos Sertões – foto: Marcelo Machado/Foto Arena

O piloto Jean Azevedo, da Equipe Honda Mobil, entrou para a história do Rally dos Sertões ao faturar neste sábado (8), em Foz do Iguaçu (PR), o hexacampeonato das motos na principal competição off-road do país, que teve sete dias de duração. Ele foi o campeão da categoria duas rodas de 2015 depois de desbravar de forma segura e rápida o inédito percurso de 2.855,79 quilômetros, sendo 1.508,60 de trechos cronometrados, que passou por oito cidades, em quatro estados (GO, MS, SP e PR).

Resultado final das motos no Rally dos Sertões 2015
1º Jean Azevedo #1 Honda Mobil 15h51min38s (HEXACAMPEÃO)
2º Ramon Sacilotti #2 Kawasaki/Sacilotti Rally +12min31s
3º Adrien Metge (FRA) #9 Honda/Honda Mobil +15min04s
4º Tiago Fantozzi #21 KTM/X Rally Team +27min53s
5º Guilherme Cascaes #7 Yamaha/Yamaha Grupo Geração +34min18s

A conquista coloca Jean Azevedo como terceiro participante, em 23 anos de prova, a atingir seis títulos na competição. O primeiro foi Edu Piano, com sete, sendo um nos carros e seis nos caminhões, e o segundo Davi Fonseca, com seis nos caminhões. “Estou muito contente com esse título. Quando voltei para as motos, após uma temporada nos carros, tinha esse objetivo. Nos anos anteriores, o campeonato valia pelo mundial, então havia muitos pilotos estrangeiros com equipamentos melhores, mas sempre fui o melhor brasileiro. Mas nesse ano, em condições iguais, finalmente consegui esse hexa que tanto eu queria”, destaca Jean Azevedo, que venceu o Rally dos Sertões nos anos de 1995, 2000, 2002, 2004, 2005 e 2015.

Para chegar ao hexa, o paulista de São José dos Campos precisou superar seu conterrâneo Ramon Sacilotti, que surgiu como principal rival durante as especiais. O piloto da Sacilotti Rally até chegou a ameaçar a liderança do experiente Jean, de 41 anos, ganhando a terceira e quarta etapas. Porém, Jean retomou na parte final o ritmo de prova e, com o tempo total de 15h51min38s, 12min31s a mais que o concorrente, alcançou o título na geral e na Super Production.

Das 38 motos que largaram de Goiânia (GO), no dia 1º de agosto, 31 completaram a sétima e última etapa da 23ª edição do Rally dos Sertões, que aconteceu entre Umuarama (PR) e Foz do Iguaçu (PR), em um percurso de 346,15 km, sendo 120,54 km de trechos cronometrados.

A vitória, pelo segundo dia consecutivo, ficou com o francês Adrien Metge, da Equipe Honda Mobil. O primeiro lugar na especial de encerramento rendeu ao estrangeiro o título da categoria Production Aberta. “Como primeiro rali, foi muito bom. Aprendi muito após erros e acertos. O Dário (companheiro de equipe) me ajudou muito ao longo dos dias e estou muito feliz com o resultado”, resume Adrien, que também faturou duas especiais ao longo da edição.

Ramon Sacilotti vibrou muito com o título de vicecampeão - foto: Marcelo Machado/Foto Arena

Ramon Sacilotti vibrou muito com o título de vicecampeão – foto: Marcelo Machado/Foto Arena

Ramon Sacilotti (Yamaha Grupo Geração), que foi penalizado em seis minutos na etapa por conta de excesso de velocidade em zona de radar, acabou o dia em sexto, uma posição atrás de Jean, que administrou a vantagem. Assim, o piloto ficou com o vice-campeonato. “É muito gratificante terminar o rali. Não tive nenhum problema, consegui uma excelente colocação. Hoje a etapa foi tranquila, mas foi difícil conter a emoção”, comenta Sacilotti.

A segunda posição deste sábado acabou com Tiago Fantozzi, da X Rally Team, seguido de Guilherme Cascaes, da Yamaha Grupo Geração Rally Team em terceiro, de Tunico Maciel, da Equipe Honda Mobil, quarto colocado e Jean Azevedo fechando o Top 5 da última etapa.

Resultado da sétima etapa:
1º Adrien Metge #9 Honda/Honda Mobil 1h11min58s
2º Tiago Fantozzi #21 KTM/X Rally Team 1h12min03s
3º Guilherme Cascaes #7 Yamaha/Yamaha Grupo Geração Rally Team 1h12min36s
4º Tunico Maciel #16 Honda/Honda Mobil 1h14min18s
5º Jean Azevedo #1 Honda/Honda Mobil 1h14min27s

Como foi a 7ª e última etapa – 08/08
Percurso: Umuarama (PR) – Foz do Iguaçu (PR)
Deslocamento inicial: 200,56 km
Trecho cronometrado: 120,54 km
Deslocamento final: 25,05 km
Total do dia: 346,15 km

Descrição da 7ª e última etapa: Após um longo deslocamento por rodovias, cruzando belas cidades do Paraná, o Rally dos Sertões chegou à última especial da prova. Começou em estilo de WRC (Campeonato Mundial de Rally). Rápido com trechos sinuosos, em piso de cascalho bem escorregadio e traiçoeiro, alternando com trechos de terra vermelha. Os competidores entraram em uma zona agrícola, cruzando pequenas propriedades e passando por trechos calçados com pedras. Foi sem dúvida a especial mais rápida do rali. Na última parte, a prova voltou a ficar sinuosa em estradas de terra vermelha, seguindo assim até o final em Foz do Iguaçu.

Categorias Marathon, CRF 230F e Over 45

Tunico Maciel, da Equipe Honda Mobil, conquistou o título na Marathon ao vencer a sétima e última especial de 2015. Na CRF 230F, Júlio Zavatti Bissinho, da Vendramini Rally, também levou o troféu e ainda terminou em nono na geral. Na Over 45, Norton Lopes, da Brasil Moto Tour, levou a etapa e também confirmou o título.

RallySertoes_roteiro_09_04

Na sequência da programação, ainda hoje, às 20 horas, haverá a cerimônia de premiação e festa de encerramento no Ono Music Hall – Av. Rosa Cirilo de Castro, 85 em Foz do Iguaçu (PR).

Confira o resumo das etapas anteriores:
– 1/8 –
Prólogo
– 2/8 – Primeira etapa

– 3/8 – Segunda etapa
– 4/8 – Terceira etapa
– 5/8 – Quarta etapa
– 6/8 – Quinta etapa
– 7/8 – Sexta etapa

Sertoes2014_logo

Obrigado ao amigo leitor que acompanhou a cobertura do Motonline em mais esse Rally dos Sertões, e esperamos você no ano que vem, quando procuraremos ser ainda melhores. Até lá!

Separador_motos



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.