Gregório Caselani é o campeão do Sertões 2016 - foto: Doni Castilho

Rally dos Sertões 2016: Caselani conquista título inédito

Terminou neste sábado (10) em Palmas, capital do Estado de Tocantins, depois de percorrer 3.212 quilômetros nos sertões goiano e tocantinense, a 24ª edição do Rally dos Sertões. A competição começou no último domingo (4) em Goiânia (GO). Gregorio Caselani (Motos), Edgley Sobrinho (Quadriciclos) e Bruno Sperancini e Breno Rezende (UTVs) foram os campeões desta edição da mais importante competição off-road do Brasil, que foi considerada a mais difícil da história da prova.

Gregório Caselani é o campeão do Sertões 2016 - foto: Doni Castilho

Gregório Caselani é o campeão do Sertões 2016 – foto: Doni Castilho

Gregorio Caselani atingiu seu objetivo, depois de correr atrás de um sonho por muitos anos, e completou os 3.212 quilômetros do Rally dos Sertões em 29h27min47, colocando finalmente o seu nome na galeria dos campeões do Sertões. O piloto destacou a dificuldade da prova: “Este rali foi o mais duro da minha vida. O Rally dos Sertões mostrou suas marcas. Mas eu cheguei inteiro, bem como a minha Honda CRF 450X. Com certeza a etapa maratona foi a mais dura e difícil, e foram quase 1.000 quilômetros. Dedico essa vitória à Equipe Honda, minha família e meus amigos. Está passando um grande filme pela minha cabeça”, afirmou o piloto, comemorando muito o título inédito.

Jean Azevedo venceu 4 das 7 etapas mas um incidente no terceiro dia o tirou da prova - foto: Doni Castilho

Jean Azevedo venceu 4 das 7 etapas mas um incidente no terceiro dia tirou-lhe as chances de título – foto: Doni Castilho

Cristiano Teixeira, da equipe Motofield, que teve a perna esquerda amputada após acidente de trabalho e corre com uma moto adaptada, ficou em 20º na geral e terceiro na categoria.

João Onofre Rego Barros, piloto de moto de Tocantins, chegou a Palmas, onde mora, carregando a bandeira do estado. Depois de passar pelo portal, abraçou o filho de dois anos e chorou. “Sabia que seria emocionante. Mas não imaginava que seria tanto”, comentou.

Jean Azevedo, que foi primeiro colocado em quatro das sete etapas, mas ficou fora da briga por um problema mecânico terminou o Sertões 2016 em 17º lugar. “O Rally dos Sertões é sensacional e leva todos ao seu limite. Larguei este ano com o objetivo do sétimo título, infelizmente tive um problema na terceira etapa e fiquei fora da disputa, mas estou feliz pela equipe Honda, que continua com o título. O Gregorio foi merecedor, trabalhou muito para isso, fez uma excelente temporada. Está de parabéns toda a equipe. A união é que faz o resultado, um piloto sozinho nunca faz nada. Sempre reforcei isso nas minhas vitórias e não é diferente agora. O Gregorio foi campeão porque tem o respaldo de uma grande equipe”.

Moara Sacilotti, a única mulher na competição, terminou a prova na 16ª colocação geral, chegando na frente de muitos marmanjos.

Moara Sacilotti, a única mulher no Sertões 2016, termina a prova na 16ª posição - crédito: FotoP Conect Photos

Moara Sacilotti, a única mulher no Sertões 2016, termina a prova na 16ª posição – crédito: FotoP Conect Photos

Edgley Sobrinho, campeão nos quadricíclos, definiu a conquista como a realização de um sonho. “A competição foi em alto nível. Estou muito feliz por ter finalizado estes sete dias de prova tão duros. A disputa só foi definida na sexta etapa”.

Edgley Sobrinho, campeão nos quadricíclos - foto: Marcelo Machado

Edgley Sobrinho, campeão nos quadricíclos – foto: Marcelo Machado

Bruno Sperancini, que festejou em Palmas a conquista do terceiro título nos UTVs, já está de olho no futuro. “Já dá vontade é de ganhar o quarto título. Foi um meio Rally Dakar. A experiência contou, a equipe e a estrutura fizeram a diferença. Tínhamos um projeto para o ano inteiro e deu certo”, declarou Bruno.

Bruno Sperancini e Breno Rezende, campeões nos UTVs - foto: Magnus Torquato

Bruno Sperancini e Breno Rezende, campeões nos UTVs – foto: Magnus Torquato

Marcos Moraes, diretor-geral da Dunas Race, organizadora do Rally dos Sertões, enfatizou: “Fizemos uma prova à altura da tradição do Rally dos Sertões. Com alto grau de dificuldade, mas que foi aprovada pelos participantes. Para o ano que vem vamos formular algo ainda melhor, pois será a edição de 25 anos do Rally dos Sertões”.

Como foi a sétima e última etapa

Ponte Alta (TO) – Palmas (TO)
Deslocamento inicial: 4,61 km
Trecho especial: 191,54 km
Deslocamento final: 47,46 km
Total do dia: 243,61 km

Descrição: Esta etapa fechou o Rally dos Sertões 2016 com chave de ouro. A especial teve início bem próximo a Ponte Alta e seguiu por estradas de piçarra, com trechos sinuosos de altíssimas velocidades. Na sequência, apareceram estradas menores, com erosões, riachos, depressões e pedras. No último trecho, a prova ficou rápida novamente e seguiu assim até a última descida da serra. O final da especial foi em Taquaruçu, na TO-030. Dali, carros, motos, quadris e UTVs seguiram em em deslocamento até a praia da Graciosa, em Palmas.

Resultado da última etapa

Motos
1º Jean Azevedo 1h58min28
2º Ramon Sacilottti 2h03min33
3º Gregorio Caselani 2h05min15
4º Tunico Maciel 2h07min19
5º Ezair Rodrigo Bossa 2h07min19

Quadriciclos
1º Diogo Zonato 2h18min45
2º Pedro Costa 2h51min54
3º André Suguita 2h24min03
4º Diego Licio 2h38min54
5º Javier Diego 2h42min46

UTVs
1º Cristiano Batista / Robledo Nicoletti 2h08min22
2º Deninho Casarini / Luis Eckel 2h14min21
3º Enrico Almeida / Alvaro Almeida 2h14min42
4º Dimas Pimenta III / Rodrigo Konig 2h15min41
5º Daniel Costa / Flavio Bisi 2h17min24

Resultado final do Rally dos Sertões 2016

Motos
1º Gregorio Caselani (Honda) 29h27min47 – CAMPEÃO

2º Ramon Sacilotti (Kawasaki) 29h58min34
3º Eduardo Shiga (Honda) 31h44min25
4º Guilherme Cascaes (KTM) 33h31min43
5º Ezair Rodrigo Bossa (Honda) 33h44min45
6º Julio Zavatti “Bissinho” (Honda) 33h56min13
7º Rafael Milan (Husaberg) 35h15min15
8º Ronaldo Imay (KTM) 35h21min31
9º Marcelo Fabro (Honda) 35h37min30
10º Tunico Maciel (Honda) 33h41min00

Quadriciclos
1º Edgley Sobrinho 40h30min05 – CAMPEÃO
2º André Suguita 37h40min10
3º Helio Pessoa 42h17min03
4º Jefferson Nobre 42h15min18
5º Pedro Costa 38h49min37

UTVs
1º Bruno Sperancini / Breno Rezende 33h28min03 – CAMPEÕES
2º Gabriel Varela / Gabriel Morales 34h13min20
3º Carlos Ambrosio / Cadu Sachs 34h28min57
4º Dimas Pimenta III / Rodrigo Konig 34h16min40
5º Leandro Torres / Lourival Roldan 34h05min47

Perfil do piloto Gregório Caselani

Nascimento: 05/05/1987
Naturalidade: Caxias do Sul (RS)
Onde mora: Caxias do Sul (RS)
Altura: 1,78 m
Peso: 70 kg
Modalidade: Rali
Categoria: Super Production

Títulos no currículo:
2016 – Campeão do Rally dos Sertões
2016 – Campeão Brasileiro de Rally Cross Country
2015 – Campeão Brasileiro de Rally Baja Cat. SPD
2014 – Campeão Brasileiro de Rally Baja Cat. SPD e Geral
2013 – Campeão Sertões Série Cat. PDA
2012 – Campeão Brasileiro de Rally Cross Country Cat. PDA
2011 – Campeão Brasileiro de Rally Baja Cat. SP2 INVICTO
2009 – Vice-campeão Brasileiro de Enduro Cat. Geral
2007, 2008, 2009, 2010 – Tetracampeão Brasileiro de Enduro Cat. E2

Rally dos Sertões 2016 -roteiro completo

Rally dos Sertões 2016 -roteiro completo

O Rally dos Sertões teve o patrocínio da Honda, Mitsubishi e Outback. Apoio de Pirelli, Cidade Alpha Goiás (empreendimento da Alphaville Urbanismo) e Guaraná Antarctica. Apoio institucional do Governo do Tocantins e Governo de Goiás, através do Detran-GO, com o Programa Balada Responsável.

E assim foi mais um Rally dos Sertões, com cobertura completa do Motonline. No ano que vem tem outro e estaremos aqui para trazer todas as notícias da mais importante competição off-road do Brasil. Até lá!

Confira como foram as etapas anteriores:

Sexta etapa
Quinta etapa
Quarta etapa
Terceira etapa
Segunda etapa
Primeira etapa

Separador_motos

Fonte: VipComm



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.