Rally Internacional dos Sertões define campeões nesta sexta-feira

Título das motos está totalmente indefinido entre o brasileiro José Hélio e o francês Cyril Despres; Carros da Volkswagen, quadriciclo de Robert Nahas e caminhão de Edu Piano têm caminho tranqüilo até o lugar mais alto do pódio

Mossoró (RN) – O Rally Internacional dos Sertões 2008 define os campeões da 16ª edição nesta sexta-feira, em Natal (RN). Após a nona etapa, realizada nesta quinta-feira entre Crateús (CE) e Mossoró (RN), a briga pelo título das motocicletas ficou ainda mais emocionante. O francês Cyril Despres (KTM) cumpriu os 119 quilômetros de especial apenas dois segundos mais rápido que José Hélio (Honda). Desta forma, a liderança continua nas mãos do brasileiro.

Entre os carros, pela primeira vez a equipe Volkswagen passou por apuros. O Touareg de Mark Miller (Estados Unidos) e Ralph Pitchford (África do Sul) teve problemas mecânicos no deslocamento inicial e demorou a largar. A direção de prova está calculando uma possível penalização que irá aplicar nos competidores, que teriam vencido a especial de hoje seguidos pelos poloneses Krzysztof Holowczyc e Jean-Marc Fortin (Nissan), pelos brasileiros Jean Azevedo e Youssef Haddad (Mitsubishi) e por Giniel de Villiers (África do Sul) e Dirk von Zitzewitz (Alemanha), seus companheiros de equipe e atuais líderes. Os dois carros da Volks têm larga vantagem sobre os demais.

Nos caminhões, Amable Barrasa, José Papacena Neto e Raphael Betto (Ford) venceram a nona etapa, seguidos por Edu Piano, Sólon Mendes e Davi Fonseca (Ford), atuais líderes com folga sobre os adversários. O cam inho até o título também é tranqüilo para Robert Nahas, que ficou hoje em seguido lugar entre os quadriciclos, atrás de Ricardo Purri (ambos pilotos Honda). Os resultados da nona etapa são extra-oficiais.

Rumo a Natal – O último dia de disputas do Sertões levará pilotos e navegadores até Natal (RN) por um belo caminho, que beira a orla potiguar. Serão 410 quilômetros percorridos, sendo 174 de deslocamento inicial, 130 de trecho cronometrado e mais 106 de deslocamento final.

As dunas da região não são novidade para Cyril Despres, que é bicampeão do Dakar (2005 e 2007). José Hélio, que já venceu três vezes o Rally dos Sertões, está ciente das dificuldades que o aguardam. -Estou preocupado com as areias, pois a moto do Despres é mais preparada para este tipo de solo do que a minha-, comentou o brasileiro, que corre de 450cc. O fr ancês acelera com uma 700cc.

As estratégias de Despres para amanhã estão guardadas debaixo de sete chaves. -Não contaria nem para a minha mãe-, brincou o francês, ressaltando que fará alguns ajustes na motocicleta para o duelo final.

Por outro lado, os competidores da Volkswagen estão bastante tranqüilos para a última etapa. -Está tudo pronto para a festa. Quero tomar caipirinha na chegada-, divertiu-se Mark Miller.

O Rally Internacional dos Sertões -estréia- nesta temporada como etapa do Campeonato Mundial para carros – algo que já ocorre entre motos e quadriciclos desde 2005. Evento bateu recorde de estrangeiros com 36 competidores vindos de 13 países. A prova é formada, no total, por 4.734 quilômetros de disputas.

Confira abaixo a programação do Rally dos Sertões:
27/06 – 10ª etapa – Mossoró (RN) – Natal (RN)
28/06 – Festa de premiação