Ramon e Moara Sacilotti iniciam nesse fim de semana os preparativos para o maior rally do Brasil

Ramon e Moara Sacilotti prontos para abertura do Sertões Series 2011

Ramon e Moara Sacilotti iniciam nesse fim de semana os preparativos para o maior rally do Brasil

Ramon e Moara Sacilotti iniciam nesse fim de semana os preparativos para o maior rally do Brasil

Bento Gonçalves (RS) – Os irmãos Ramon e Moara Sacilotti disputam nesse fim de semana, 21 e 22 de maio, a abertura do Sertões Series 2011 em Botucatu, no interior de São Paulo. A prova, além de ser uma prévia para a maior competição de rally do Brasil, também somará pontos para a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country.

Ramon, que ocupa a terceira posição da categoria Super Production na classificação nacional, quer aproveitar a prova em Botucatu para buscar a liderança e também para se preparar para o Rally dos Sertões, que será realizado em agosto.

“A moto está pronta e testada, os treinos estão em dia e a preparação física também. Estarei atento à navegação, porque a organização da prova já informou que será difícil”, avalia o piloto patrocinado pela Rinaldi.

“Estou em um ritmo forte de treinos, principalmente o físico. Será uma prova relativamente curta, com duas especiais de 100 quilômetros cada, que irá exigir muita ‘explosão’ dos competidores”, diz Moara Sacilotti, que compete na categoria Production. “Além disso, os organizadores estão prometendo uma prova que passará por vários tipos de terrenos, o que torna a etapa ainda mais interessante”, completa.

A organização do Sertões Series divulgou na última semana algumas características da etapa. A informação anunciada sobre o tipo de terreno é que os competidores encontrarão piso de cascalho, pasto, terra batida e nada de água. “Posso afirmar que este será o melhor treino preparatório que pilotos e equipes terão para o Sertões 2011”, afirma Du Sachs, diretor técnico da Dunas, empresa que organiza o Rally dos Sertões.

A primeira etapa do Sertões Series será dividida em duas Especiais com 106 quilômetros em um sentido no sábado e no domingo no sentido inverso. “A mesma especial ao contrário significa uma nova Especial, pois, muda tudo!”, garante Sachs. “Esse é o tipo de prova em que o piloto precisa largar de ‘mão colada’ se quiser conquistar um bom resultado”, sugere Moara.

Para a etapa de Botucatu, a organização do Sertões Series incluiu um único radar, no qual os competidores não perderão mais do que cinco minutos. Também haverá abastecimento para motos e quadriciclos previsto no quilômetro 25 para a Especial de sábado, aumentado a autonomia e, portanto, a competitividade. O abastecimento acontecerá na zona de radar, com cronômentro fechado, onde haverá um neutro para isso. Abastece quem quiser, mas o neutro é obrigatório. No domingo, o abastecimento acontece no quilômetro 81.

“Devo optar por andar com a moto mais pesada, sem precisar abastecer, pois quero competir o mais próximo das características que encontrarei no Rally dos Sertões”, adianta Ramon.

No sábado, 21, a previsão para a largada de motos e quadriciclos é para as 9h. No domingo, 22, a programação começa um pouco mais cedo, sendo que motos e quadriciclos largarão às 7h.

Sala de Imprensa – Rinaldi S/A