Rastreador de motos da Tracker-Lojack auxilia a polícia de São Paulo a descobrir desmanche de motocicletas

Tracker Moto, produto rec‚m-lan‡ado pela Tracker do Brasil-LoJack, realiza sua primeira recupera‡Æo e auxilia a Pol¡cia no combate ao crime

A Tracker do Brasil-LoJack acaba de recuperar a primeira moto equipada com o Tracker Moto, sistema pioneiro de rastreamento por radiofreqˆncia para motocicletas acima de 400 cilindradas.

A moto avaliada em R$ 46.364,00 foi roubada em SÆo Paulo, no £ltimo dia 23. Menos de uma hora depois, ela foi localizada, intacta, dentro de um galpÆo no centro da cidade. No local, a pol¡cia encontrou outras motos roubadas, que nÆo tinham rastreadores. “Com a ajuda do nosso helic¢ptero, localizamos a moto em apenas 30 minutos. 26 minutos depois a Pol¡cia Militar estava dentro do esconderijo”, comemora Fredy Zuleta, Presidente da Tracker do Brasil.

O Tracker Moto ‚ o equipamento mais eficaz que existe hoje no mercado brasileiro. “At‚ entÆo, s¢ existia sistema GPS, que apenas monitora o ve¡culo em locais abertos. Com a radiofreqˆncia ‚ poss¡vel rastrear e localizar as motos mesmo em lugares fechados como t£neis, garagens, subsolos ou em galpäes, como no caso da moto que acaba de ser localizada”, explica Zuleta.

Para dificultar a a‡Æo dos ladräes, a Tracker do Brasil-LoJack desenvolveu um aparelho de tamanho reduzido, espec¡fico para motos. Um outro diferencial do produto ‚ que ele pode ser instalado em diversos locais, ao contr rio dos que existia no mercado.

O Tracker Moto ‚ resistente ao sol e …  gua e possui uma bateria pr¢pria, o que possibilita que ele continue funcionando caso a bateria da moto seja retirada por criminosos.

O produto ‚ comercializado inicialmente em SÆo Paulo, mas conta com cobertura de rastreamento em todo o territ¢rio nacional, Argentina, Uruguai, Col“mbia e Venezuela. “Nosso p£blico alvo inicial sÆo os motociclistas que utilizam as motos para o lazer. Aos poucos pretendemos atender uma demanda maior, expandir para outros estados a instala‡Æo e disponibilizar o aparelho para motos de menor cilindrada”, completa Zuleta.