Recarga e armazenamento de hidrogênio

Recarga e armazenamento de hidrogênio

Recarga e armazenamento de hidrogênio

Uma solução para a recarga e armazenamento de hidrogênio foi mostrada no Salão de Eletrônica de Consumidores, em Las Vegas, aberto no fim da semana passada.

Nada demais, não fosse a origem do sistema: uma empresa de Cingapura, chamada Horizon Fuel Cell Technologies. A tecnologia, chamada Hydrofill, é demonstrada num pequeno aparelho que pode ser colocado sobre uma mesa, plugado a uma rede doméstica, um painel solar ou uma pequena turbina de vento.

Ele automaticamente extrai hidrogênio de seu tanque de água e o armazena em forma sólida em pequenas cápsulas recarregáveis, que contêm ligas metálicas que absorvem o hidrogênio em sua estrutura cristalina.

As cápsulas liberam o hidrogênio a baixa pressão, eliminando a preocupação que existe na liberação do hidrogênio a altas pressões. Este método de armazenamento cria a maior densidade energética, mais alta inclusive do que a líquida. Ao contrário das baterias convencionais, essas cápsulas têm maior capacidade energética, são mais baratas e não contêm quaisquer metais pesados prejudiciais ao meio ambiente.

Em 2006 a Horizon fez um carro de brinquedo solar/hidrogênio educacional, para ensino. Esses brinquedos Horizon rapidamente tornaram-se os produtos de células de combustível mais produzidos e vendidos no mundo. Agora, esta mesma empresa está lançando a primeira tecnologia genuinamente atualizada para a casa, lembrando muito visões futuristas de uma estação de hidrogênio em cada residência.

O armazenamento Hydrofill poderá, nas idéias de muitos cientistas e tecnólogos ‘malucos’, ser o modelo de baixo preço de fornecimento de hidrogênio que venha a eliminar a necessidade de grandes investimentos de infra-estrutura.

O press-release da Horizon é interessantíssimo. “É a inovação que muda todo o jogo, que pode destravar o velho dilema do que vem primeiro: carros limpos ou combustíveis limpos.” E seu co-fundador Taras Wankewycz continua:

“Não mais precisaremos de enormes redes de postos de hidrogênio para chegar à comercialização de células de combustível em larga escala. A Horizon está iniciando a transição que coloca os consumidores no banco do motorista. Graças a nossa inovação, cada casa pode gradualmente se tornar uma parte importante da infra-estrutura de suprimento do combustível hidrogênio de amanhã.”

A Horizon acredita que o Hydrofill é o primeiro passo em direção ao reabastecimento privado de novas gerações de veículos a células de combustível.


José Luiz Vieira, Diretor, engenheiro automotivo e jornalista. Foi editor do caderno de veículos do jornal O Estado de S. Paulo; dirigiu durante oito anos a revista Motor3, atuou como consultor de empresas como a Translor e Scania. É editor do site: www.techtalk.com.br e www.classiccars.com.br; diretor de redação da revista Carga & Transporte.