Reclamação PROTEXMOTO: Cuidado ao Reclamar!

Reclamação PROTEXMOTO: Cuidado ao Reclamar!

Reclamação PROTEXMOTO: Cuidado ao Reclamar!

Escrevo para compartilhar minha péssima experiência com a Protexmoto.

Faz mais de um mês já! Comprei uma capa para minha motocicleta (fiz o envio do dinheiro via transferência bancária) no dia 11/11/2009. Paguei, conforme combinado com o cara que me atendeu (e respondia prontamente por email), R$ 20 além do valor da capa para que a mesma fosse enviada por Sedex, já que eu tinha pressa em cobrir a moto que tava pegando poeira pq tô com obra aqui em casa. Pois bem… dias se passaram e nada da capa nem de nenhum outro email.

Após muitos emails enviados (pq não disponibilizam telefone nenhum no site) recebi uma resposta curta e grossa com um número de rastreio dos Correios. O número dos Correios referia-se a um PAC!!! Mandei emails e mais emails pedindo meus R$ 20 de volta e adivinhem se as respostas foram tão rápidas quanto para a compra da capa?! Hahaha! Mais alguns dias e chegou a capa. Toda torta, com as costuras tortas. Além disso, a capa não servia direito na moto: sobrava muito pano na dianteira e faltava na traseira (apertando e chegando a entortar os piscas).

O contrário do que me foi dito pelo vendedor que me atendeu: que a capa seria feita sob medida para minha moto. A solução por alguns dias: não cobrir a moto toda, deixando a traseira toda de fora, pegando pó. Aí o investimento, que não foi pouco (R$ 150 na capa e mais os R$ 20 que me [editado pelo Reclame Aqui]ram pelo Sedex), já me irritava demais. Resolvi, depois de dois dias, que não queria aquela capa cobrindo minha moto. Era dinheiro demais por uma coisa que o meu lençol velho fazia o mesmo. Embalei a capa de novo, na mesma embalagem e mandei de volta à Protexmoto que nem emails me respondia mais. No mesmo dia que larguei a capa nos Correios consegui um telefone (depois de muuuuito buscar no Google).

O sujeito que me atendeu disse que uma capa nova seria enviada, feita sob medida para minha moto (detalhe: isso já haviam me dito no início, na primeira venda… uma pena eu não ter batido foto daquela porcaria cobrindo a Comet). Enfim… arquei com as custas do reenvio da capa para o endereço de onde me mandaram (Rio de Janeiro) e fiquei aguardando. Estou aguardando até hoje! Já tentei centenas de contatos telefônicos, já perdi a conta de quantos emails mandei. Sigo sem resposta.

Agora, quando veem meu DDD ligando, tratam de não atender e, em seguida, desligam os telefones para que eu não tente mais. Consegui mais dois números de telefones, buscando na internet e até no sistema Serasa (onde a ficha dessa empresa aperece incompleta). Não obtive nenhum sucesso até hoje, em nenhuma forma de contato. Isso tudo me faz acreditar que caí num [editado pelo Reclame Aqui] de uma empresa suja e sem caráter. Cujos administradores não ligam para os clientes e não se preocupam com a repercussão que esse tipo de atitude pode ter. Saio perdendo sim: fico sem capa e sem R$ 170 + o frete de reenvio que não lembro quanto foi (pois trabalho com contrato nos Correios e pago tudo de uma só vez no mês). Mas eles também vão sair perdendo, porque eu vou contar pra todo mundo que eu conheço a maneira como a Protexmoto trata os clientes!

Que isso sirva de alerta para quem busca acessórios para sua moto. Mais vale gastar R$ 40 num supermercado e cobrir sua moto com uma capa simples (beeeem simples) do que gastar e ser passado pra trás por uma empresa que se diz séria e qualificada para atender os clientes. Luis Felipe Corullón (28) Viamão – RS

A empresa foi contata por e-mail em 17/12/2009, nesse mesmo dia, foi enviado outra capa ao leitor, todavia, a empresa enviou um e-mail deplorável, cuja integra segue: “Boa tarde Luis Felipe, Toda a negociação trata desde o inicio com sua pessoa está registrado em nossos emails. Inclusive o pedido do detalhe (vivo na cor vermelho) onde foi modificado o produto por sua solicitação.

Atendemos o seu pedido e você simplismente enventou absurdos sobre um produto no qual esta acima da qualidade em nível Brasil. Graças a nossa ótima qualidade temos crescido bastante em grandes concessionárias em todo Brasil. A sua segunda solicitação foi a troca do material no qual não tendo a obrigação de efetuar a troca a Protexmoto se propôs a isso e foi executado o envio com o n° de rastreamento EC860701872BR na data de 17/12/2009 com prazo para chegar em até 7 dias úteis.Quanto a devolução do produto feito por você e por sua escolha de troca de produto, também não temos nenhuma obrigação de devolução do valor pago (FRETE), mais como somos hone stos e trabalhamos sempre honestamente efetuaremos sim o pagamento do frete, pois acreditamos que possa estar fazendo muita falta para você. Precisamo que você envie a sua conta bancária para efetuarmos o pagamento do frete Finalizando, estaremos iniciando os nossos direitos judiciais contra a sua pessoa , contra Injúria (Art.140) ,Calúnia (Art. 138) e Difamação (Art. 139), já comprovada em todos os seu emails enviados a nós e informações enganosas em vários sites no qual você postou.tentando prejudicar o nosso nome. Sem mais na a dizer, Geraldo Cardoso

PROTEXMOTO – QUALIDADE E INOVAÇÃO”

Comentário: É absurdo em pleno século XXI, em plena vigência da Lei de Defesa do Consumidor que tem servido de paradigma para países de primeiro mundo, uma postura draconiana de um fornecedor/fabricante.

Cabe um esclarecimento: não é possível uma pessoa ser processada por injúria, calúnia e difamação ao mesmo tempo. Realmente, é bom a empresa se orientar com um advogado e uma boa assessoria de imprensa para responder mais educadamente aos consumidores.

Injúria consiste em atribuir a alguém qualidade negativa, que ofenda sua honra, dignidade ou decoro. Pode ser por escrito, verbalmente ou fisicamente.

Calúnia é acusar alguém de crime que não cometeu.

Difamação consiste em atribuir a alguém fato determinado ofensivo à sua reputação, honra objetiva, e se consuma, quando um terceiro toma conhecimento do fato.

Portanto, o leitor só poderia ser processado por injúria ou difamação. Mas, para que isso ocorresse, seria necessário o consumidor estar mentindo, o que não é o caso, dado aos fatos que levam a falha no atendimento pela PROTEXMOTO e o texto mal educado dirigido ao cliente.
No site da PROTEXMOTO não há qualquer outra forma de contato, salvo por e-mail, é de bom senso que haja um número de telefone para o consumidor se comunicar rapidamente.

O leitor não cometeu qualquer crime. Agiu sob o manto constitucional de exercer um direito, cujo limite é bem claro.

Hoje graças a INTERNET o consumidor consegue exercer esse direito de maneira ampla, já que quando não é bem tratado pelo fornecer ou prestador de serviço, informa o público consumidor sobre sua experiência com determinada marca. E desde que, não haja exagero na conduta ou que a manifestação não seja falaciosa, não há que se falar em injúria ou difamação, todavia, é dever da marca unir todos os esforços para manutenção da boa imagem.

O canal está aberto a PROTEXMOTO para se manifestar.