Reclamações: Grupo Izzo e Suzuki

Reclamações: Grupo Izzo e Suzuki

Reclamações: Grupo Izzo e Suzuki

Estou mandando este e-mail para pedir uma ajuda no que considero uma tremenda falta de respeito da concessionária de Campinas do grupo IZZO.Em junho levei minha Triumph Tiger 2009 para a sua primeira revisão em Campinas. Quando peguei a moto, notei a falta da caixa de ferramentas. Falei com o pessoal de Campinas, pediram uns dias para procurar. Após alguns dias, retornei em Campinas e falaram que não haviam achado a minha caixa de ferramentas, e questionaram se eu tinha certeza que a caixa tinha ido junto com a moto para a revisão,Falei que sim, tinha certeza, e que diante da desconfiança da minha palavra, que conferissem o CHECK-LIST da revisão. Após alguns minutos procurando o check-list, informaram que os demais documentos relativos a revisão estavam lá, mas o CHECK-LIST havia SUMIDO. O tempo foi passando e nada de entrarem em contato comigo. Entrei em contato e fui informado que aquele pessoal que me atendeu havia sido mandado embora e o novo funcionário responsável não estava sabendo de nada. Voltamos a estaca zero. Expliquei a situação, foi me prometido as ferramentas, etc. O tempo passando, conforme pedido mandei e-mail com as especificações da moto… E nada… Alexandre Amorelli (37), Sorocaba – SP.

R: A reclamação nos foi enviada em 10/11/2009 e encaminhada ao Grupo Izzo no dia 11/11/2009.

No dia 12/11/2009 o Grupo Izzo, por meio de sua Assessoria de Imprensa nos respondeu: “Prezado André: Como vai? obrigado pelo e-mail. O cliente foi atendido pela diretora de Pós-vendas, Iza Correa, e a questão sanada com o envio de um kit de ferramentas para o endereço dele. Agradeço sua gentileza. Um abraço. Secco

Comentário: Parabéns ao Grupo Izzo, qualquer empresa está sujeito a contratação de um funcionário que não veste a camisa da marca. No entanto, é salutar a rápida solução quando o problema chega a direção do grupo.

Boa tarde, agradeço pelo excelente canal de diálogo, Minha reclamação é contra a Suzuki, JTOLEDO como representante da marca no Brasil, tenho uma Suzuki TL 1000 com baixa kilometragem e a moto apresentou quebra de chassi, segundo os mecânicos a roda e suspensão traseira poderiam ter caído, o que poderia causar um grave acidente, reclamei o fato no site da marca em 20/08/09, sem retorno, o fiz novamente dias após, sem retorno algum, deixei a moto na concessionária Sinal a cerca de duas semanas e o consultor técnico Sr. Wagner, muito atencioso, me informou que enviou o caso para a Suzuki e a Marca simplesmente até agora não respondeu. Trata-se de um provável defeito de fabricação, na internet há vários outros casos semelhantes e a Suzuki sequer respode os reclamos; É esta a maneira como a Suzuki trata seus consumidores ? Um caso grave como este, que expõe a vida do motocilista a risco deveria ser tratado como prioridade pela marca. Se não obtiver resposta terei que buscar a via judicial e outros meios de comunicação, enquanto isso a moto está parada na referida concessionária, sem poder ser usada. Obrigado. Jorge Cunha (42) Diadema – SP

R: A Assessoria de Imprensa da J. Toledo respondeu: “Olá André, Segue resposta à solicitação do leitor: Em atendimento às suas solicitações esclarecemos que o Departamento de Engenharia irá analisar a motocicleta. A Concessionária já foi contatada para as devidas providências. Atenciosamente, Ana Liboni Dpto. De Marketing”.

Comentário: Ontem noticiamos uma lei que trás novas regras nas relações de consumo, relacionado a prazo. Se constatado o uso normal da motocicleta, como afirmado pelo leitor, Oxalá que o problema seja solucionado pela representante da Suzuki.