Red Bull anuncia busca por piloto brasileiro para a próxima temporada do Air Force World Series

A Red Bull do Brasil anuncia oficialmente esta tarde (24/05) a procura por um piloto brasileiro para fazer parte do Red Bull Air Race World Series em 2008.

A corrida mundial de aviäes, que neste ano teve a segunda etapa realizada na praia de Botafogo, no Rio de Janeiro, em abril, deve contar novamente com 12 cidades no calend rio de 2008.

O an£ncio oficial ser  feito na 9§ edi‡Æo do Broa Fly-In, o maior encontro de avia‡Æo do Brasil, idealizado pelo empres rio Fernando de Arruda Botelho. O evento re£ne empresas, profissionais e autoridades da avia‡Æo do Brasil e da Am‚rica Latina no Aer¢dromo Dr. Jos‚ Augusto de Arruda Botelho, localizado a 20 km da cidade de SÆo Carlos/SP.

Alguns pr‚-requisitos sÆo essenciais para tentar uma vaga no Red Bull Air Race. Os pilotos devem ter bons resultados em competi‡äes internacionais de acrobacia – como o campeonato Europeu, o campeonato Mundial ou o World Grand Prix – e ser ativos em performances de acrobacia a‚rea com experiˆncia em baixas altitudes.  preciso ter no m¡nimo 1.000 horas de v“o, sendo pelo menos 500 horas de v“o em um aviÆo de acrobacias, e 150 horas nos £ltimos 12 meses. Al‚m disso, ‚ necess rio ter uma aeronave apta … competi‡Æo.

Se esses m¡nimos pr‚-requisitos forem preenchidos pelo candidato, ele deve se inscrever no “Red bull Air Race Qualification Camp” e, entÆo, ser  convidado para fazer parte do Treino de Qualifica‡Æo do Red Bull Air Race, que acontece todos os anos ap¢s a temporada de competi‡äes no Arizona, EUA. A equipe julgadora do Air Race avalia os pilotos. Ser o mais r pido nÆo ‚ tudo na corrida: eles precisam ter habilidades suficientes para voar em um complexo circuito a apenas alguns metros do solo.

No final da temporada do ano passado, quatro pilotos foram convidados para participar do Treino para Novatos no Arizona. O austr¡aco Hannes Arch, o russo Sergey Rakhmanin, o sul-africano Glen Dell e o neozelandˆs Richard Hood. A eles se juntaram os pilotos competidores Nigel Lamb (UK), Alegandro Maclean (ESP) e Frank Versteegh (HOL) – os pilotos que obtiveram as mais baixas coloca‡äes no ranking de 2006 e que precisavam passar na qualificat¢ria para a temporada seguinte de 2007.

Depois de dias de testes trˆs novos pilotos se juntaram ao grupo de elite de 14 pilotos do Red Bull Air Race: Hannes Arch, Glen Dell e Sergey Rakhmanin, que estrearam no circuito neste ano. Durante as corridas do Red Bull Air Race, esses ases da avia‡Æo chegam a atingir 400 km/h e a suportar uma for‡a da gravidade de at‚ 10G.