Resende atrai H-D, Yamaha e mais indústrias da ZFM

O primeiro anivers rio do entreposto alfandeg rio da ZFM – Zona Franca de Manaus, em Resende no Rio de Janeiro, est  sendo comemorado com a amplia‡Æo da  rea e do n£mero de ind£strias que operam no sistema.

S¢ neste primeiro semestre mais cinco ind£strias passaram a operar no sistema de Resende, totalizando 20 empresas, entre elas a BIC da Amaz“nia, as f bricas de equipamentos de fitness Brudden da Amaz“nia e Athletic Way e a ind£stria de motocicletas Harley Davidson.

O entreposto est  fechando negocia‡äes tamb‚m com a Cineral e a Panasonic. A ida da f brica de pap‚is fotogr ficos K“nica para o entreposto exigiu instala‡äes dotadas de cƒmaras climatizadas para melhor armazenar os produtos.

O entreposto iniciou as opera‡äes alfandeg rias com cinco mil metros quadrados e apesar da amplia‡Æo gradativa, o complexo dispäe de bastante  rea a ser explorada, com 80 mil metros quadrados de espa‡o total. A Philips, a White Martins e a Yamaha come‡aram a operar no entreposto com poucos volumes para observar as vantagens log¡sticas e fiscais.

O custo do armaz‚m de Resende ‚ considerado 100% vari vel, pois as empresas pagam de acordo com a utiliza‡Æo do entreposto, havendo uma flexibilidade para atua‡Æo. Os custos do entreposto comparados a qualquer armaz‚m tradicional sÆo bem menores, pois o valor a ser investido depende do volume de mercadorias, produtos e do espa‡o utilizado.

O modelo de log¡stica decorreu de um acordo entre os Estados do Amazonas e do Rio de Janeiro, sendo destinado exclusivamente …s empresas detentoras de incentivos fiscais do ICMS na ZFM. Uma das principais caracter¡sticas desse stock point, no sudeste ‚ a preserva‡Æo de 100% dos incentivos do ICMS em Manaus a exemplo da venda direta, diferenciando-se das remessas para as filiais e das remessas para os armaz‚ns gerais de outros Estados, ou seja, o complexo nÆo ‚ respons vel pela tributa‡Æo tanto nas movimenta‡äes das entradas quanto nas movimenta‡äes das sa¡das dos produtos.