O português Paulo Gonçalves é o grande campeão da 21ª edição do Rally dos Sertões - crédito: Pedro Sibahi/Webventure

Décima e última etapa 2013

NAS MOTOS, PAULO FONÇALVES SURPREENDE E É O CAMPEÃO DOS SERTÕES 2013
21ª edição chega ao fim e dessa vez as principais estrelas não brilharam. Entre os brasileiros, Jean Azevedo faz rali de superação, após lesão sofrida num treino antes da prova, e é o melhor, com a quarta posição

10ª ETAPA – FINAL SÁBADO 3/8

Percurso: GOIANÉSIA (GO) – GOIÂNIA (GO)
Deslocamento inicial: 7 km
Trecho de Especial: 123 km
Deslocamento final: 160 km
TOTAL: 290 km

Terreno: Após nove etapas duríssimas, chegou a hora de desacelerar um pouco. A especial começou rápida por canaviais com piso extremamente bom e muitas lombadas, seguindo por trechos de serra com visuais fantásticos e retornando para estradas de fazenda com muitas depressões e pedras até o final da especial e da edição 2013 do Rally dos Sertões.

O português Paulo Gonçalves é o grande campeão da 21ª edição do Rally dos Sertões - crédito: Pedro Sibahi/Webventure

O português Paulo Gonçalves é o grande campeão da 21ª edição do Rally dos Sertões - crédito: Pedro Sibahi/Webventure

COMO FOI A ETAPA FINAL DO RALLY DOS SERTÕES 2013

Coma venceu a última especial e ficou em terceiro no geral - crédito: Victor Euleuterio/Webventure

Coma venceu a última especial e ficou em terceiro no geral - crédito: Victor Euleuterio/Webventure

Após nove etapas duríssimas, a 21ª edição do Rally dos Sertões chegou ao fim neste sábado, com a chegada a Goiânia (GO), após 4.115 km de percurso dos quais 2.488 km de trechos cronometrados. Entre as Motos, o português Paulo Gonçalves (Speedbrain 450 Rally) surpreendeu os favoritos e conquistou o rali. Ele registrou o tempo de 30h27min38 para os 10 dias de prova. O francês Cyril Despres (Yamaha), bicampeão do Sertões (2006 e 2011), acumulou mais um vice, a 25 minutos do campeão. Os outros foram em 2007 e 2008. E a outra grande estrela da prova, o espanhol Marc Coma (KTM), tricampeão mundial e campeão do Sertões em 2010, ficou em terceiro, a 36min24, entre as 46 motos inscritas.

Gonçalves comemora o seu primeiro título do Sertões - crédito: Victor Euleuterio/Webventure

Gonçalves comemora o seu primeiro título do Sertões - crédito: Victor Euleuterio/Webventure

A última etapa da prova, entre Goianésia e Goiânia, com 290 km total, dos quais 160 km cronometrados, foi mais tranquila, dia de levar na ponta dos dedos. A vitória ficou com Marc Coma (KTM), seguido por Despres (Yamaha), em segundo e Gonçalves, na terceira posição. O destaque brasileiro da prova foi o paulista Jean Azevedo, da equipe Mobil Honda de Rally, com a quarta posição no acumulado, oitavo no dia.

Gonçalves, 34 anos, é natural da pequena cidade portuguesa de Esposende, no Distrito de Braga, região Norte. Essa foi sua segunda participação na prova. Venceu três das nove etapas (2ª, 5ª. e 9ª) e o Prólogo. Assumiu a liderança na sétima etapa, dia do Jalapão, e manteve a posição até o final. Fez um rali constante, sempre se mantendo entre os três primeiros, com exceção da sexta etapa, que ficou em sexto.

“Minha avaliação do rali é muito positiva. O rali foi muito duro, foram 10 dias intensos, muita luta, o Jalapão em especial foi de muita dificuldade, areia, muito calor, muitas horas de especial. Comecei muito bem e segui sempre brigando pela vitória, não cometi erros e acabei vencendo com uma margem maior do que esperava. Estou muito contente por mim e pela Speedbrain. Faz dois anos que fiz o meu primeiro Sertões com eles e agora voltamos e vencemos. Estamos muito satisfeitos e agora é continuar a trabalhar.Esse ano no Mundial tenho três segundos lugares e essa é minha primeira vitória. Agora vamos para a última etapa no Egito tentar mais um bom resultado”. Nesta edição, o Sertões foi válido pelo Mundial Cross Country da FIM e é a única etapa de 2013 com peso 2. A última prova será em setembro no Egito e a briga pelo título mundial ficará entre Coma e Gonçalves.

Cyril Despres fica com o vice pela terceira vez no Sertões - crédito: Victor Euleuterio/Webventure

Cyril Despres fica com o vice pela terceira vez no Sertões - crédito: Victor Euleuterio/Webventure

Vice-campeão, Despres parabenizou o rival português e falou sobre as dificuldades do Sertões 2013. “Sempre há muitos problemas a serem enfrentados em um rali, e este Sertões foi um em que administrar o equipamento era essencial para vencer. Parabéns ao Paulo, ele fez um ótimo trabalho, tentamos o nosso melhor, e para mim não funcionou. Mas de qualquer forma estou muito feliz em terminar em segundo com a equipe nova, então foi uma viagem bacana. A avaliação da moto foi muito positiva e foi muito bom fazer 5 mil km com ela no Brasil. Tomei alguns sustos, mas o importante foi terminar e cumprir a meta. O Brasil é um país muito especial, e é muito legal receber esse calor sul-americano”, disse.

Jean Azevedo faz rali de superação: esse paulista de São José do Rio Preto tem história em ralis. É pentacampeão do Rally dos Sertões em Motos (2005, 2004, 2002, 2000 e 1995) e fez sua 15ª participação na prova. Um dos únicos pilotos brasileiros que acumula vitórias em Motos e Carros.A partir de 2008, também passou a competir com carros, ganhando importantes eventos nacionais. No Rally do Sertões 2012, abandonou a competição após um acidente. E antes do início da competição desse ano, teve uma lesão no ombro direito que o deixou sem plenas condições de brigar pelo título.

Jean Azevedo finaliza o Sertões 2013 no 4ª lugar e é o brasileiro melhor colocado na competição - crédito: Dfotos/VipComm

Jean Azevedo finaliza o Sertões 2013 no 4ª lugar e é o brasileiro melhor colocado na competição - crédito: Dfotos/VipComm

“Estava um pouco frustrado, porque treinei muito para essa prova, desde março que estava numa preparação intensiva para conseguir disputar a primeira colocação com os estrangeiros. Mas uma semana antes da largada, acabei caindo num treino e rompi o ligamento do ombro direito. Aí ficamos na dúvida se faria a cirurgia, mas se fizesse, eu estaria fora do Sertões, então decidimos andar. Estava bem triste por não ter condições de disputar a ponta, mas no final por tudo o que consegui fazer nestes dez dias de prova, estar aqui comemorando agora como melhor brasileiro, quarto colocado no geral, foi muito compensador! Acabou superando a tristeza do começo”, contou.

Jean Azevedo na especial deste sábado no Rally dos Sertões - crédito: Dfotos/VipComm

Jean Azevedo na especial deste sábado no Rally dos Sertões - crédito: Dfotos/VipComm

Sobre a prova deste ano, Jean acredita que foi uma das mais duras da história. “Acho que foi mais difícil que 2012, prova muito dura, muito chão duro, pedra, erosão, muito difícil para o equipamento e para os pilotos fisicamente. Este ano eu estreei pela equipe Honda no Sertões e fiquei muito satisfeito com a confiabilidade da moto, que foi 100% o rali todo. A equipe também trabalhou muito bem durante o evento, e agora é já pensar no Sertões em 2014, para tentar o meu hexa”, comemorou. Agora o foco do brasileiro é sua recuperação total. “Vou fazer uma reavaliação para ver qual será a decisão, para eu estar logo 100% para as próximas provas”, finalizou.

RESULTADO DA 10ª ETAPA – MOTOS (extra-oficial)

1.  MARC COMA01:26:51
2.  CYRIL DESPRES01:26:57
3.  PAULO GONCALVES01:27:46
4.  JAKUB PRZYGONSKI01:28:55
5.  FAUSTO MOTA01:30:47
6.  MICHAEL METGE01:30:06
7.  JEAN AZEVEDO01:32:31
8.  RICARDO MARTINS01:29:29
9.  LEANDRO SILVEIRA01:33:49
10. EZAIR BOSSA01:36:01

RESULTADO FINAL ACUMULADO – MOTOS (extra-oficial)

1.  PAULO GONCALVES 30:27:38-
2.  CYRIL DESPRES 30:52:38+ 00:25:00.7
3.  MARC COMA 31:04:02+ 00:36:24.4
4.  JEAN AZEVEDO 31:47:47+ 01:20:09.4
5.  JAKUB PRZYGONSKI 31:59:14+ 01:31:36.2
6.  MICHAEL METGE 32:47:58+ 02:20:20.5
7.  FAUSTO MOTA 32:55:19+ 02:27:41.2
8.  RICARDO MARTINS 32:55:34+ 02:27:56.3
9.  RAUL LIMA 34:37:04+ 04:09:26.6
10.  EZAIR BOSSA 35:06:24+ 04:38:46

CRONOGRAMA E DISTÂNCIAS DO RALLY DOS SERTÕES 2013:

Confira o resumo das todas as etapas:

1ª e 2ª etapas

3ª etapa

4ª etapa

5ª etapa

6ª etapa

7ª etapa

8ª etapa

9ª etapa