Marc Coma vence a 3ª etapa e assume a liderança

Resumo da 3ª etapa

3ª Etapa – sábado dia 26/7
Percurso: Pirenópolis (GO) – Uruaçu (GO)
Deslocamento inicial: 37 km
Trecho de especial: 287 km
Deslocamento final: 89 km
TOTAL: 414 Km

O terreno: O rali começa para valer. Após um rápido deslocamento, a especial começa com estradas mais travadas de fazendas, seguindo por trechos de velocidade média mesclando com algumas trilhas de visual incrível por cristas e serras. A prova entra em uma região de canaviais onde a velocidade aumentará muito e com um piso extremamente favorável a isso. Depois de um deslocamento por asfalto e um abastecimento para motos, quadriciclos e UTVs, a prova volta a ficar travada e assim segue até o fim.

 

Ike Klaumann foi o brasileiro melhor colocado na 3ª etapa - crédito: DFotos/VipComm

Ike Klaumann foi o brasileiro melhor colocado na 3ª etapa - crédito: DFotos/VipComm

NO PRIMEIRO TESTE PARA VALER, ALGUNS SUSTOS
Marc Coma vence e assume a ponta

Marc Coma vence a 3ª etapa e assume a liderança - divulgação

Marc Coma vence a 3ª etapa e assume a liderança - divulgação

Depois do breve “aquecimento” da véspera, a 21ª edição do Rally dos Sertões começou para valer neste sábado, quando os competidores percorreram 414 km, dos quais 287 cronometrados. Saíram de Pirenópolis rumo a Uruaçu, cidade do interior de Goiás, conhecida por ter um dos maiores lagos artificiais de usina hidrelétrica do mundo, o Lago de Serra da Mesa com 1,7 mil km². A prova foi dura, pedreira, exigiu muito dos pneus e contou com alguns incidentes.

No duelo entre as feras internacionais de motos, o espanhol Marc Coma (KTM) levou a melhor hoje, com o francês Cyril Despres (Yamaha) em segundo e Paulo Gonçalves (Speedbrain 450 Rally) em terceiro. Com o resultado, Coma assumiu a liderança geral, com apenas 1min56 de vantagem sobre o segundo colocado, o português Gonçalves que tomou um susto e perdeu cerca de cinco minutos enroscado numa cerca de arame farpado.

” Tomei um belo susto faltando 15 km para o final. Perdi a freada com a moto saindo de frente e me enrosquei em uma cerca de arame farpado. Demorei uns cinco minutos para tirar a moto. Eu estava na frente o tempo todo e esse problema no final me fez perder tempo e o Coma me passou”, lamentou Gonçalves, vencedor da véspera. Coma gostou da disputa. “Hoje tivemos a primeira parte bem rápida e depois foi ficando cada vez mais técnico e o final bem travado, com muitas boas disputas”, resumiu.

O francês Cyril Despres, bicampeão do Sertões, ressaltou que ainda está em fase de adaptação com o novo equipamento. Ele estreou esse ano pela equipe Yamaha Racing. “Perdi o hodômetro logo no começo da especial e não foi nada fácil ficar sem referência para navegar. O mais importante é que comecei a entender melhor como a moto funciona, mas ainda assim é um processo longo e não dá para ficar forçando nesse estágio inicial. Além disso, está muito quente, pelo menos 20 graus a mais do que está na França, então tem sido bem difícil”, disse.

 

Cyril Despres busca o tricampeonato no Sertões 2013 - crédito: Jean-François Muguet

Cyril Despres busca o tricampeonato no Sertões 2013 - crédito: Jean-François Muguet

Entre os brasileiros, Ike Klaumann (Honda Mobil de Rally) foi o melhor, com o sexto tempo do dia e subiu para a sexta posição no geral. “Já sabia que hoje seria duro e até o ponto do abastecimento foi legal, rápido. Depois tinha muita pedra, chão solto, bem difícil de segurar a moto. A especial exigiu muito dos pneus, os meus ficaram quase sem gomos”, contou.

Acidente tira Nielsen da competição – O companheiro de Ike na equipe Honda Mobil, Nielsen Bueno, que ontem foi o melhor brasileiro na prova, sofreu um acidente e está fora da competição.

Nielsen Bueno sofre acidente e está fora da competição - crédito: Idário Café/VipComm

Nielsen Bueno sofre acidente e está fora da competição - crédito: Idário Café/VipComm

“Estava muito feliz ontem, tinha sido o melhor brasileiro e vinha numa tocada segura, tentando manter o ritmo. Fiquei muito chateado com a atitude do (Michael) Metge (piloto francês). Corri 100 km na poeira dele, já tinha tirado uns quatro ou cinco minutos de diferença e ele não me deixava passar. No reabastecimento, pedi duas vezes para passar e ele não deixou. Considero uma atitude antidesportiva. Eu mesmo deixei o Ruben Faria passar, porque ele estava mais rápido e o Metge também deixou. É muito perigoso ficar na poeira e foi o que aconteceu. Acabei escorregando numa pedra, cai, o pulso (esquerdo) entrou no protetor do guidão e tive uma fratura. Infelizmente estou fora do rali”, lamentou Nielsen.

Resultado 3ª etapa Motos (extra-oficial)
1º MARC COMA 03:50:24
2º CYRIL DESPRES 03:51:29
3º PAULO GONCALVES 03:53:14
4º RUBEN FARIA 03:58:38
5º JAKUB PRZYGONSKI 03:58:45
6º IKE KLAUMANN 04:00:31
7º DARIO JULIO 04:03:41
8º MICHAEL METGE 04:04:18
9º DENI DO NASCIMENTO 04:05:56
10º JEAN AZEVEDO 04:07:16

Resultado acumulado Motos (extra-oficial)
1º MARC COMA 05:01:13 –
2º PAULO GONCALVES 05:03:09 +00:01:56.7
3º CYRIL DESPRES 05:03:17 +00:02:04.6
4º RUBEN FARIA 05:11:10 +00:09:57.4
5º JAKUB PRZYGONSKI 05:14:16 +00:13:03.8
6º IKE KLAUMANN 0 5:14:34 +00:13:21.3
7º MICHAEL METGE +05:15:27 +00:14:14.1
8º DARIO JULIO 05:19:10 +00:17:57.7
9º DENI DO NASCIMENTO 05:22:22 +00:21:09.1
10º RAMON SACILOTTI 05:24:26 +00:23:13.7

CRONOGRAMA E DISTÂNCIAS DO RALLY DOS SERTÕES 2013:


COMO SERÁ A 4ª ETAPA – DOMINGO 28/07

Percurso: URUAÇU (GO) – PORANGATU (GO)
Deslocamento inicial: 31 km
Trecho de Especial: 233,27 km
Deslocamento final: 25 km
TOTAL: 289 km

Terreno: Será uma etapa de quilometragem baixa, mas o ritmo continua a crescer. A especial começa com piso bom com velocidades variando de média a alta, alternando trechos de piçarra com estradas cascalhadas. Entramos em um trecho com longas retas, mas onde o piso não ajuda muito. A especial começa a ficar travada e sinuosa com estradas de fazenda e trilhas, seguindo assim até o abastecimento de motos, quadriciclos e UTVs. Na última parte a prova fica travada, entrando nos 20 quilômetros finais com retas maiores com muitas depressões e erosões.

Confira o resumo das 1ª e 2ª etapas:  clique aqui