Jean Azevedo continua subindo na classificação geral - crédito: DFotos/VipComm

Resumo da 8ª etapa

 

8ª ETAPA – QUINTA-FEIRA 1/8

Percurso: PALMAS (TO) – MINAÇU (GO)
Deslocamento inicial: 312 km
Trecho de Especial: 333 km
Deslocamento final: 21 km
TOTAL: 666 km

Terreno: Depois de um longo deslocamento inicial, houve mais uma especial de respeito. Começou rápida com piso de cascalho muito bom, seguiu por estradas menores e bem sinuosas, com muitas depressões, lombadas, riachos e pedras e ficou rápida novamente até o abastecimento. O piso continuou rápido até chegar a uma região montanhosa com subidas muito íngremes, trechos de trial, visuais incríveis e uma longa descida de serra. O último trecho foi bem travado, com várias pontes de toras, depressões, trilhas e pedras até o final.

Cyril Despres vence a 8ª etapa e se aproxima do líder Gonçalves - crédito: divulgação Dunas Race

Cyril Despres vence a 8ª etapa e se aproxima do líder Gonçalves - crédito: divulgação Dunas Race

COMO FOI A 7ª ETAPA

CANSAÇO BATE. DESPRES VENCE MAS GONÇALVES SEGUE LÍDER
Areia finíssima, quase um talco, castiga competidores. O Francês vence a terceira e diminui distância para Gonçalves, segundo no dia. Disputa brasileira esquenta com Jean e Ike separados por 48 segundos. Faltam dois dias!

Já na reta final, faltando dois dias para a chegada em Goiânia, mas a 21ª edição do Rally dos Sertões não dá moleza para os competidores, que hoje, durante a 8ª etapa da prova, tiveram outro dia de muita exigência física e concentração. O francês Cyril Despres (Yamaha) venceu a terceira e conseguiu diminuir sua distância para o português Paulo Gonçalves (Speedbrain 450 Rally), segundo no dia, que se mantém líder.

Ontem eles estavam separados por 17 minutos e hoje a diferença caiu para 6min29s. O espanhol Marc Coma (KTM) terminou em terceiro, mesma posição que mantém no acumulado, a 34 minutos do líder. No total, 24 motos largaram hoje, das 46 que partiram de Goiânia no último dia 25/07.

 

Paulo Gonçalves ainda é líder mas Despres vem tirando a diferença - crédito: Renato Aranda/Webventure

Paulo Gonçalves ainda é líder mas Despres vem tirando a diferença - crédito: Renato Aranda/Webventure

Os competidores saíram bem cedo de Palmas (TO) rumo a Minaçu (GO) para outro longo dia. Percurso total de 666 km, dos quais 333 km de trecho cronometrado. Terminaram o dia exaustos. Despres destacou as dores no corpo. “Não foi um dia nada fácil e agora com tantos dias para trás o cansaço começa a pegar mais, especialmente depois que cai ontem. Estou ainda com o corpo bastante dolorido, mas cuidei para manter um ritmo aceitável”.

Gonçalves disse que até conseguiu chegar em Coma, mas teve dificuldades para passar. “Cheguei no Marc (Coma), mas tinha muito fesh fesh (areia parecida com talco) e eu não conseguia passar, então me restou acompanhar o ritmo dele. Devo ter perdido uns quatro minutos para o Cyril, mas agora é questão de manter um ritmo que me permita manter a liderança”, contou. No final ele perdeu 10min30 para o rival francês e a briga promete. Coma gostou do visual do dia. “Belíssima especial hoje com o trecho de serra e um visual muito legal. Tinha muito fesh fesh e foi difícil e cansativo segurar a moto”, disse.

Jean Azevedo continua subindo na classificação geral - crédito: DFotos/VipComm

Jean Azevedo continua subindo na classificação geral - crédito: DFotos/VipComm

Briga boa mesmo acontece entre os pilotos da Honda Mobil de Rally. O melhor do dia foi Ike Klaumann em quinto lugar, com seu companheiro Jean Azevedo, em sexto. Porém, no acumulado, Jean assumiu o posto de melhor brasileiro, em quarto lugar, com apenas 48s de vantagem sobre Ike, quinto no acumulado. A posição de melhor brasileiro ontem pertencia a seu outro companheiro na equipe Honda Mobil de Rally, Dário Júlio, que hoje teve a corrente de sua moto quebrada durante o percurso e não conseguiu completar a especial.

Jean Azevedo continua subindo na classificação geral da categoria motos no Rally dos Sertões 2013. O piloto da Equipe Honda Mobil de Rali terminou a especial desta quinta-feira (1) em sexto e subiu para a quarta posição no acumulado, com tempo total de 26h41min00s, se garantindo como melhor brasileiro. “Mesmo depois da lesão no ombro direito que tive antes do rali, estou conseguindo brigar pelas primeiras posições. Meus resultados estão melhores do que esperava e fico muito feliz com isso. A briga para ser o melhor brasileiro está muito boa agora”, afirma o paulista de São José dos Campos. “A especial de hoje foi muito dura, com muita terra, aquele talco que sobe e não se dissipa, atrapalhando muito a visibilidade, além de trechos bem desafiadores e até perigosos. Foi um dia em que a maior exigência era na concentração do piloto. Qualquer bobeada podia significar um acidente feio, porque a especial era bem mista em termos de velocidade, com trechos velozes e outros bem travados”, complementou.

Ike Klaumann é o segundo melhor brasileiro na competição - crédito: DFotos/VipComm

Ike Klaumann é o segundo melhor brasileiro na competição - crédito: DFotos/VipComm

O segundo melhor competidor do país nas motos agora é Ike Klaumann. O catarinense de Rio Negrinho fechou o dia em quinto, mesma posição que ocupa no acumulado. “O dia foi bom, fico feliz de terminar como melhor brasileiro da etapa. No geral, quem for o melhor do país vai merecer bastante”, afirma o piloto, que está apenas 48,4 segundos atrás do tempo de Jean no acumulado.

RESULTADO DA 8ª ETAPA – MOTOS (extra-oficial)

1º  CYRIL DESPRES 04:01:15
2º  PAULO GONCALVES 04:04:58
3º  MARC COMA 04:06:58
4º  MICHAEL METGE 04:13:27
5º  IKE KLAUMANN 04:14:30
6º  JEAN AZEVEDO 04:16:29
7º  JAKUB PRZYGONSKI 04:18:03
8º  FAUSTO MOTA 04:20:58
9º  RICARDO MARTINS 04:23:49
10º  RAUL LIMA 04:35:38

RESULTADO ACUMULADO – MOTOS (extra-oficial)

1º  PAULO GONCALVES 25:40:01 –
2º  CYRIL DESPRES 25:46:31 +00:06:29.7
3º  MARC COMA 26:14:07 +00:34:05.9
4º  JEAN AZEVEDO 26:41:00 +01:00:59.2
5º  IKE KLAUMANN 26:41:49 +01:01:47.6
6º  JAKUB PRZYGONSKI 27:00:14 +01:20:13.0
7º  MICHAEL METGE 27:33:55 +01:53:54.0
8º  RICARDO MARTINS 27:47:12 +02:07:10.7
9º  FAUSTO MOTA 27:53:49 +02:13:48.4
10º  RAUL LIMA 29:07:41 +03:27:39.7

CRONOGRAMA E DISTÂNCIAS DO RALLY DOS SERTÕES 2013:

COMO SERÁ A 9ª ETAPA – SEXTA-FEIRA 2/8

Percurso: MINAÇU (GO) – GOIANÉSIA (GO)
Deslocamento inicial: 33 km
Trecho de Especial: 264 km
Deslocamento final: 253 km
TOTAL: 550 km

Terreno: Mais um dia para ficar na memória dos participantes, porque será mais um estágio completíssimo. Começa com uma subida de serra sinuosa com depressões e lombadas, atravessando uma zona de garimpo, seguindo por um trecho muito rápido até o abastecimento. O piso fica travado com trilhas e caminhos menores, passando por estradas de fazenda, direcionando para a última parte da prova com velocidades mais altas, mas com muitas lombadas até o fim.

Confira o resumo das etapas anteriores:

1ª e 2ª etapas

3ª etapa

4ª etapa

5ª etapa

6ª etapa

7ª etapa