Rinaldi apóia aventura no Chile

Empresa fornecerá pneus para motociclistas que percorrem a costa do Pacífico em fevereiro

A Rinaldi fará parte da aventura de cinco amigos que viajam rumo ao Chile percorrendo, de moto, a costa do Oceano Pacífico. A bordo de três Falcons e duas XT 660, o grupo parte de Campo Bom no dia 1º de fevereiro, com retorno previsto para o dia 15 do mesmo mês. A opção para a viagem são os pneus do modelo R34, fabricados pela Rinaldi.

A iniciativa de promover o passeio – e a parceria – foi de Tamazone Becker, funcionário da Sobrerodas. “Escolhi os pneus Rinaldi porque já os havia usado em uma viagem que fiz pela Argentina. São seguros, têm um ótimo desempenho e a relação custo/benefício compensa bastante”, garante. Quem também participa da jornada é Álvaro Pereira, proprietário da Motoranga Motopeças, cliente da Rinaldi em Sapiranga. “Optamos pelos pneus da marca por confiarmos na qualidade do produto. Afirmo isso porque pratico mototrilha há mais de dez anos e sempre usei Rinaldi”, garante.

Os interessados em acompanhar o desempenho do grupo podem conferir as fotos e os registros do diário no site www.rota4dakar.blogspot.com.

Roteiro
O grupo sairá de Campo Bom em direção a Uruguaiana e, até chegar em Santiago, capital do Chile, passará por diversas cidades, entre elas Mendoza, São Salvador de Jujuy, que fica praticamente na base da Cordilheira dos Andes; Antofagasta e Valparaíso. Ao longo dos 5.867 quilômetros de trajeto os motociclistas irão enfrentar pontos de até 4.400 metros de altitude e percorrerão vários trechos que também fazem parte do Rally Dakar. O retorno será pelo Uruguai. “Escolhemos o trajeto e destino pela aventura proporcionada. Reforçamos nossa decisão conversando com outros grupos que haviam feito o percurso. Conhecer o Chile abordo de uma motocicleta é o sonho de todo o motociclista”, conta Pereira.

Parceria
A Rinaldi apóia as aventuras sobre duas rodas como forma de prestigiar os clientes que, além de serem parceiros comerciais, optam pelos produtos da marca em suas motocicletas. Ao fornecer os pneus para essas viagens, a empresa testa o desempenho de seus artigos em situações extremas de uso. A avaliação feita pelos motociclistas é matéria-prima para a equipe técnica aperfeiçoar cada vez mais o desenvolvimento dos produtos.