Rômulo Bottrel, o Oncinha, vencedor da categoria Elite na etapa de Arujá (SP) da Copa EFX Honda ASW de Enduro FIM

Rômulo Bottrel conquista segunda vitória na Copa EFX Honda ASW

Neste domingo (24), mais de 200 pilotos estrearam novas trilhas em Arujá (SP), na segunda etapa da Copa EFX Honda ASW de Enduro FIM. A cidade recebeu o campeonato pela primeira vez no Parque do Rodeio, onde os pilotos enfrentaram logo na largada um Cross Teste, antes de partir para os Enduros Testes e retornarem para o Extreme Teste na chegada de cada uma das três voltas da prova. Assim o público pode acompanhar muita ação durante todo o evento. No total foram percorridos cerca de 150 quilômetros.

Rômulo Bottrel, o Oncinha, vencedor da categoria Elite na etapa de Arujá (SP) da Copa EFX Honda ASW de Enduro FIM

Rômulo Bottrel, o Oncinha, vencedor da categoria Elite na etapa de Arujá (SP) da Copa EFX Honda ASW de Enduro FIM

A expectativa para a estreia da competição em Arujá era grande. “Sempre que é uma cidade nova ficamos meio apreensivos, até porque a própria população não conhece o evento, mas hoje puderam conhecer e gostaram. A presença foi maciça”, analisou Fábio Simões, organizador do campeonato.

A princípio a Copa EFX veio para Arujá para fazer uma homenagem ao piloto Fabiano Verona, que nos deixou ano passado e era da cidade, então torcia muito para trazermos essa etapa. Apesar da previsão de chuva e muita lama, o tempo estava aberto e os competidores encontraram um percurso em boas condições.

Rômulo Bottrel, o Oncinha, repetiu o feito da abertura da temporada: conquistou novamente o primeiro lugar na categoria Elite, mantendo a liderança do campeonato. “Uma segunda vitória ajuda bastante, mas é preciso lembrar que tem um descarte na temporada, então o resultado ruim do Nielsen e do Cauê na primeira etapa serão descartados e ausência do Rigor também. Não posso entrar com ar de favoristimo. A concorrência está bem próxima. Qualquer erro, caio para uma quarta colocação”, avaliou o piloto.

Para o piloto, o circuito estava no estilo das provas internacionais. “O Extreme e o Cross Teste ficaram bacanas porque cavou bastante. O chão era macio, então formou muita canaleta. Isso deu um ar de prova gringa. Foi bem divertido. Os Enduros Testes eram mais rápidos. Tive que dosar bastante a velocidade com o piso escorregadio para não sofrer um tombo forte e perder a vitória”, encerrou.

Publix Comunicação – foto de Maurício Arruda

Ramon Sacilotti enfrenta dificuldades na 2ª etapa da Copa EFX Honda ASW de Enduro FIM
Piloto fica apenas com a 11ª colocação na categoria E1

Ramon Sacilotti

Ramon Sacilotti

Apesar das expectativas otimistas antes da prova, Ramon Sacilotti não conseguiu a performance que desejava, na prova de Arujá. Mas mesmo assim Ramon aproveitou ao máximo a experiência na segunda etapa da Copa EFX Honda ASW de Enduro FIM. O atual campeão brasileiro de rally baja enfrentou dificuldades na prova, cuja disputa foi marcada por alto nível técnico. Ele foi o 11º colocado na categoria E1.

“Estava indo muito bem, mas passei reto em uma curva e fiquei enroscado na mata. Não caí, mas perdi bastante tempo tentando tirar a minha moto de lá. Depois disso tudo deu certo”, relatou o piloto.

“O percurso foi bastante técnico, com muita trilha, e tive um pouco de dificuldade para me adaptar – já que não estou acostumado com esta característica. A parte positiva foi que eu aprendi bastante e senti que melhorei no decorrer na prova, estou cada vez mais à vontade nas provas de enduro”, analisou Sacilotti.

Fonte: Mundo Press – foto de Gustavo Epifânio

Confira os resultados

A próxima e terceira etapa da Copa EFX Honda ASW de Enduro FIM será em Campos do Jordão (SP) no dia 19 de maio.