Rossi vence batalha do deserto em Losail

Valentino Rossi juntou o Circuito Internacional de Losail … sua j  longa lista de vit¢rias em Grandes Pr‚mios esta tarde, apagando da mem¢ria a queda que sofreu no ano passado em conjunto com Marco Melandri no Marlboro Grande Pr‚mio do Qatar. Rossi passou Melandri a trˆs voltas do final, apenas duas voltas depois de Sete Gibernau ter cedido … pressÆo do seu colega de equipe, fazendo uma incursÆo pela gravilha. A dupla italiana tocou-se com os cotovelos na intensa luta vivida nos £ltimos 15 km da prova com Melandri a tentar tudo a trˆs curvas do fim, mas acabando por rodar por fora da pista … sa¡da da curva e assim cedendo a vit¢ria ao compatriota.

“Que corrida!” disse Rossi, que conta agora com triunfos em todos os circuitos inclu¡dos no calend rio de Grandes Pr‚mios, excep‡Æo feita a Laguna Seca e Istambul, esta a receber o campeonato pela primeira vez dentro de trˆs semanas. “Para mim foi a melhor da temporada, foi muito divertida. Tinha m s recorda‡äes do ano passado deste circuito, por isso queria muito ganhar e depois dos treinos de ontem sabia que era poss¡vel. Tenho de agradecer a toda a equipe porque a moto estava muito r pida nas £ltimas voltas, o que era necess rio porque o Marco Melandri estava muito forte e tivemos grande duelo. Ele tentou passar-me na £ltima volta, mas consegui manter a posi‡Æo e ganhar”.

Nicky Hayden foi o £nico piloto a conseguir acompanhar o intenso ritmo da frente, chegando mesmo a estabelecer novo recorde a pista ao rodar em 1m57,903s, mais r pido que o tempo que tinha estabelecido na qualifica‡Æo, e terminando no terceiro posto. Colin Edwards nÆo conseguiu repetir o p¢dio do ano passado, levando a sua YZR-M1 a um distante quarto lugar, mas dando valiosos pontos … Gauloises Yamaha para juntar aos de Rossi na luta pelo Campeonato do Mundo de Equipes.

Gibernau somou os primeiros pontos em mais de dois meses ao terminar em quinto, com Carlos Checa a concluir em sexto num dia desapontante para a Ducati. Depois de trˆs poles consecutivas, o colega de Checa, Loris Capirossi, nÆo conseguiu apresentar o terceiro triunfo consecutivo lutando muito para concluir em 10§, isto apesar de ter liderado durante as primeiras voltas. Os problemas de Capirossi, bem como a quebra mecƒnica de Max Biaggi e os p¢dios de Melandri e Hayden levaram a que sejam apenas 11 os pontos que separam os candidatos ao vice-campeonato quando faltam apenas trˆs provas por disputar.
Alex Barros terminou em 9§.