Foto: O gaúcho Enzo Lopes conquistou sete vitórias em oito provas da 50cc

Sábado de emoções na última etapa do Brasileiro de Motocross

Foto: O gaúcho Enzo Lopes conquistou sete vitórias em oito provas da 50cc

Foto: O gaúcho Enzo Lopes conquistou sete vitórias em oito provas da 50cc

Quatro baterias abriram nesse sábado a última etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross em Nova Friburgo, RJ.

Os paulistas Eduardo Lima (Honda/Mobil/ASW) e Cristiano Lopes (BM Motos Jundiaí/ IMS/ Polisport) venceram na MXJr e na MX3. Nas categorias infantis, Enzo Lopes (Leo Motos/ Freeday) subiu no degrau mais alto do pódio na 50cc e Rodrigo Riffel (LEM Corse/EMX/Tholokko) levou a melhor na 65cc.

Eduardo Lima (Honda/Mobil/ASW) encerrou a temporada de forma positiva, ao vencer a segunda prova no ano na MXJr. Numa boa atuação, Gabriel Gentil (Rinaldi/ Motoshop/ Orbital) terminou a etapa em segundo lugar. Rodrigo Rodrigues (Honda/Mobil/ASW) completou a prova em terceiro e se consagra campeão na MXJr.

Entretanto, neste final de semana, representantes do piloto Gabriel Gentil entraram com recurso na secretaria de prova, o que deixa o título de Rodrigues sob júdice. Gustavo Takahashi (Honda/ Pirelli/Mobil) terminou a prova em quarto, seguido pelo sergipano Rodrigo Lama Santos (Honda/Mobil/Rota do Mar) que fechou o pódio, em quinto.

MX3
O campeão Cristiano Lopes encerrou o campeonato da mesma forma que iniciou, vencendo na categoria MX3. Milton Becker, o Chumbinho (Pro Tork/TBT/D1Pro), liderou boa parte da prova, mas, numa falha que raramente acontece com o catarinense, o piloto sofreu uma queda e abandonou a etapa. William Guimarães (Pro Tork/Promotos/Valvoline) fez uma grande prova e terminou na segunda posição.

Mariana Balbi (2B Racing/I9/Mart Plus), travou grandes disputas na prova e completou a etapa em terceiro. No campeonato, a mineira termina a temporada na quarta posição, com 127 pontos. A melhor piloto em atividade no Brasil vai disputar a última etapa do Mundial de Motocross, o Honda GP do Brasil, que acontece nos dias 12 e 13 de setembro em Canelinha, SC.

Alexandro Martins (Toque de Pele/VHM/Lj. Kátia) chegou na quarta colocação e, com 134 pontos, conquistou o vice-campeonato da MX3. Vagner Lachi (Free Way/Enzo Susp./IMS), que terminou em quinto, encerrou o campeonato da categoria em terceiro, um ponto a menos que Martins.

65 e 50cc
Na 65cc, o catarinense Rodrigo Riffel venceu pela sexta vez no ano, coroando a conquista do título numa grande atuação. Kioman Navarro (Rinaldi/Toni Bala/IMS) completou a prova na segunda colocação. O gaúcho Enzo Lopes (Leo Motos/Freeday) terminou em terceiro, seguido pelo paulista Wilgner Francisco (Reginaldo Pneus/Escola Criativa). Gustavo Borges (Raposão Racing/Bil Preparações/América Tendas) completou os cinco primeiros.

Na 50cc, o gaúcho Enzo Lopes (Leomotos/ Freeday) venceu a sétima prova no ano e foi o piloto que mais venceu em 2009. Guilherme Torres (sem patrocínio), que não disputou as quatro ultimas provas, terminou em segundo, seguido por Carlos Evangelista (RX Graphics/ PJ1/Brasil Racing). Renato Paz (Fox/ASW/Scott) terminou em quarto e Lucas Erthal (sem patrocínio), ficou em quinto.

Neste domingo, outras quatro baterias completam a etapa decisiva do Campeonato Brasileiro de Motocross. A partir das 8h começam as sessões de treinos livres e classificatórios. Às 12h30, acontece a abertura oficial do evento e, a partir das 13h, os pilotos da MX2, CRF230, 85cc e MX1 entram na pista para o encerramento da temporada.

A prova de Nova Friburgo, RJ, acontece na localidade de Conquista, junto ao Mercado do Produtor da Região Serrana, situado na rodovia RJ130. O Campeonato Brasileiro de Motocross tem o patrocínio de Honda, Mobil e Pirelli. A prova é uma realização da Prefeitura Municipal de Nova Friburgo. Organização da Federação de Motociclismo do Estado do Rio de Janeiro. Supervisão: Confederação Brasileira de Motociclismo.

Resultados de sábado

MXJr
Motos 2T de 100 cc até 150cc e 4Tde 100 cc até 250 cc
Pilotos homens de 13 a 17 anos e mulheres de 13 até 25 anos

1 (338) Eduardo Lima (Honda/Mobil/ASW)
2 (31) Gabriel Gentil (Rinaldi/Motoshop/Shift)
3 (32) Rodrigo Rodrigues (Honda/Mobil/Posto Max Center)
4 (41) Gustavo Takahashi (Honda/Pirelli/Mobil)
5 (332) Rodrigo Lama Santos (Honda/Mobil/Rota do Mar)

MX3
Motos 2Tde 100cc até 250 cc e 4Tde 175 cc ate 450 cc
Pilotos Homens de 35 a 55 anos e mulheres de 21 a 55 anos

1 (26) Cristiano Lopes (BM Motos Jundiaí/IMS/W3)
2 (27) William Guimarães (Pro Tork/ Promotos/ Valvoline)
3 (39) Mariana Balbi (2B Racing/i9/Mart Plus)
4 (33) Alexandro Martins (Toque de Pele/ VHM/ LJ Katia)
5 (731) Vagner Lachi (Free Way/Enzo Susp/IMS)

65cc
Motos 2T de 59cc até 65 cc
Pilotos de 7 a 12 anos

1 (5) Rodrigo Riffel (LEM Corse/EMX/Tholokko)
2 (8) Kioman Navarro (Rinaldi/Toni Bala/IMS)
3 (12) Enzo Lopes (leomotos.com.br/ Freeday)
4 (28) Wilgner Francisco (Reginaldo Pneus/ Escola Criativa)
5 (9) Gustavo Borges (Raposão Racing/Bil Preparações /América Tendas)

50cc
Motos 2T até 50 cc, monomarcha, automática, aro 10 na traseira e ate aro 12 na dianteira
Pilotos de 4 a 9 anos

1 (2) Enzo Lopes (Leomotos/ Freeday)
2 (6) Guilherme Torres (sem patrocínio)
3 (9) Carlos Evangelista (RX Graphics/PJ1/Brasil Racing)
4 (8) Renato Paz (Fox/ASW/Scott)
5 (66) Lucas Erthal (sem patrocínio)