salão moto brasil

Salão Moto Brasil encerra com recorde de público

A sétima edição do Salão Moto Brasil encerrou no último final de semana, após quatro dias, com um bom motivo a comemorar. De 26 a 29 de janeiro, 92.348 visitantes prestigiaram o evento, que contou com atrações como a terceira edição do Bike & Art Show, área exclusiva para negócios, “Museu da Motocicleta”, espaço de shows musicais, wheeling, praça de alimentação e festival de food trucks.

Além disto, pela primeira vez o Salão foi realizado no pavilhão 4 do Riocentro, no Rio de Janeiro, espaço com mais de 23 mil metros quadrados, oferecendo mais conforto e comodidade para expositores e visitantes. Os motoclubes também compareceram em peso, representados por mais de 450 grupos de motociclistas.

Mais de 90 mil pessoas visitaram o pavilhão 4 do Riocentro, novo local de realização do Salão Moto Brasil

Mais de 90 mil pessoas visitaram o pavilhão 4 do Riocentro, novo local de realização do Salão Moto Brasil

“Unimos quem quer vender com quem quer comprar. E o resultado foi muito bom”, disse Gustavo Lorenzo, membro da organização do Salão Moto Brasil, sobre a primeira Feira de Negócios, um dos pontos altos da sétima edição do Salão Moto Brasil. Objetivo era reunir, em um mesmo espaço e com clima propício para o fechamento de contratos, expositores (como fabricantes, importadores, distribuidores de motopeças e acessórios) e clientes em potencial, como atacadistas, distribuidores, grandes lojistas e representantes de vendas. “Os dados parciais já são significativos, mas não param por aí; muitos negócios são iniciados no salão e terminam fora dele”, disse Lorenzo. “O importante é que iremos conseguir movimentar o mercado de motos por pelo menos 3 meses e isso é essencial para o setor”, completou.

Estandes de grandes marcas foram alguns dos pontos mais frequentados pelos visitantes

Estandes de grandes marcas foram alguns dos pontos mais frequentados pelos visitantes

Além de negócios, entretenimento também marcou o 7º Salão Brasil

E com mais de 1.200 m² de área destinada especialmente à customização não poderia ser diferente. O Bike & Art Show, uma espécie de galeria de arte agrupou respeitados nomes da customização de motocicletas no Brasil, expondo pinturas, esculturas, tanques e capacetes customizados, peças artesanais e gravação em metais. Motos do Tarso Marques, referência em customização, ganharam lugar especial e atraíram inúmeros olhares.

Bike & Art Show: 1200 m² para customização de motos

Bike & Art Show: 1200 m² para customização de motos

No local também rolou um concurso popular realizado na fanpage do Bike & Art Show, premiando, em ordem: 1° e 2° lugar de Cellington Pinto; 3° de Tábata Taninja; 4° lugar de Susana Marques; 5° de Claudio Rosanes; 6° de Eliana Malizia, seguidos por Arlene Melo, Cláudio Rosanes, Victor Daniel e Tábata Taninja. Falando em concursos, foram realizados mais dois: um com voto popular, que escolheu entre as 12 motos customizadas participantes a do carioca Mauricio Fazzi, da Fazzi Custom, como a favorita; e entre o júri técnico, em que houve empate entre as motos de Célio Dobrucki, de Curitiba, e Eric Nobre,  da Redlad Garage, do Rio de Janeiro, no primeiro lugar.salao-moto-brasil-9

Mas nem só de customização aconteceu o Moto Brasil. Sobre entretenimento, o evento também promoveu contou com o Museu Moto Brasil, com cerca de 200m² encheu de curiosidade adultos e crianças. Com o tema “Um sonho em duas rodas”, uma linha do tempo detalhada com a evolução das motos dos séculos XIX, XX e XXI e 13 relíquias expostas, foi possível vivenciar um pouco da história. Os destaques ficaram por conta de uma réplica do modelo criado por Pierre e Ernest Michaux em 1861, na França: o velocípede, uma bicicleta com pedais adaptados à roda dianteira. E também uma Triumph, 1915.

A Equipe 360° do Globo da Morte e as manobras radicais da Pro Tork Alto Giro e GTM Show (Grupamento Tático de Motociclistas da PMERJ) impressionaram. O rock and roll ao vivo embalou os presentes todos os dias no Bikers Bar, um lounge com palco e bar temático. Houve também o Clubinho Honda, que foi ponto de encontro das crianças de 3 a 7 anos. Em um cenário de minicidade com prédios, casas, pista, farol e minimoto, centenas de crianças aprenderam brincando noções de educação no trânsito.

O Bikers Bar foi o ponto de encontro para aqueles que buscavam boa música

O Bikers Bar foi o ponto de encontro para aqueles que buscavam boa música

Visando a educação no trânsito, diariamente eram realizadas palestras no Salão Moto Brasil. Ministradas por especialistas em trânsito e pilotagem, elas tinham como objetivo reforçar e incentivar a propagação de informações para ajudar na formação de motociclistas conscientes. Destaque para as lições passadas por Carlos Amaral, Detran-RJ, JOJAFER, Leandro Mello, Portal Big Trail, Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) e Valéria Solitária do Asfalto, que foram assistidas por centenas de pessoas.

Wisnance Reis, de 28 anos, ganhou o concurso Gata do Salão, pela segunda vez consecutiva.

Wisnance Reis, de 28 anos, ganhou o concurso Gata do Salão, pela segunda vez consecutiva.

Mais sobre o Salão Moto Brasil 2017salao-moto-brasil-4

O Salão Moto Brasil, já está estabelecido no calendário anual do motociclismo nacional como um dos maiores do setor no Brasil. Seu principal intuito é gerar negócios, entretenimento, educação e turismo. O evento teve como principais apoiadores AMO-RJ (Associação dos Motociclistas do Estado do Rio de Janeiro), DETRAN RIO, FMCRJ (Federação de Motoclubes do Estado do Rio de Janeiro), Prefeitura do Rio de Janeiro, Rio Conventions & Visitors Bureau e RioTur. O patrocínio é da Assim Saúde, Petrobras e Porto Seguro.

As empresas que participaram foram Awa Motos, Cinborg Pneus, Dagostin fabricação de peças para motocicletas, Dem Tec, Fábrica Nacional de Amortecedores, Filtran – Filtro Andorinha, Firebreq, Fischer pastilhas e freios especiais, G & B Autopeças, Givi do Brasil, GVS Sport Nordeste, Indústria de Acumuladores e Componentes Motocíclisticos Erbs, Indústria de baterias Raiom, Laquila peças, Nacional motopecas Pioneira, Plasmoto, Pro Tork, Provision, Sportive, Valplas, Vazlog, Vedox, Veran, Viper, Vulcan.Bor e WLS pneumáticos & moto-partes.

Dentre as atrações do evento, a presença do motociclista Augusto BR. Aos 74 anos, ele quer rodar 50 mil quilômetros na expedição Usa Total

Dentre as atrações do evento, a presença do motociclista Augusto BR. Aos 74 anos, ele quer rodar 50 mil quilômetros na expedição Usa Total

Também houve espaço para estandes de grandes marcas como BMW (Autokraft), BRP (Quadricenter), Moto Rio DAFRA KTM, Rio Harley-Davidson, Honda, Indian Motorcycle Rio, Kawasaki (Moto Flecha), Ego Motos Suzuki, Rio Triumph e Yamaha (Trinca Motos). Juntas, elas venderam cerca de 40 motos novas e usadas durante o evento.

Fonte: VGCOM / Fotos: Eduardo Azeredo/VGCOM

Separador_motos

 



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.