Samambaia, revista, amaciamento, peso, CB 450DX, crônicas, espião, policial

Tite, Estou pensando em adquirir uma moto, tipo samambaia (muita  gua e pouca estrada), as minhas op‡äes sÆo: fazer ou cg sport, para um casal com peso m‚dio de 150 kg e 1,70 metro de altura, sÆo boas op‡äes, qual a melhor, ou uma cb500 usada.
Ed¡lson – pirassununga, sp
Em se tratando de Pirassununga ‚ melhor tratar a (pouca) 51 e muita estrada! Vai de CB 500 usada porque moto pequena um sufoco com garupa.

Revista
Tite, vejo que vc nÆo suporta as revistas impressas e coisas do gˆnero, mas este mˆs fui a banca comprar as DR (ai!!) e qual foi minha surpresa? Um mat‚ria de umas 4 ou 5 p ginas SUA sobre o SalÆo de MilÆo, que por sinal foi uma ¢tima reportagem. Agora estou sem entender mais nada.
Rodrigo – SÆo Paulo-SP
Eu posso nÆo gostar das revistas, mas as revistas gostam de mim! Se algum editor azeitar um teste meu pode ter certeza que caio fora! P“, e se a Playboy me chamar para testar a Juliana Paes vc acha que vou recusar?

Amaciamento
Meu amigo tite, a grana vem em conseqˆncia do seu sucesso absoluto, quando desejei que vc alcan‡asse todos os objetivos a grana esta incluso no pacote, blz. adorei a mat‚ria amanciamento, e quero ressaltar que eu leio manual de todas as coisas que compro inclusive de minha moto que eu comprei com 34.000 km, quem dera se todos lessem os manuais seria muito menos dor de cabe‡a pra mim que sou garantista.
grande abra‡o
WELLINGTON – caceres – mt
Deus te ou‡a!

Peso
Tite, me explica. Como uma GS 500 tem 173kg a seco e uma comet 250 tem 170kg. Credo, essa Comet ‚ muito feia hein. Tamb‚m ‚ meio complicado comparar uma suzuki com uma simples Kasinski.
Gabriel – Novo Hamburgo RS
NÆo tenho explica‡äes para isso.

CB 450DX
Tite, um amigo est  vendendo uma CB 450DX. Conhe‡o a moto desde zero, o motor est  com uns 25.000km originais, s¢ que a moto ficou no tempo, precisa de uma restaura‡Æo nos cromados, pintura, etc. O valor dela nÆo vem ao caso. Se poss¡vel me dˆ a sua opiniÆo sobre a CB 450DX, ‚ uma boa moto?  boa para viagens curtas, tipo 200 a 300km? Cadˆ a mat‚ria sobre compra de usadas?
Robinson – Iju¡ – RS
Vai fundo porque a motoca ‚ bem boa, eu fui de SP a Salvador e nem sequer furou o pneu!

Cr“nicas
E a¡ Tio Tite, blz? Seu site ‚ muito bom, os textos sempre claros e bem humorados (principalmente na sessÆo cartas) e a melhor parte do site que eu acho sÆo as cr“nicas, eu racho o bico com elas rs, ahh as suas cr“nicas do gptotal tamb‚m estÆo muito legais, t  de parab‚ns!!ahhh e quando tiver not¡cias da XT 250, j  manda aqui pro site.
Bruno – Itupeva, SP

EspiÆo
Tio Tite, parab‚ns pelo site! ‚ uma luz de 60W para todos n¢s. Quando voce falou “mandar um motor de 600 pro espa‡o em apenas 2.200 km” foi o da Triumph? os caras da revista (W!) nao quiseram te matar? e o representante da Triumph, conhecid¡ssmo no meio (motociclistico, epa!) nÆo te jurou de morte? Al‚m da mat‚ria de “Como comprar moto usada”, voce poderia contar uns causos de quando vocˆ trabalhava nas revistas. Qual comunidade do Orkut vocˆ esta? Parab‚ns e continue assim em 2006 s¢ que +rico!
Patric – sao paulo – sp
P“, Patric, vc sabe tudo da minha vida? Esses casos eu conto no Orkut, sÆo as duas comunidades da Motonline, ‚ s¢ dar um search que aparece.

Policial
Eu admirava seu site, mas em virtude de uma opiniÆo baseada em SENSO COMUM vocˆ conseguiu demonstrar quem vocˆ realmente ‚. Foi uma pena. Vocˆ deve pensar antes de dizer: “E p ra de se preocupar com a poli‡a! Cara, eu nÆo suporto gamb‚s! Por isso nunca dei aula de pilotagem pra eles!” Com uma frase desse tipo, vocˆ quer dizer que ‚ uma pessoa preconceituosa ou ‚ um marginal que necessita se esconder da Policia. Caso vocˆ nÆo saiba, as leis que os policiais tentam fazer cumprir foram antes formulados pelos nobres deputados, que todos n¢s elegemos. Mais uma vez saliento que esse seu coment rio preconceituso somente fez apagar ou diminuir os elogios que eu fazia a sua pessoa.  uma pena, vocˆ passava uma outra imagem. E nÆo adianta responder essa carta no seu site, porque com certeza nunca mais vou acessar. Realmente sinto muito.
ESIO BIANCHINI
Curitiba, PR
esiobianchini@hotmail.com
Vc ‚ policial? P“, foi maus! Sr. sio, existe o preconceito e o “p¢s-conceito”. Nos meus 46 anos de vida fui humilhado, espezinhado, subjugado e desrespeitado por in£meros policiais que colocaram armas na minha cabe‡a, na da minha esposa, revistaram-me como se eu fosse um marginal (que eles fazem conluio para manter soltos) e devo ter conhecido um policial educado para cada 100 trogloditas despreparados. Al‚m disso eu leio jornais, vejo TV (viu o JN de sexta-feira?). Eu moro numa cidade de 20 milhäes de habitantes e nÆo concordo com os “gamb‚s” que me tratam como se eu fosse traficante s¢ porque uso uma motocicleta com minha esposa na garupa. Isso ‚ PàS-conceito, pois primeiro vi como agem e depois tirei minhas conclusäes baseadas em dados mais emp¡ricos poss¡veis. NÆo sei como sÆo os PM em Curitiba, mas o pre‡o da imagem ‚ a generaliza‡Æo. Em SP n¢s motociclistas somos “motoqueiros” e policiais sÆo “gamb‚s”, “poli‡a”, “rato”, “tira”, “meganha”, ““me”, etc. Isonomia de tratamento: tratam-me como se eu andasse com uma 12 no bolso, entÆo serÆo tratados por mim como marginais fardados, ignorantes e covardes que se protegem por tr s de um trˆs-oitÆo contra mim, enquanto os traficas passam batidos pelo comando. Para sua informa‡Æo, neste ano ganhei uma condecora‡Æo do 2§ BPM/M 2 de Ouro por servi‡os volunt rios prestados na periferia de SP. Pena que eles sÆo minoria, educados, gentis, cavalheiros porque os gamb‚s continuam sendo a maioria. Cabe … PM/SP mudar esta imagem por aqui. A MINHA experiˆncia ‚ a do cano na costas, mÆo na cabe‡a, mochila revirada, desrespeito e humilha‡Æo. Vem passar uma semana de moto em SP pra ver como ‚, depois vc revˆ sua afirma‡Æo. Quando fui assaltado a mÆo armada o “bandido” me tratou com mais gentileza do que os policiais uma semana, depois durante um comando e eu j  escrevi isso na Revista da MOTO! em 1999 e nenhum policial me chamou de preconceituoso. Ah, aqui tamb‚m usam XT 225, Falcon e Bros 125, mas eu continuo me recusando a dar aulas a eles.