Santo André (SP) recebe duas Motolâncias para o Samu

Dia Mundial da Saúde, o prefeito Aidan Ravin e o secretário de Saúde Dr Leonardo Carlos de Oliveira, receberão do Ministério da Saúde duas motolâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da cidade.

Os veículos fazem parte do lote de seis unidades prometidas pelo Ministério da Saúde ao município e serão retiradas no período da manhã da sede da empresa que equipa as motos, com sede em Tatuí (SP). As outras quatro unidades deverão ser incorporadas à frota andreense do SAMU até o final do ano.

Conhecidas como VIR (veículos de intervenção rápida), as motocicletas com 250 cilindradas – batizadas de “motolâncias” – serão dirigidas por profissionais da saúde, treinados para dar atendimento rápido até a equipe completa do Samu chegar com a ambulância. Trata-se de uma iniciativa que visa dar mais rapidez ao serviço em ocasiões de grande trânsito na cidade.

Segundo o Ministério da Saúde, a medida integra uma série de mudanças do Samu, o serviço de urgência criado pelo Ministério da Saúde em 2003 para garantir atendimento aos pacientes, independentemente da existência ou não de leitos vagos em unidades de saúde.
Em Santo André, o Samu existe desde 2004 e conta atualmente com 29 médicos, 12 enfermeiros, 36 auxiliares de enfermagem e 51 motoristas. Para dar suporte ao trabalho e atender às demandas registradas pelo telefone 192, o Samu tem 18 veículos, sendo dois de suporte avançado (UTI), 09 de suporte básico e 7 de reserva técnica.