Saveiro: agora com motor transversal

Saveiro: agora com motor transversal

Depois de quebrar um paradigma de quase trinta anos, a Volkswagen abandonou o motor longitudinal da linha Gol, que iniciou sua vida em 1980, passando para a configuração agora considerada padrão para os carros pequenos e compactos, o motor transversal.

O scooter Yamaha Neo, na diagonal, ficou muito bem na Saveiro

A quinta geração do VW Gol chegou no ano passado, logo seguido do sedã Voyage, e só agora chega a versão utilitária da família, o Volkswagen Saveiro.

Disponível em duas versões de carroceria, cabine simples e cabine estendida, a picape Saveiro volta a colocar a marca entre as preferidas nesse segmento, que tem rivais de peso como o Fiat Strada e o Chevrolet Montana.

Logicamente a versão escolhida para avaliarmos sua capacidade de transportar uma motocicleta foi a Saveiro de cabine simples, já que alguns centímetros a mais na caçamba sempre fazem falta na hora de colocar uma moto um pouco mais longa. A vantagem da cabine estendida existe apenas para os dois ocupantes, que contam com um espaço extra atrás dos bancos para levar objetos mais delicados.

Motocicletas médias a grandes sempre são difíceis de serem transportadas em picapes compactas, derivadas de modelos de passeio, a menos que a tampa traseira fique aberta, o que pode significar problemas com a fiscalização de trânsito, uma vez que a placa traseira fica escondida. Motos pequenas, no entanto, cabem na caçamba da Saveiro de cabine simples, que é muito maior que a da Saveiro com cabine estendida. É o caso do scooter Yamaha Neo, que, na diagonal, ficou muito bem na Saveiro, inclusive com a tampa fechada.

A picape Saveiro avaliada é a versão de entrada, que custa R$ 30.990 mas não tem nem ar-condicionado. Esta tinha apenas como itens opcionais vidros e travas elétricas e CD player com MP3, entrada para cartão SD e USB. Sua maior virtude é a dirigibiidade, com excelente posição para o motorista, motor 1.6 flex de 104 cv e câmbio de cinco velocidade de engates suaves e precisos.

Na caçamba, os pontos positivos são a fechadura da tampa traseira com chave e a proteção de plástico, que evita danos à pintura da caçamba. Por outro lado, a tampa da caçamba, mesmo aberta, é muito alta, dificultando o acesso da motocicleta sem uma rampa apropriada. Os pontos de fixação da motocicleta são quatro, no piso, e mais seis nas bordas, reguláveis na sua posição. O fato de o pneu do estepe ficar embaixo da caçamba também é um ponto a favor, já que não ocupa espaço em seu interior. O lado ruim é a dificuldade de manuseá-lo no caso de um pneu furado.

A Volkswagen, ao reprojetar sua picape compacta, aproveitou as boas características da concorrência, como o degrau lateral, que ajuda na hora de amarrar a moto e foi introduzido no Chevrolet Montana, e a chave da caçamba, visto antes no Fiat Strada. As versões mais equipadas da picape Saveiro, além da cabine estendida que custa R$ 33.690, são a Trend (respectivamente R$ 31.880 e R$ 34.610) e a Trooper (R$ 36.440 e R$ 38.990).

Estepe

Flex Ganchos

Gancho regulável Rampa

Tampa alta