DPVAT

Saiba para onde vai o dinheiro que você paga pelo DPVAT

Em 2015, foram pagas 652.349 mil indenizações pela Seguradora Líder DPVAT por acidentes de trânsito em todo o Brasil. Em Reais, esse total corresponde a R$3,381 bilhões. A boa notícia é que esse número é 15% menor quando comparado com 2014 e a maior queda foi registrada na cobertura de morte (19%), seguida de reembolso de despesas hospitalares (18%) e invalidez permanente (13%).

Contudo, essa queda pode representar também que menos pessoas reclamaram a indenização pelo DPVAT e não necessariamente que tenha havido queda real de acidentes com vítimas. Parece não fazer muito sentido alguém não reclamar uma indenização a que tem direito. Porém, acredite, muitas pessoas desconhecem que tem direito a indenização quando ocorre um acidente de trânsito, seja para reembolsar despesas médicas e hospitalares ou indenização por morte ou invalidez permanente.DPVAT

Além de muitas pessoas não saberem sobre o DPVAT, outras ainda acreditam que o DPVAT é um “imposto” a mais que quem tem carro, moto, caminhão ou ônibus deve pagar e, como tal, ninguém sabe para onde vai o dinheiro ou para que ele é recolhido. Esse é um dos motivos pelos quais a Seguradora Líder DPVAT faz uma intensa campanha publicitária por todos os meios para mostrar aos consumidores, entre outras coisas, que reclamar a indenização é fácil, rápido e não precisa de nenhum intermediário para isso.

E o dinheiro?

Ao contrário do que se imagina, a Seguradora Líder DPVAT é uma empresa privada formada por um consórcio de empresas seguradoras que administram o DPVAT. No entanto, o DPVAT é estabelecido por Lei Federal, assim como o valor das indenizações e do prêmio (custo anual) que cada segurado paga. A arrecadação total do Seguro DPVAT, pago pelos proprietários de veículos automotores, somou R$ 8,654 bilhões em 2015. A mesma Lei que regulamenta o DPVAT determina que 50% desse dinheiro vá direto para o Governo Federal, que repassa 45% para o Sistema Único de Saúde (SUS) e 5% para o DENATRAN. Cada órgão recebeu R$ R$ 3,894 bilhões e R$ 432,8 milhões, respectivamente.

Raio X DPVAT 2015

Arrecadação Total

 R$ 8.654.100.000,00

SUS  R$ 3.894.800.000,00 45,0 %
Denatran  R$ 432.800.000,00 5,0 %
Indenizações pagas  R$ 3.381.400.000,00 39,1 %
Despesas administrativas e operacionais  R$ 310.800.000,00 3,6 %
Provisionamento técnico  R$ 364.400.000,00 4,2 %
Tributos  R$ 168.400.000,00 1,9 %
Resultado líquido das Consorciadas  R$ 101.500.000,00 1,2 %

Assim, o valor restante – R$ 4,326 bilhões – é usado para pagar as indenizações, as despesas de administração e operação do Seguro DPVAT e todos os tributos, além de remunerar o consórcio de seguradoras que realiza esse trabalho. Em 2015, R$ 3,381 bilhões foram gastos com o pagamento de indenizações. As despesas de administração somaram R$ 675,2 milhões, os impostos (PIS, Cofins e IR) chegaram a R$ 168,4 milhões e o resultado para o consórcio de seguradoras foi de R$ 101,5 milhões.

Se quiser saber mais sobre este tema, a Seguradora Líder DPVAT tem todas estas informações publicadas em seu site, com muito mais detalhes, além de uma infinidade de dados e estatísticas sobre o assunto.Separador_motos



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.