Seguradoras criam entidade para combater fraudadores

As 30 maiores seguradoras brasileiras, respons veis por 95% do faturamento do setor, iniciam neste semestre a maior a‡Æo j  desencadeada contra as fraudes na  rea de seguros no pa¡s.

A partir de agora, os golpistas – tanto eventuais como quadrilhas especializadas – terÆo pela frente um verdadeiro esquadrÆo antifraude, a Unidade de Investiga‡äes Especiais. O objetivo da entidade ‚ utilizar tecnologias sofisticadas e m‚todos cient¡ficos para identificar fraudes em pedidos de indeniza‡Æo.

“Ser  uma esp‚cie de CSI adaptada para a ind£stria do seguro”, explica Mois‚s Ferreira, presidente da Unidade e diretor da seguradora Liberty Paulista, referindo-se ao seriado da televisÆo americana Crime Scene Investigation (CSI), exibido no Brasil pelo canal Sony, onde detetives utilizam alta tecnologia para desvendar a autoria de crimes “quase perfeitos”.

A “CSI” das seguradoras brasileiras ‚ ligada … International Association of Special Investigations (Iasiu), entidade fundada em 1984 nos EUA. “Vamos trazer instrutores do exterior para formar pessoal aqui e enviar investigadores nossos para fazer est gios l  fora”, diz Ferreira. “A meta ‚ reduzir o custo da fraude no pa¡s pela metade em dois anos.”

Segundo dados da Liberty Paulista, as fraudes no setor de seguro de autom¢veis sÆo equivalentes a 20% do faturamento anual, estimado em US$ 10 bilhäes. “O custo da fraude no seguro de ve¡culos atinge cerca de US$ 2 bilhäes por ano no pa¡s”, diz Ferreira. Na Espanha, onde o setor fatura US$ 39 bilhäes por ano, o custo das fraudes cai para 3,9% desse total. “No Brasil, o prˆmio pago pelos segurados fica entre 12% e 15% mais caro por causa desse alto ¡ndice de fraude”, explica o executivo.
A Fenaseg, a associa‡Æo das seguradoras, criou seu pr¢prio programa de combate …s fraudes, o “Plano Integrado de Preven‡Æo e Redu‡Æo das Fraudes no Seguro”, preparado pela consultoria A.T. Kearney.

Ser  que j  nÆo est  na hora das seguradores ficarem de olho no setor de duas rodas, que cresce mais de 10% ao mˆs?