Segurança fora-de-estrada

Segurança fora-de-estrada

Segurança fora-de-estrada

Confira dicas de equipamentos, manuten‡Æo preventiva e como obter melhor rendimento de sua motocicleta nas trilhas ou passeios off-road

O mercado off-road est  em franca expansÆo. Tanto que, em 2007, Honda e Yamaha lan‡aram seus modelos fora-de-estrada – CRF 230F e linha TT-R de 125 e 230 cc. Sem falar nos in£meros modelos de quadriciclos que chegaram ao Pa¡s. Hoje, h  muitos grupos de motociclistas que buscam aventura, liberdade e um estreito contato com a natureza. Para os primeiros passos nas trilhas fechadas ou em um passeio off-road, alguns cuidados sÆo fundamentais. Confira algumas dicas de equipamentos, manuten‡Æo preventiva e de como obter melhor rendimento de sua motocicleta. Detalhe: nÆo encare a compra de equipamentos como gasto, mas sim um investimento em sua seguran‡a.

“Uma boa trilha come‡a quando acaba outra, j  que as revisäes preventivas se iniciam logo que a moto deixa a lama”, explica Celso Renato, chefe da equipe IMOCX Racing e criador da Trail Trip, empresa que organiza passeios fora-de-estrada. Segundo o experiente trilheiro, ‚ importante verificar se h  pontos de vazamento como, por exemplo, nas juntas do motor ou nas suspensäes. Confira tamb‚m o desgaste do kit de transmissÆo – corrente, coroa e pinhÆo. NÆo esque‡a de limpar o filtro de ar. Para concluir, explica Celsinho, “confira os rolamentos da roda e tamb‚m da caixa de dire‡Æo e o ¢leo das suspensäes”. NÆo se esque‡a de fazer a lubrifica‡Æo geral da moto (corrente, cabos e manetes).

Segurança fora-de-estradaDicas de calibragem – NÆo fa‡a economia neste quesito. Pneus em boas condi‡äes sÆo fundamentais para um passeio tranqilo. NÆo esque‡a, o pneu dianteiro ‚ o respons vel em dar dire‡Æo em sua moto. Por isso, sempre ‚ aconselh vel rodar com um pneu novo, de preferˆncia de borracha macia (soft). A melhor configura‡Æo para se praticar o off-road ‚ pneu macio na dianteira e m‚dio na roda traseira. Outro erro que acontece com bastante freqˆncia ‚ baixar a calibragem dos pneus. Com baixa calibragem e piso seco, os pneus ficam mais vulner veis a furos. Como o objetivo ‚ melhorar a aderˆncia, o ideal ‚ deixar ambos os pneus com 18 libras. Em piso molhado e escorregadio, 14 libras est  de bom tamanho. Nas trilhas, os mais precavidos levam ainda uma cƒmara sobressalente, emenda para corrente, um peda‡o de arame fino e algumas ferramentas. O telefone celular tamb‚m ‚ uma boa pedida! Outra boa dica de seguran‡a ‚ nunca fazer uma trilha sozinho.

Equipamentos de seguran‡a – Como o piloto estar  sempre exposto, os equipamentos de seguran‡a sÆo fundamentais. Hoje, o trilheiro de final de semana ou os pilotos profissionais tem in£meras op‡äes no mercado (confira a se‡Æo Showroom). “Para come‡ar utilize capacete espec¡fico para o off-road, al‚m de ¢culos de prote‡Æo e roupas apropriadas (feitas com tecidos resistentes). Bota de cano alto, joelheira, cotoveleira e luva tamb‚m sÆo indispens veis”, explica Celsinho. Segundo o moto-aventureiro, evite colocar o colete (ou conjuntos integrais) por cima da camiseta. “A probabilidade do piloto se “enroscar” em algum galho ‚ grande”, completa. Ele ainda diz que para uma maior seguran‡a joelheira articulada e protetor de pesco‡o tamb‚m podem ser usados.