Segurança será marca registrada do Sertões Séries

Trabalho técnico eficiente minimiza riscos, mas em caso de acidentes, equipe médica especializada estará a postos para resgate e atendimento

A primeira etapa do Sertões Series acontece nos dias 28 e 29 de maio em Avaré, localizada a 260 quilômetros de São Paulo. Apesar de ser uma nova competição, a prova terá o padrão de excelência da Dunas Race, empresa organizadora do evento e responsável também pelo Rally Internacional dos Sertões, a segunda maior prova do gênero do mundo. Além da esportividade, a segurança será marca registrada da disputa, que contará com provas nas categorias carros, caminhões, motos e quadriciclos e terá cerca de 180 participantes inscritos.

A preocupação com a segurança começa muito antes da largada da primeira bateria. Neste tipo de competição, as informações da planilha, obtidas a partir do levantamento técnico, são fundamentais. “Na Dunas Race, esse trabalho está a cargo do Edu Sachs há muito anos e sempre é feito com a maior responsabilidade. Isso traz uma tranqüilidade muito grande para toda a organização, já que a qualidade da planilha é inversamente proporcional ao número de acidentes”, afirmou Marcos Moraes, organizador do Sertões Series.

Moraes ressaltou que todo o percurso de 134 quilômetros dessa primeira etapa do Sertões Series está localizado dentro de uma fazenda, o que dificultará o acesso de terceiros. A propriedade conta com um sistema de comunicação de rádio por repetidora, com ótima cobertura na região. “Essa eficiência permitirá uma interação perfeita entre a parte técnica e a médica”, afirmou.

Já a equipe médica é coordenada por Jorge Ribeira, que tem 12 anos de experiência em competições off road. Todos os profissionais são especializados em atendimento de trauma. Parte da equipe integra o Grupo de Resgate de Atendimento de Urgência (GRAU) e do hospital da Universidade de São Paulo (USP).

De acordo com Ribeira, este tipo de atendimento se assemelha à medicina praticada em campos de guerra. “A situação off road traz este conceito mais próximo pelas adversidades do ambiente e as intervenções iniciais, muitas vezes tem de ocorrer in loco. A equipe médica pensa rápido e tem de agilizar a terapia e o transporte”, afirmou.

Enquanto uma parte da equipe circula em paralelo à competição em um veículo 4×4, com amplo conhecimento dos acessos, outra acessa por fora a largada e a chegada, junto às ambulâncias equipadas com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atendimento e, se necessário, providenciar a remoção para o hospital mais próximo. “Nosso trabalho consiste em posicionamento estratégico, ampla atenção aos pontos de maior probabilidade de acidente e escuta plena, em radio, da equipe técnica, e rapidez para atender os acidentes”, afirmou.

Para os competidores, esse cuidado com a segurança é um diferencial das provas organizadas pela Dunas Race. “Com o Sertões Series, a Dunas impõe um novo padrão para os ralis de curta duração. Os grandes diferenciais são a organização para a estrutura de apoio e especialmente para a segurança dos pilotos. Acho que esta competição tem tudo para virar um referencial”, afirmou Andrea Villela, chefe da equipe Off Rush, que terá dez competidores na categoria motos.

Confira o site do evento: www.sertoes.com