Foto: Ilustração Rinus

Seguro DPVAT pagou mais de 130 mil indenizações de morte e invalidez

Foto: Ilustração Rinus

Foto: Ilustração Rinus

Nos oito primeiros meses deste ano, foram pagas pelo DPVAT, o Seguro do Trânsito, mais de 165 mil indenizações em todo país, atingindo o valor de R$ 1,3 bilhão. Do total de indenizações pagas, 130.889 foram por morte e por invalidez permanente. Dentre as vítimas, 23.645 eram passageiras, 65 mil eram motoristas dos veículos e mais de 42 mil eram pedestres. A quantidade chama atenção por representar mais que a população total de um município, como Porto Seguro. As atividades da Semana Nacional de Trânsito, que começam neste sábado, 18/09/10, irão alertar a sociedade sobre a importância do uso do cinto de segurança e da cadeirinha para salvar vidas e reduzir os danos causados com os acidentes.

Segundo as estatísticas do DPVAT, do total de indenizações pagas por morte e por invalidez permanente, cerca de 1.043 foram para acidentes envolvendo crianças de zero a dez anos, transportadas dentro de automóveis.

De acordo com o diretor-presidente da Seguradora Líder DPVAT, Ricardo Xavier, dados da NHTSA, agência norte-americana de segurança viária, mostram que o uso correto de dispositivos de segurança em crianças podem reduzir 71% das fatalidades com bebês de até um ano, e em 54% na faixa de um a quatro anos. “Além dos cuidados com a utilização correta da cadeirinha, é preciso reforçar na população adulta a importância do cinto de segurança no banco de trás. O risco de morte de um motorista, devido ao impacto causado pelo passageiro do banco traseiro sem cinto, é cinco vezes maior do que seria se esse passageiro estivesse usando o cinto de segurança,” explica.

A Seguradora Líder DPVAT, atual responsável pela administração do Seguro DPVAT, tem o objetivo de assegurar à população, em todo o território nacional, o acesso aos benefícios do DPVAT. A seguradora tem investido em campanhas publicitárias com o objetivo de ampliar o conhecimento da população sobre o seguro. “O procedimento para solicitar a indenização é simples, gratuito e não exige a contratação de intermediários. Informações podem ser obtidas pelo 0800 022 12 04,” afirma Ricardo Xavier.

Mais sobre o DPVAT
O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, mais conhecido com DPVAT, o Seguro do Trânsito, existe desde 1974. É o único seguro no Brasil, e talvez no mundo, que dá cobertura à totalidade da população de um país, inclusive a visitantes estrangeiros que sejam vítimas de acidentes de trânsito dentro do nosso território.

O DPVAT é um seguro de caráter social que indeniza vítimas de acidentes de trânsito, sem apuração de culpa. Estão cobertos pelo Seguro DPVAT todos os cidadãos, em qualquer parte do território nacional, estejam na condição de motorista, passageiro ou pedestre. O DPVAT oferece coberturas para três naturezas de danos: morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e hospitalares (DAMS).

Serviço
Para esclarecer as dúvidas, basta entrar em contato com: Central DPVAT – 0800 022 12 04 – funcionamento diário
Site DPVAT: www.dpvatseguro.com.br

Como solicitar a indenização
Para dar entrada no pedido de indenização é simples: basta se dirigir à seguradora consorciada mais próxima e entregar a documentação necessária. É importante lembrar que não é preciso intermediários para solicitar a indenização. O prazo para o pedido da indenização é de 3 anos, a contar da data do acidente.

O pagamento das indenizações é feito através de crédito em conta corrente ou conta poupança, ficando a critério do beneficiário.

Do total arrecadado pelo DPVAT:
– 45% são repassados ao Ministério da Saúde, para custeio do atendimento médico-hospitalar às vítimas de acidentes de trânsito em todo país.

– 5% são repassados ao Ministério das Cidades, para aplicação exclusiva em programas destinados à prevenção de acidentes de trânsito.

NR: confira mais sobre DPVAT publicado em jun/2009, link abaixo.