!cid_image001

Sem moleza

Eric Granado volta a pilotar amanhã em Jerez de la Frontera, na Espanha, em franca recuperação das fraturas na mão e pé, sofridas há um mês numa queda em treino com sua Aprilia 125 Especial. Participa nestas terça e quarta-feiras dos últimos treinos coletivos oficiais para o campeonato espanhol de 125 Especial. E após um intervalo de duas semanas, que passará no Brasil em tratamento e treinando em sua equipe Mobil Rush Racing Team, volta à mesma pista, dia 17 de abril, na etapa de abertura do campeonato espanhol.

A rotina do jovem piloto de 14 anos, favorito para o título na temporada espanhola, ainda é dura, rigidamente controlada e toda tomada pela recuperação ortopédica. Amanhã, por exemplo, ele que já está em Jerez acorda às 6 horas da manhã e com gelo no pé e na mão vai tomar café. Treina das 8:30 até as 17:00horas, depois mais gelo, jantar e cama na boca da noite. Na quarta-feira estará de pé às 6 horas, café da manhã com gelo, outra sessão de treinos até as 17 horas.

No mesmo dia, quarta-feira à noite, mais gelo depois do treino e de muletinha “estilizada” com adesivos de corrida, segue para Madri e de lá para o Brasil, chegando na sexta-feira de manhã às seis horas, se o voo não atrasar E vai para a escola porque tem trabalhos para entregar, conta a mãe que controla a agenda – ele viaja com o pai.

Nos dias seguintes que passa no Brasil, começando pelo ajuste mantido ao fuso horário espanhol, quatro horas adiante, segue numa rotina muito controlada, ainda visando a recuperação e consolidação ortopédica. Alguns treinos com moto em Interlagos, almoçando de marmita no colégio para manter o horário, aulas, lições, trabalhos, fisioterapia – sem moleza.