Sem pista para treinar,Carioca, chega em terceiro no TNT SBK

Único piloto de Minas Gerais entre os quase 150 das sete categorias do SuperBike Series, Adriano Nogueira, o “Carioca”, vive um dilema: realizar o sonho de correr no evento de motovelocidade do Brasil frente à dificuldade de não ter onde treinar.

Mineiro de Pouso Alegre, a 384 km de Belo Horizonte, Carioca chegou em terceiro lugar na abertura do TNT SBK, na categoria Pro AM 1000 cilindradas, no final de semana passado.

Como as etapas do campeonato são realizadas aos finais de semana e em outros Estados, durante a semana, o piloto, que é empresário na cidade mineira, não tem local para treinar. “Em nenhuma cidade da região tem uma pista onde eu possa correr. Nem mesmo em Belo Horizonte”, lamenta. A alternativa encontrada por Carioca foi pedir à prefeitura do município autorização para treinar no aeroporto da cidade, aproveitando a grande reta da pista. “Sei que não é o ideal, mas é a forma que encontrei para me manter em forma para as provas”, ressalta.