MVAgustaF4

Séria dúvida sobre amortecedor de direção

O motonliner Rafael Thomé está intrigado com o amortecedor de direção de sua superbike. Acompanhe.

Amortecedor de direção: manual ou eletrônico?

Amortecedor de direção: manual ou eletrônico?

“Há muito tempo venho pesquisando sobre os amortecedores de direção, mas uma dúvida ainda me persegue! Possuo uma MV Agusta F4 1000R e ela tem amortecedor de direção manual, enquanto as R1 e CBR’s dos meus amigos o amortecedor de direção é eletrônico. Eu gostaria de saber quais as reais diferenças de cada um e se essas diferenças de um para outro são assim tão drásticas? Preciso trocar para um eletrônico na minha moto? Porque a MV optou por manual?”

Veja o que o Bitenca respondeu!

Rafael, a diferença básica, como você sabe, é que o amortecedor de direção eletrônico atua mais conforme a velocidade da moto aumenta. O mecânico tem um acionamento constante, independente da velocidade da moto.
A moto se mantém em pé por causa da força giroscópica das rodas, principalmente. Porém esta força pode sofrer o efeito de outras forças, como num pião ou numa moeda rolando no chão. O equilíbrio das forças em rotação pode ser afetado por algum movimento lateral que provoca uma oscilação. Essa oscilação pode aumentar de tal forma até que a moeda ou o pião caiam, sem maiores consequências. Isso pode acontecer também com a motocicleta e, neste caso, com consequências sérias.

Portanto, a força que o amortecedor de direção eletrônico pode fazer em velocidade é muito maior e assim evitar as oscilações mais poderosas, sem atrapalhar os movimentos da direção em velocidades menores, principalmente no uso urbano porque a sua atuação é mais branda ou nula. O mecânico, por não ter essa variação associada à velocidade, conforme o ajuste pode atrapalhar as manobras em baixas velocidades e/ou não ter a força suficiente para impedir uma oscilação mais poderosa em alta velocidade.
Sobre a opção da MV Agusta para a F4 pelo amortecedor de direção manual, isso pode ter relação com vários fatores. No entanto, acredito mais no aspecto da marca querer manter seu conceito purista, que faz motos voltados para a esportividade e escolheu esse sistema como uma indicação de que essa moto é dedicada exclusivamente a altas velocidades. Mas isso é só uma conjectura. Na primeira oportunidade, vamos verificar se os projetistas da MV Agusta poderão nos responder a essa indagação. Obrigado pela pergunta e abraços!