Sete alunos do Senai-SP representam o Brasil no Torneio de Formação Profissional do Mundo

O Worldskills será realizado de 1º a 7 de setembro, no Canadá, com a participação de 900 estudantes de 50 países.

Oito dos 24 estudantes que representarão o Brasil no WorldSkills Competition, o maior torneio de formação profissional do mundo, a ser realizado em Calgary, no Canadá, de 1º a 7 de setembro, são de São Paulo, sendo sete do SENAI-SP.

Os competidores paulistas enviados à província de Alberta, sede da competição neste ano, tentarão o pódio nas habilitações de Desenho Mecânico em CAD, Polimecânica, Instalação e Manutenção de Redes PC, Mecatrônica, Fresagem a CNC, Eletrônica Industrial e Cozinha, que estreia na competição internacional com o SENAC.

Os jovens, que estudaram nas unidades do SENAI-SP instaladas nos municípios de Bauru, São Caetano do Sul, Araraquara e Campinas, competirão com 900 estudantes de 50 países.

Outros seis estados – Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Alagoas, Goiás, Rio Grande do Norte e o Distrito Federal – defenderão o Brasil nas modalidades de Confeitaria, Tecnologia da Informação, Design Gráfico, Soldagem, Mecânica de Refrigeração, Eletricidade Predial, Manufatura Integrada, Joalheria, Revestimento Cerâmico, Web Design, Robótica Móvel, Tornearia a Comando Numérico Computadorizado e Cabeleireiro.

Realizado há mais de meio século, o torneio é promovido pela International Vocational Training Organization a cada dois anos. Seu objetivo é fomentar o intercâmbio entre estudantes ou jovens profissionais de várias regiões do mundo, que buscam o aprimoramento profissional por meio da troca de experiências e do contato com novas competências.
Desde sua estreia na competição em 1983, o Brasil foi representado pelo SENAI e, a partir deste ano, passa a contar com o reforço do Senac.
Na edição passada, a entidade conquistou 2 medalhas de ouro, três de prata, quatro de bronze e sete certificados de excelência, ficando em segundo lugar entre 48 países participantes.
Antes de chegar nesta etapa, os alunos passaram por seletivas locais e estaduais e encararam uma maratona de treinamentos para reforçar a execução de exercícios teóricos com alto grau de dificuldade e adquirir domínio das tarefas práticas. Toda esta fase de preparação é complementada por acompanhamento nutricional, físico e psicológico.

Confira a delegação brasileira no Canadá:
Fernando José Mangili Luiz – Desenho Mecânico em CAD – Bauru
Arthur Colasso Camargo – Polimecânica – Bauru
Eduardo Bodini Santiago Jr. – Instalação e Manufatura de Redes PC – Bauru
Dariel de Lira Gomes e Marcio Vitor da Silva – Mecatrônica – São Caetano do Sul
Danilo Rafael de Oliveira Silva – Fresagem a CNC – Araraquara
Mateus Benedetti Freitas – Eletrônica Industrial – Campinas
Gabriel dos Santos Moraes – Cozinha – Capital
Maria Marília Alves dos Santos – Confeitaria – Alagoas
Tiago Alves Nogueira de Souza – Tecnologia da Informação – Alagoas
Helena Neves Quintas Simões – Design Gráfico – Distrito Federal
Rafael Soares Borges – Soldagem – Goiás
Mackson Elias dos Santos – Mecânica de Refrigeração – Rio Grande do Norte
André Didoné – Eletricidade Predial – Rio Grande do Sul
Gilson J. Maus, Gustavo Bock e Luiz R. Buzanelo – Manufatura Integrada – Rio Grande do Sul
Alexandre Concari – Joalheria – Rio Grande do Sul
Geverson Abreu Shimitt – Revestimento Cerâmico – Rio Grande do Sul
André Luiz Martins Ramos – Web Design – Santa Catarina
Andrei R. Delegante e Kledson Alves – Robótica Móvel – Santa Catarina
Weliton Batisti – tornearia a Comando Numérico Computadorizado – Santa Catarina
Lia Rebecca Alam Mendonça – Cabeleireiro – Ceará