Sétimo nos treinos livres, Maycon Zandavalli se diz satisfeito com trabalho no Velopark

No primeiro contato com circuito gaúcho, piloto da Spiga Racing aponta evolução no acerto da moto e prevê “loteria” meteorológica para corrida

Maycon Zandavalli teve um dia de trabalho intenso nesta sexta-feira (10), primeiro dia de treinos livres para a sexta etapa do TNT Superbike no autódromo gaúcho do Velopark. O piloto paranaense foi apenas sétimo colocado no resultado combinado das práticas do dia, mas mostrou satisfação com o trabalho de acerto da Honda CBR 1000RR número 28 da Spiga Racing/RoninTools. “Nós estamos no caminho certo, vai dar para correr pelo pódio”, avisou.
A desvantagem de 0s882 em relação ao paulista Bruno Corano, o mais rápido em todas as sessões do dia, não representa preocupações para o piloto da cidade de Cascavel. “Foi um dia que resolvemos dedicar ao trabalho de acerto. A gente veio para cá com dois dias de desvantagem, o pessoal ali da ponta treinou por dois dias aqui no início da semana, eu estava na Itália. Só cheguei aqui ontem (quinta) à noite, precisando ainda me adaptar ao fuso”, disse.

Zandavalli viu desafios no traçado de 2.278 metros do Velopark, em Nova Santa Rita. “É uma pista curta, onde não dá para acelerar tanto, e que exige bem mais preparo físico, isso vai ser uma coisa decisiva na corrida. Parece um pouco um kartódromo, digamos assim”, comparou. “A temperatura está variando muito e a previsão para o fim de semana não é muito precisa. O Bruno está muito forte, é claro, mas a previsão é quase uma loteria”, comentou.

A programação do TNT Superbike para este sábado no Velopark prevê três sessões de treinos classificatórios, a partir das 8h30, das 10h40 e das 13h35. A Superpole, confrontando os 10 mais rápidos do dia, está agendada para 14h40. A corrida de domingo terá largada às 10h, com transmissão ao vivo em áudio e vídeo pelo site www.superbike.com.br – a narração será de Luciano Monteiro e a geração de imagens, da Master TV.

Combinados os resultados das três sessões livres da sexta, os melhores tempos de cada piloto no primeiro dia de atividades em pista no Velopark foram os seguintes:

1º) Bruno Corano (SP/Suzuki), Pró, 58s490
2º) José Luís Teixeira Júnior (SP/Yamaha), Pró, 58s790
3º) Sarin Carlesso (RS/Suzuki), Pró, 59s111
4º) Diego Pretel (SP/Honda), Pró-Amador, 59s243
5º) Alecsandre Brieda di Grandi (SP/Honda), Pró, 59s279
6º) Murilo Colatrelli (SP/Honda), Pró, 59s318
7º) Maycon Zandavalli (PR/Honda), Pró, 59s372
8º) Rodrigo di Benedictis (SP/Honda), Pró, 59s711
9º) Bruno da Silva (SP/Yamaha), Pró, 1min00s655
10º) Alan Douglas (SP/Honda), Pró-Estreante, 1min00s716
11º) Danilo Lewis (SP/Hona), Supersport Pró, 1min01s349
12º) Heber Pedrosa Santos (SP/Honda), Pró, 1min01s536
13º) Giovani Mocelin (RS/Honda), Pró-Amador, 1min01s621
14º) Anderson Mocelin (SP/Honda), Pró-Amador, 1min02s430
15º) Anderson Fernando (SP/Suzuki), Pró-Amador, 1min02s797
16º) Ivan Gouveia (SP/Suzuki), Pró-Amador/Estreante, 1min02s948
17º) Rodrigo Schirmann (SP), Pró-Estreante, 1min03s064
18º) Wado Gomes (SP/Yamaha), Pró-Amador, 1min03s544
19º) Ricardo Pelosini (SP/Honda), Pró-Amador, 1min03s878
20º) Ricardo Gornati (SP/Honda), Pró-Máster, 1min04s140
21º) Júlio Checchia (SP/Honda), Pró-Amador, 1min04s173
22º) Nelson Tomilheiro (SP/Honda), Pró-Amador, 1min04s888
23º) Fernando Ferraz (SP/Yamaha), Pró-Amador/Estreante, 1min04s952
24º) Eduardo Duller (SP/Honda), Pró-Amador, 1min05s872
25º) Newton Patrício Crespi (SC/Honda), Pró-Amador, 1min06s019
26º) Alessandro Ferraz (SP/Suzuki), Pró-Estreante, 1min06s209
27º) Pedro Gonçalves (SP/Kawasaki), Pró-Estreante, 1min06s247