Setor de motociclos perto da meta de crescimento

O setor de motociclos encerrou os primeiros nove meses do ano com um crescimento de 9,1% no mercado interno e de 97,2% nas exporta‡äes, em compara‡Æo com o mesmo per¡odo do ano passado.

No total, entre janeiro e setembro de 2003, 641.862 motocicletas foram comercializadas no atacado, ante 588.573 no ano passado, enquanto 74.937 foram destinadas a outros pa¡ses – no mesmo intervalo de 2002, foram 38.006.

Em setembro, com a oficializa‡Æo dos modelos da linha 2004, que chegam …s concession rias em outubro, houve uma conten‡Æo de estoque nas concession rias para receber os novos modelos. Como resultado, o ¡ndice mensal de vendas no atacado foi 15,1% menor do que o do mˆs de agosto, com 62.216 unidades – o n£mero tamb‚m ‚ inferior, em 5,6%, ao registrado em setembro de 2002. A queda nÆo reflete, por‚m, o dinamismo do mercado, uma vez que as vendas no varejo permaneceram dentro dos patamares previstos.

As exporta‡äes, por sua vez, fecharam o mˆs com um pequeno recuo de 2,6% em rela‡Æo a agosto, com 10.880 motocicletas. Entretanto, ante o mesmo per¡odo do ano passado, nota-se um crescimento de 28,5%. O n¡vel de produ‡Æo, que em agosto obteve recorde hist¢rico, se manteve acima das 80 mil unidades/mˆs, com 84.116 motocicletas fabricadas em territ¢rio nacional.

Segundo o presidente da Abraciclo, Yuji Horie, a previsÆo ‚ que as vendas cres‡am ainda mais com a chegada dos modelos da linha 2004 e a realiza‡Æo de um evento de grande porte relacionado ao setor, compensando a retra‡Æo registrada no mˆs passado. “Eventos da amplitude do SalÆo das Duas Rodas, com previsÆo de p£blico superior a 200 mil pessoas, 328 expositores e 716 marcas, refletem o potencial da ind£stria do segmento de duas rodas no Pa¡s, que segue firme em dire‡Æo … meta de 15% de crescimento em 2003″, afirma o presidente da Abraciclo.