abs-bosch-moto-1

Sistema de freios ABS celebra 40 anos

A alemã Bosch está celebrando os 40 anos do freio ABS, uma criação sua que revolucionou a segurança ativa em veículos de duas e quatro rodas. A empresa registrou a primeira patente do Sistema Antibloqueio de Frenagem em 1936 (sim, já se falava no assunto dois anos antes da VW lançar o Fusca!) e o introduziu pela primeira vez num carro de passeio em 1978, escolhendo Mercedes Classe S para receber a segunda geração do equipamento. A versão para motocicletas surgiu dez anos mais tarde, em 1988.

Dois anos antes da Volkswagen apresentar o Fusca, a Bosch já fazia a primeira patente do Sistema Antibloqueio de Frenagem. ABS passou a equipar carros de passeio em 1978, com o Mercedes Classe S (foto)

Dois anos antes da Volkswagen apresentar o Fusca, a Bosch já fazia a primeira patente do Sistema Antibloqueio de Frenagem. ABS passou a equipar carros de passeio em 1978, com o Mercedes Classe S (foto)

Após lançado, o dedicado trabalho de engenharia fez com que o ABS evoluísse rapidamente. Se em 1978 ele pesava 6,2 kg a geração 5 (de 1988) tinha peso reduzido para 3,8 kg e a seguinte, 5.3, de 1993, pesava 2,6kg. Atualmente, a décima geração do sistema pesa menos de 500 gramas.  “Em 1989, o design compacto da unidade de comando eletrônico permitiu que a mesma fosse montada diretamente no modulador hidráulico, o que diminuiu drasticamente o peso total do equipamentona geração 2E”, explica a marca sobre os primeiros modelos que, na sequência, receberam novas válvulas solenoides – gerando mais redução de peso.

Bosch é pioneira no desenvolvimento do sistema de frenagem. Só no Brasil já produziu mais de 6 milhões de unidades

Bosch é pioneira no desenvolvimento do sistema de frenagem. Só no Brasil já produziu mais de 6 milhões de unidades

Em 2001, nova revolução. Aperfeiçoado para sua geração 8, possibilitou o desenvolvimento de novas tecnologias como o Sistema de Controle de Tração (TCS) e Programa de Estabilidade Eletrônica (ESP®). Dois anos mais tarde, em 2003, a Bosch celebrava o marco de produção de 100 milhões de unidades do sistema de frenagem.

ABS Bosch no Brasil e em motos

Atualmente a empresa possui 11 plantas ao redor do mundo e todas trabalham conectadas, desenvolvendo projetos conjuntamente. A unidade brasileira fica em Campinas (SP) e foi inaugurada em 2007, ano em que a Bosch já passou a oferecer peças nacionalizadas ao mercado brasileiro e, de lá pra cá, produziu mais de 6 milhões de unidades para o Brasil.

Sistema chegou às motos em 1988 e já está em sua décima geração

Sistema chegou às motos em 1988 e já está em sua décima geração

O ABS passou a ser obrigatório em veículos zero quilômetro aqui apenas em 2014. No mesmo ano, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) emitiu uma resolução determinando o uso do dispositivo nas duas rodas para motos com cilindrada maior ou igual a 300 cm³ e em pelo menos uma das rodas para veículos menores que 300 cm³. Neste caso, o fabricante também pode optar ainda pelo Sistema de Freios Combinados (CBS –Combined Braking System). “A adoção do sistema passou a ser realizada de forma escalonada desde o ano passado e, a partir de janeiro de 2019, 100% dos modelos comercializados no país devem sair de fábrica seguindo a legislação”, relembra a Bosch.

A partir de janeiro de 2019 todas as motos brasileiras chegarão às lojas com sistema ABS (acima de 300 cm³) ou CBS (abaixo de 300 cm³). Honda implantou sistema até na versão de entrada da CG 160, a Start, com freios a tambor

A partir de janeiro de 2019 todas as motos brasileiras chegarão às lojas com sistema ABS (acima de 300 cm³) ou CBS (abaixo de 300 cm³). Honda implantou sistema até na versão de entrada da CG 160, a Start, com freios a tambor

Linha do tempo ABS Bosch

1936: Bosch registra a patente para “o mecanismo que previne o travamento das rodas em veículo a motor”.
1970: Protótipo ABS 1 funcionou com todos as funções desejadas; contudo a durabilidade e confiança do sistema não eram suficientes.
1978: Produção em série do primeiro sistema de frenagem antitravamento em carros da Mercedes-Benz e, logo após, da BMW.
1981: Bosch fabrica o sistema número 100 mil; o sistema passa a equipar também veículos comerciais.
1985: Bosch instala o equipamento nos veículos dos Estados Unidos pela primeira vez.
1986: Um milhão de ABS produzidos pela Bosch.
1987: Começa a produção em série do TCS – Sistema de Controle de Tração para carros de passeio.
1988: Primeiro ABS para motocicletas é lançado no mercado.
1989: A versão 2E é o primeiro com a unidade de controle eletrônica montada diretamente no módulo hidráulico (unidade integrada).
1992: Bosch atinge a produção de 10 milhões de sistemas.
1993: Produção em série da versão 5.0 da Bosch.
1995: Produção em série da versão 5.3 e do ABS para motocicletas. Introdução do ESP® – Controle Eletrônico de Estabilidade.
1998: Bosch começa a produção da evolução 5.7.
1999: 50 milhões de sistemas ABS Bosch.
2001: Produção em série da versão 8.
2003: 100 milhões de sistemas produzidos.
2004: ABS é equipamento de série em 15 países membros da União Europeia.
2007: Primeira fábrica de freios ABS é inaugurada no Brasil.
2009: Bosch lança a geração 9 do equipamento para motocicletas.
2014: Em Tochigi, no Japão, Bosch produz 1 milhão de ABS para motos e o item passa a ser obrigatório em todos os carros zero quilômetro no Brasil.
2016: Bosch lança a geração 10 para motocicletas.
2017: Produção nacional: 6 milhões de ABS produzidos no Brasil.
2018: 40 anos do Sistema Antibloqueio de Frenagem (ABS).

Separador_seguranca



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.