smartebike3

Smart ebike

E mobilidade elétrica também em duas rodas – e a smart ebike já entrou em produção, com seus primeiros exemplares sendo mostrados no salão Eurobike em Friedrichshafen de 31 de agosto a 3 de setembro, e agora no Salão de Frankfurt de 13 e 25 de setembro.

Desenvolvido e produzido em cooperação com a fabricante de bicicletas elétricas Grace, perto de Berlim, ela será lançada no primeiro semestre do ano que vem. A diretora executiva principal da companhia, Annette Winkler, diz que “A smart ebike é uma verdadeira smart – mas em duas rodas. Não apenas é uma bicicleta extremamente bem desenhada, que certamente receberá olhares admirados na cidade, mas é também facílima de usar. Qualquer um poderá atravessar a cidade com ela sem se cansar. E precisa de menos espaço do que o (automóvel) smart fortwo.”

A mobilidade assistida em duas rodas chegou para ficar. De acordo com a associação alemã da indústria de duas rodas (ZIV), as vendas de bicicletas elétricas na Alemanha subiram de 70.000 unidades/ano em 2007 para 200.000 em 2010. Na Europa como um todo, em 2007 cerca de 200 mil pessoas optaram por uma bicicleta elétrica, e em 2009 este número havia crescido para 500 mil, seguida, um ano mais tarde, por 500 mil – um aumento de 40% em um ano.

Com um design nada convencional, seguindo o estilo dos automóveis da marca, funções adequadas para a cidade e altos padrões de tecnologia, a smart está em excelente posição de mercado.

Annette Winkler: “Na smart, há anos viemos ganhando experiência com trens de força elétricos e com as necessidades de mobilidade das pessoas que vivem em cidades. A smart bike é o produto lógico desta experiência e complementa muito bem o smart fortwo. Nós ouvimos o que as pessoas queriam numa bicicleta urbana perfeita e respondemos com soluções inteligentes, como o porto USB integrado para smartphones e recuperação de energia durante frenagens. A smart ebike é um produto realmente de alta tecnologia e seu preço de menos de 2.900 euros na Alemanha a torna uma opção muito atraente.”