Smith foge para a vitória em Espanha (GP 125)

Smith foge para a vitória em Espanha (GP 125)

Smith foge para a vitória em Espanha (GP 125)

Naquele que foi o seu 50º GP, Bradley Smith disparou para a primeira vitória da carreira com uma margem de 13 segundos no Grande Prémio bwin.com de Espanha.

Bradley Smith, da Bancaja Aspar, mereceu totalmente a primeira vitória da carreira naquele que foi o seu 50 Grande Prémio este domingo em Jerez. Um triunfo verdadeiramente espectacular.

Normalmente um piloto relativamente fraco nas partidas, Smith largou de forma brilhante, começando desde logo a estabelecer boa vantagem na frente da corrida. A meio da prova o jovem de 18 anos de Oxfordshire, Inglaterra, contava já com 18 segundos de margem, levando a cabo corrida solitária para acabar por vencer com 13 segundos de intervalo sobre os demais na primeira vitória da carreira.

Enquanto isso, o homem da pole, Julián Simón, sofreu aparatosa queda, sendo cuspido da moto na quinta volta quando rodava em segundo e, para desgosto do público da casa, o espanhol não teve como regressar à corrida.

Antes do contratempos de Simón, um acidente na primeira volta com o líder da classificação Andrea Iannone (Ongetta Team I.S.P.A) fez com que o britânico não tivesse concorrência rumo ao triunfo, terminando o dia a um ponto de Iannone na tabela classificativa, já que o italiano cruzou a linha de meta em 19º.

Atrás de Smith assistiu-se a soberba batalha pelo pódio ao longo de toda a corrida entre o seu companheiro de equipa Sérgio Gadea e Marc Márquez (Red Bull KTM). Gadea revelou-se mais forte e terminou em segundo, enquanto Márquez ajudou à festa do público espanhol ao fazer com que fossem dois os pilotos da casa a terminar entre os três primeiros.

A lista dos cinco primeiros contou apenas com nomes britânicos e espanhóis, com Scott Redding (Blusens Aprilia) e Efrén Vázquez (Derbi Racing Team) a verem a bandeira de xadrez logo atrás de Gadea e Márquez.

Sandro Cortese (Ajo Interwetten), Pol Espargaró (Derbi Racing Team), Danny Webb (Degraaf Grand Prix), Dominique Aegerter (Ajo Interwetten) e Nico Terol (Jack & Jones) completaram o Top 10, todos eles a terminarem a menos de seis segundos de Gadea.

Referência ainda a Jonas Folger (Ongetta Team I.S.P.A) que partiu de 35º da grelha para lutar pelo pódio nos momentos finais da corrida, mas acabou por sofrer queda na penúltima volta.