Sol, chuva e os campeões do Carnacross de Três Ranchos

Sol, chuva e os campeões do Carnacross de Três Ranchos

Sol, chuva e os campeões do Carnacross de Três Ranchos

Realizada neste final de semana, a 23ª edição do Carnacross em Três Ranchos – GO, onde aproximadamente 8 mil pessoas em volta de uma pista de 1200mts, em um final de semana que começou com chuva, passou a um sol forte, seguido de chuvas fortes que cancelaram parte dos treinos de sabado e tres baterias no domingo, este publico assistiu a sete baterias com a participação de mais de 300 inscritos de GO, DF, MG, PA, SP, TO e outros.

Esta prova anual é muito importante não apenas sob aspecto turístico para a cidade que sedia a prova mais tradicional do Motocross Goiano, mas também do ponto de vista esportivo, onde são experimentadas as modificações a serem usadas durante toda a temporada do Motocross, tanto no Campeonato como em todas as demais provas no estado, em enquadramento de pilotos, regulamentos técnicos, etc, tudo isto será analisados nos próximos dias, para estar pronto para a abertura do Goiano nos dias 23 e 24 de abril.

No domingo cedo foi servido ótimo café da manhã aos pilotos e equipes, promovido pela 1ª dama Danila e equipe da Ação Social, enquanto a pista era reparada pela organização, bastante castigada pela chuva durante toda a noite.

Na Intermediaria, com 46 inscritos e pista pesada, o vencedor foi da prova foi Lucas Fernando Bottcher Frazão, seguido de Cesar Xavier da Silva, Marcos Guilherme de Lima, Victor Barto Gontijo e Fabio Rodighero.

A bateria da MX 2 com 20 inscritos, teve como vencedor Everaldo Rodrigues Lima Filho seguido de Deni Marques Filho, Cesar Vinicius Costa Boaventura, Kurt Rudolf Feichtenberger, Victor Borba Gontijo Silva, Wolney Ferreira de Lima, Marcelo Pires Paiva, Bruno Airton Leles, João Batista Barbosa Filho e Marcelo dos Santos Barella.

A Nacional B para pilotos novatos largou com gate cheio e teve como vencedor Wildemberg Carvalho Silva, seguido de Raphael Henrique Silva Adorno, Arthur Basan, Phaber Cruvinel Nunes e Juary Cardoso de Aquino.

A MX3 com 26 inscritos teve como vencedor o piloto do Pará Marcos Antonio Barcelos, seguido de Alexandre Vaz da Costa, Marcelo dos Santos Barella, Diogenes Marcondes Neto e Jose Amazilio Correa Camargo.

Nas 50cc o vencedor foi Luiz Felipe Coelho Vale da Rocha, seguido de João Paulo Pereira Alves, Davi Lima e Eliomar Gonçalves Pereira Netto.

A categoria que estáva em teste, a nova MX4, tambem com 26 inscritos, teve como vencedor João Batista Barbosa Filho, seguido de Roberto de Souza Pires, Jonatas Rodrigues Caixeta, Elair Jose de Leles e Ailton Vieira Rezende

As 65cc entraram em seguida e João Victor Rodrigues Caixeta venceu seguido de Gabriel Morais Souza, Matheus Klysman de Oliveira Lima, Thiago de Alcantara e Davi Ribeiro Cunha.

Em seguida largaram as 85cc, com 26 inscritos, onde o paulista Gustavo Pessoa de Souza liderou até quase o final quando caiu, mas mesmo levantando em seguida foi ultrapassado por Lucas Fernando Bottcher Frazão que venceu com Gustavo com menos de um segundo de diferença, depois vieram Kioman de Jesus Navarro Munõz, Yan Jose Hilario Machado e Wildemberg Carvalho Silva.

A Nacional 230 Pró, a Estreantes e a MXFL Força Livre, devido à chuva forte que caiu quase no final da programação, deixando a pista cheia de erosões e a pista de apoio sem condições de trafego para as ambulancias por medida de segurança foram canceladas, as incrições devolvidas ou creditadas para a abertura do Campeonato e os trofeus foram entregues aos dez primeiros dos treinos classificatorios de sabado nas tres categorias

O apoio desta prova foi de Vulcano Energy Drink, Lubrax, Use Motos-Yamaha, Supermercado Lago Azul, Empório Siqueira, Pousada Três Ranchos, Tempão Padaria e Confeitaria, Mardon Imóveis, Drogaria Dantas, Rapozão Racing, Restaurante e Pizzaria Bom Paladar, Moto Livre, KM Gas e IMS.

Promoção foi da Prefeitura Municipal (otimo trabalho do prefeito Rolvander Pereira e o secretario Haroldo Calaça) e da Câmara Municipal, organização do Moto Clube GP e supervisão da Federação de Motociclismo do Estado de Goiás.

Agora serão analisadas as alterações a serem feitas para o Campeonato Goiano de Motocross, onde deverão ser enquadrados os pilotos em suas devidas categorias, onde deverão ascender aqueles melhores ranqueados, para que possam dar oportunidade aos novos que estão chegando e também aqueles das categorias inferiores.