Stoner dispara para a pole em Jere

Stoner dispara para a pole em Jerez

Stoner dispara para a pole em Jere

Stoner dispara para a pole em Jere

O australiano assinou o melhor tempo do fim-de-semana com 1m38,757s, uma vantagem de 0,158s sobre o companheiro de equipa Dani Pedrosa, que tinha sido o mais rápido durante a manhã. Stoner, contudo, não conseguiu travar a moto a tempo na Curva 1 e fez uma incursão pela gravilha nos últimos minutos da sessão. Mesmo assim, o contratempo não o impediu de partir da pole na corrida de amanhã, a sua 24ª presença na primeira posição da grelha desde que chegou à categoria rainha.

A sessão foi disputada em condições mais frias que as de sexta-feira e com o vento a tornar-se mais forte ao longo do dia. Jorge Lorenzo (Yamaha Factory Racing) liderou boa parte da sessão, mas não encontrou os argumentos necessários para fazer face ao ritmo da Repsol Honda, ficando a 0,161s de Stoner e a meros três milésimos de segundo do compatriota espanhol.

O texano Ben Spies (Yamaha Factory Racing) lidera a segunda linha da grelha, isto apesar de queda na Curva 1 nos últimos cinco minutos da sessão. Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini Team) vai partir logo atrás, de quinto, marca que lhe permitiu ser o terceiro melhor piloto Honda.

Randy de Puniet (Pramac Racing) foi ao chão na Curva 5 durante os dez minutos finais da qualificação, mas terminou como melhor piloto Ducati, em sétimo e a 1,135s da pole.

O veterano Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3), que terminou no pódio em Jerez em 2007, vai arrancar para a corrida do oitavo posto após queda ao cair do pano sobre o treino. Um contratempo que aceitou com uma vénia para o público. Já o seu companheiro de equipa na Monster Yamaha Tech 3, Cal Crutchlow, ficou uma posição atrás, em nono na estreia na pista andaluza.

Hiroshi Aoyama (San Carlo Honda Gresini) sofreu queda a alta velocidade quando saiu na Curva Àlex Crivillé e ainda teve de suportar o embate da moto no seu corpo. Nos primeiros momentos foi notória a preocupação em relação ao estado da sua perna esquerda, mas tal não passou de um susto, pois o nipónico não tardou a saltar para a segunda moto. Aoyama fechou a lista dos dez primeiros.

Valentino Rossi (Ducati Team) não teve bom início de qualificação, sofrendo queda feia na Curva 8 quando perdeu a frente da montada e terminou na gravilha. O italiano conseguiu regressar às boxes para rodar com a segunda mota e terminar com a 12ª marca.

Nicky Hayden levou a melhor sobre o companheiro de equipa Rossi e vai partir da quarta linha, ao lado do italiano, mas na 11ª posição. John Hopkins (Rizla Suzuki), que substitui o lesionado Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) garantiu o 14º posto da grelha no regresso ao MotoGP, batendo Loris Capirossi (Pramac Racing), Karel Abraham (Cardion ab Motoracing) e Toni Elías (LCR Honda).