Casey Stoner assinou a 12ª pole da época com uma prestação dominadora na última sessão de qualificação de 2011 no Grande Prémio Generali da Comunidade Valenciana.

Stoner domina última qualificação da época

Casey Stoner assinou a 12ª pole da época com uma prestação dominadora na última sessão de qualificação de 2011 no Grande Prémio Generali da Comunidade Valenciana.

Casey Stoner assinou a 12ª pole da época com uma prestação dominadora na última sessão de qualificação de 2011 no Grande Prémio Generali da Comunidade Valenciana.

O Campeão do Mundo rodou mais rápido que Dani Pedro e Ben Spies, que garantiu o terceiro posto.A última sessão de qualificação da época de MotoGP viu o novo Campeão do Mundo Stoner levou a sua Repsol Honda à pole com uma volta de 1m31,861s para igualar o recorde de 12 pole positions numa só temporada, marca conseguida pelo penta-Campeão do Mundo de 500cc Mick Doohan.

Dani Pedrosa ficou a 1,014 segundos de distância para garantir o segundo posto da grelha com Ben Spies, da Yamaha Factory Racing, a ficar atrás do espanhol no último posto da primeira linha da grelha.

Randy de Puniet, da Pramac Racing, voltou a estar em plano falhando a primeira linha da grelha por apenas 0,061s, garantindo a segunda presença na segunda linha da grelha. Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) ficou a três décimos de De Puniet, com Valentino Rossi (Ducati Team) a completar a segunda linha com uma marca de 1m33,478s.

Nicky Hayden lidera a terceira linha com a sua Ducati Team Desmosedici depois de terminar a um décimo do companheiro de equipa italiano. Andrea Dovizioso (Repsol Honda) é o nome que se segue, em oitavo, ficando a um décimo de Hayden. O italiano sofreu queda quando a bandeira de xadrez foi apresentada, mas levantou-se de imediato.

Héctor Barberá (Mapfre Aspar) teve uma falha mecânica no início da qualificação. O espanhol rodou com a segunda moto para terminar a sessão em nono, o que lhe garantiu o último posto da terceira linha da grelha. Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) completou a lista dos dez primeiros, com Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3) e Loris Capirossi, da Pramac Racing e a rodar com o número 58 na moto em homenagem a Marco Simoncelli, a juntar-se ao checo na quarta linha.