Casey Stoner, Repsol Honda, MotorLand Aragón RAC

Stoner vence corrida sem erros

Casey Stoner arrecadou mais 25 pontos no Grande Prémio de Aragóns, a oitava vitória da temportada de 2011 para o australiano, à frente do companheiro de equipa Dani Pedrosa em segundo e de Jorge Lorenzo em terceiro. Casey Stoner somou mais uma vitória no domingo, no circuito de MotorLand, com o australiano a triunfar pela oitava esta temporada e a Repsol Honda a comemorar a sua 100ª vitória.

Casey Stoner, Repsol Honda, MotorLand Aragón RAC

Casey Stoner, Repsol Honda, MotorLand Aragón RAC

 O seu companheiro de equipa Dani Pedrosa ficou ao seu lado no pódio, com um incontestável segundo lugar, enquanto o terceiro posto ficou para o Campeão do Mundo Jorge Lorenzo, que conseguiu assim ficar na frente de Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini Team) e o seu companheiro de equipa Ben Spies.Simoncelli terminou desta forma em quarto, seis segundos atrás de Lorenzo, num forte final de corrida para o italiano que chegou a sair da pista quando tentou pela primeira vez ultrapassar a YZR-M1 de Spies na volta 9. O piloto da Yamaha fez uma boa partida saindo por fora da primeira linha da grelha, conseguindo chegar à primeira curva na frente de Stoner e Pedrosa, mas os dois pilotos da Honda acabaram por passar o americano logo na volta seguinte. Spies terminou em quinto, depois do seu companheiro espanhol o ter ultrapassado, antes ainda de passar Simoncelli.

Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) terminou na sexta posição depois de partir do 11º lugar da grelha e ter ultrapassado Hayden (Ducati Team) na volta 10, conseguindo aguentar a posição até ao final da corrida. O americano e Héctor Barberá travaram uma luta renhida pela sétima posição, com Hayden a conseguir passar o piloto da Mapfre Aspar na penúltima volta.

Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3) terminou em nono, à frente de Valentino Rossi, que partiu do Pit Line com a sua máquina da Ducati Team, e de Hiroshi Aoyama (San Carlo Honda Gresini), com o 11º posto.

Randy De Puniet partiu da 10ª posição da grelha e, depois de uma saída de pista logo na primeira volta, acabou por terminar em 12º, à frente do último piloto a terminar a corrida, Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3)

Andrea Dovizioso (Repsol Honda) caiu logo na primeira volta, tal como Karel Abraham (Cardion AB Motoracing), que tinha partido da 8ª posição, enquanto Loris Capirossi (Pramac Racing) e Toni Elías (LCR Honda) chocaram na volta 15.