Stunt é o esporte acrobático praticado no solo sobre duas rodas

Stunt é reconhecido pela CBM e terá Campeonato Brasileiro

Muita gente pratica essa modalidade sem saber. A cada zerinho no asfalto, a empinada com a motocicleta ou o famoso grau, que muitos apaixonados por motocicletas fazem pelas ruas afora é um esporte. No entanto essas manobras precisam ser feitas com segurança e consciência. A melhor forma para isso é profissionalizar essa paixão, com regras, campeonatos e incentivo. Isso será feito nacionalmente a partir de agora com a criação do Campeonato Brasileiro de Stunt.

Stunt é o esporte acrobático praticado no solo sobre duas rodas

Stunt é o esporte acrobático praticado no solo sobre duas rodas

Conhecido no mundo inteiro como Wheeling, o esporte começou a ser praticado no Brasil na década de 80. Agora passou a ser chamado de Stunt. A modalidade que se resume a acrobacias de solo sobre duas rodas foi homologada pela CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo e será um dos Campeonatos Brasileiros realizados em 2013.

O reconhecimento da modalidade aconteceu durante a assembleia geral da entidade, realizada nos dias 2 e 3 de fevereiro em Mogi das Cruzes (SP). Leandro Callegas, o “Veloz”, que é presidente da Federação Brasileira de Wheeling, será o diretor da modalidade.

CBM reconhece o Stunt como esporte oficial no Brasil

CBM reconhece o Stunt como esporte oficial no Brasil

A competição será realizada da seguinte forma. O piloto se apresenta em duas baterias. “Na primeira bateria o piloto tem cinco minutos para realizar manobras com a parte da frente e com a parte de trás da motocicleta. Já na segunda, são dois minutos e o grau de dificuldade é maior porque o piloto já vem sem a parte da frente da moto. Com isso ele não pode errar”, explica Leandro Callegas.

A expectativa é de que o esporte seja ainda mais difundido a partir de agora, aumentando o número de praticantes. Os adeptos do Stunt em breve poderão fazer a filiação pelo site da CBM para participar do Campeonato Brasileiro. A previsão é de que o calendário seja divulgado no mês de março.