Subiu o preço da gasolina

Depois de um ano e seis meses sem elevar os pre‡os dos combust¡veis, a Petrobras anunciou o primeiro reajuste do governo Lula; a gasolina teve um reajuste de 10,8% e o diesel de 10,6% nas refinarias, sem considerar a incidˆncia de impostos.

Considerados a Cide, o PIS e o Cofins, que sÆo determinados sobre valores fixos, as refinarias sofrerÆo um impacto de 6,1% na gasolina e de 8,2% no diesel. J  o consumidor dever  sentir o resultado do reajuste com um pouco menos de for‡a. Se nÆo houver aumento de margem das distribuidoras, fazendo um paralelo com o per¡odo quando houve redu‡Æo de pre‡os em abril, o impacto para o consumidor ser  de 4,5% para a gasolina e de 6,4% para o diesel.

Com a decisÆo, a Petrobras volta a praticar os pre‡os adotados at‚ 29 de abril de 2003, quando reduziu os valores da gasolina em 6,5% e do diesel em 6,8%. Ao fazer os c lculos do reajuste, a Petrobras considerou um novo patamar para os pre‡os do petr¢leo no mercado internacional, entre US$ 35 e US$ 37. Recentemente, os pre‡os vˆm subindo ou descendo cerca de 1% dia-a-dia, mas nos £ltimos 15 dias, eles se estabilizaram entre US$ 35 e US$ 37.

A consolida‡Æo dos pre‡os ficou clara depois que os pre‡os se mantiveram acima de US$ 35, mesmo ap¢s a decisÆo da Organiza‡Æo dos Pa¡ses Exportadores de Petr¢leo de elevar sua produ‡Æo.