Suframa vai buscar novos mercados

A partir desta semana a Suframa (Superintendˆncia da Zona Franca de Manaus) tem uma nova superintendente; ap¢s indefini‡äes pol¡ticas, Fl via Grosso foi oficialmente apresentada a lideran‡as pol¡ticas do Amazonas na reuniÆo da £ltima sexta-feira entre representantes do setor farmacˆutico nacional e empres rios locais.

Na ocasiÆo, Fl via Grosso garantiu a continuidade dos projetos j  iniciados pelo antecessor, Ozias Monteiro, que deixou o cargo ap¢s 17 meses de trabalho. A economista Fl via Skrobott Grosso, que j  trabalha na equipe administrativa da autarquia h  29 anos, recebeu o an£ncio de sua nomea‡Æo para a superintendˆncia da Suframa durante a reuniÆo entre o empresariado do setor farmacˆutico nacional e lideran‡as do Amazonas que teve como objetivo abrir discussäes sobre a entrada de investimentos no CBA (Centro de Biotecnologia da Amaz“nia).

Ozias Monteiro explicou que apesar das indefini‡äes pol¡ticas que atrasaram a posse da nova superintendente, os projetos e programas desenvolvidos pela sua equipe durante os 17 meses em que foi titular do cargo deverÆo ser conclu¡dos. “Fl via fez parte da elabora‡Æo e constru‡Æo dos programas que colocamos em pr tica neste meio tempo em que trabalhamos a frente da superintendˆncia da autarquia. , atualmente, a pessoa mais indicada e preparada para levar adiante os trabalhos da Suframa”, garantiu Ozias Monteiro, que deixa o cargo depois de quase sete anos na autarquia, primeiro como superintendente adjunto de Planejamento e, nos dois £ltimos anos, como titular do cargo.

De acordo com Fl via Grosso, os projetos j  implantados ou em andamento serÆo conclu¡dos ainda nos pr¢ximos meses. A nova superintendente da autarquia afirmou que pretende seguir na mesma dire‡Æo de seu antecessor e revelou que o seu primeiro passo como superintendente do ¢rgÆo, ser  definir o modelo do CBA para iniciar o mais r pido poss¡vel os trabalhos de pesquisas cient¡ficas e produ‡Æo tecnol¢gica. “O planejamento tra‡ado at‚ aqui para a Suframa ser  seguido. Os pilares estrat‚gicos do parque industrial como a busca do super vit, o adensamento da cadeia produtiva, a fixa‡Æo do PIM e a substitui‡Æo de importa‡äes serÆo sempre as metas a serem buscadas”, argumentou Fl via Grosso.

Com rela‡Æo ao apoio do governo federal ao P¢lo Industrial local, a superintendente afirmou que o indicativo do Mdic (Minist‚rio do Desenvolvimento, Ind£stria e Com‚rcio Exterior) ‚ impulsionar o setor industrial ainda mais. “O ministro Fernando Furlan garantiu que ser  o padrinho da ZFM e a Suframa vai lutar para crescer ainda mais em territ¢rio nacional”, disse.