Sugetão de pauta, CNH, Cilindrada X Habilidade X CNH

Sugetão de pauta, CNH, Cilindrada X Habilidade X CNH

Sugetão de pauta, CNH, Cilindrada X Habilidade X CNH

Fala moçada do motonline. Não escrevo desde os idos da era Tite, mas acesso o site com freqüência. E ultimamente venho observando, e aprovando, a iniciativa do Dr. André no sentido de incentivar o uso de equipamentos de segurança. Então, gostaria de sugerir uma matéria sobre isso, que falasse sobre todos os equipamentos, além de capacetes, luvas e botas, e sobre a importância deles. Um abraço a todos. Eduardo, José Bonifácio

R: Eduardo, está anotado. Abraço e lembre-se equipamento não é só capacete.

Esse assunto de dividir a habilitação de moto por categoria é um assunto que da “pano pra manga”. Não é coisa nova, na época que tirei miha ahbilitaçao era assim: categoria A, para motos até 250cc e A2, para qualquer cilindrada. Os estudos comprovam que tinhamos menos acidentes com motociclistas proporcionalmente). A situaçao merece ao menos um debate por parte das autoridades competentes, porém a comapraçao com os automoveis nao ajuda em nada, sao veiculos tão diferentes que a comparaçao acaba desviando o foco do problema principal. Temos uma formaçao deficiente nas auto escolas, que apenas ensinam a “passar” na prova do DETRAN, ficando a formação do piloto a merce do uso no dia-a-dia. O resultado todos conhecem. Milton, Cachoeira do Itapemirim,ES

R: Milton concordo com você, demos o chute inaugural ou demos a primeira acelerada. Abraços e lembre-se equipamento pode lhe salvar de uma lesão.

Comentário a respeito do comentário do Sr. Gustavo, São Paulo, SP. Acho engraçado a postura das pessoas….Fico me perguntando….se o motociclista se sente apto a pilotar uma NEO ou uma R1, pqe ele se sentiria incomodado em fazer um exame para comprovar isso? Seria dinheiro? Penso q ñpois, o indivíduo q compra uma NEO invariavelmente terá q arcar com o custo para adquirir sua habilitação (aliás assim deveria ser com todos) e, no dia q ele puder ter sua R1 certamente ele terá recursos para arcar com uma nova despesa com a categoria diferente. Achar q pqe uma Harley é diferente de uma R6 isso inviabilizaria a avaliação é bobagem. Para quem ñ sabe, na aviação, onde os pilotos são muito bem preparados e as estradas ñ são esburacadas, os equipamentos usados são todos de ponta, estes indivíduos fazem exames teóricos anualmente, físicos anualmente ou de seis em seis meses após os 40 anos e o principal fazem um exame prático anual (tipo um exame de rua) com checador credenciado pela ANAC. Além disso se vc pretende voar particular é uma categoria, se comercdialmente outra, se noturno outra se em condições meteorologicas ruins mais outra. Se vc deseja voar motor convencional ou turbo hélice ou jato tem de prestar exames diferenciados para cada tipo de aparelho. Então pqe os motociclistas ñ podem ? estranho ñ encontro resposta. Preguiça ou medo do despreparo, talvez. Reflitam Srs. Motociclistas. Lincoln, Belo Horizonte, MG.

R: Lincoln, compreendo o que você está querendo passar. É uma grande discussão. A permissão para pilotar motocicleta, realmente, deve ser revista, me parece que isso há quase que uma unanimidade. O grande problema que quem está em Brasília e nos órgãos estaduais e municipais de trânsito demonstram total ignorância em relação a motocicleta. Abraço e lembre-se: a razão perde valor com a lesão, ande equipado.