José Luiz Teixeira, Cachorrão, piloto da Equipe Honda Mobil de Motovelocidade na categoria SuperBike Pro no SuperBike Series Brasil 2013

SuperBike Series: Cachorrão faz a festa em Interlagos

Um dia que vai entrar para a história. Foi assim que José Luiz Teixeira, o Cachorrão, piloto da Equipe Honda Mobil de Motovelocidade, descreveu este chuvoso domingo (2), ao vencer a corrida sensacional da categoria SuperBike Pro, da terceira etapa do SuperBike Series Brasil 2013, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

 

Foi a primeira vitória de Cachorrão em Interlagos, no campeonato e também defendendo a Honda

Foi a primeira vitória de Cachorrão em Interlagos, no campeonato e também defendendo a Honda

Foi a primeira vitória de Cachorrão em Interlagos, no campeonato e também defendendo a Honda. Largando na quinta posição, o piloto de Indaiatuba (SP) pulou para a terceira colocação ainda na primeira volta. Daí em diante, a corrida ficou praticamente indefinida com vários competidores disputando a liderança, de forma eletrizante. O principal duelo de Cachorrão foi com o italiano Sebastiano Zerbo que estava na primeira colocação na última volta, sendo pressionado pelo brasileiro, que fez a ultrapassagem praticamente na linha de chegada. É a terceira vitória da Honda no SuperBike Series Brasil 2013, com a CBR 1000 RR Fireblade.

José Luiz Teixeira, Cachorrão, piloto da Equipe Honda Mobil de Motovelocidade na categoria SuperBike Pro no SuperBike Series Brasil 2013

José Luiz Teixeira, Cachorrão, piloto da Equipe Honda Mobil de Motovelocidade na categoria SuperBike Pro no SuperBike Series Brasil 2013

“Estou muito feliz e emocionado com essa vitória, que dedico a toda equipe Honda e ao meu pai, que faz aniversário hoje. A conquista é resultado de um trabalho intenso e de muita dedicação. A disputa com o Zerbo foi muito boa e antes de tudo, leal. Sempre digo que quanto mais eu treino, mais sorte eu tenho. Eu amo a motovelocidade, que é um esporte fascinante”, destacou Cachorrão, que ainda ganhou o troféu Best Lap, pela melhor volta da corrida e deve assumir a vice-liderança do campeonato.

Maico Teixeira, também da Equipe Honda Mobil, fez ótima corrida. Durante os treinos de sábado, o gaúcho de Alvorada sofreu uma queda e não completou os classificatórios. Com isso, Maico largou da última posição e só na primeira volta ultrapassou quase 30 pilotos. Em corrida de recuperação e com a clavícula direita machucada, Maico terminou em terceiro e continua líder do campeonato na principal categoria.

“Foi muito difícil largar atrás devido ao spray formado. Tive que acelerar ao máximo para alcançar o pelotão da frente. Quando dá a largada, a gente se esquece de tudo até da dor. Agradeço à equipe por todo esforço e quero parabenizar o Cachorrão, porque a corrida foi dele”, comentou Maico.

Maurício Venhoven, o Sagui vence na Copa Honda CB 300R

Maurício Venhoven, o Sagui vence na Copa Honda CB 300R

Copa Honda CB 300R: Prova totalmente atípica por causa da chuva. O desafio dos pilotos era ficar em pé. Osvaldo Jorge Filho, o Duende, que fez um ótimo trabalho durante os treinos livres e classificatórios, saiu na frente, mas na segunda volta sofreu uma queda devido à pista escorregadia. Com isso, o piloto da categoria Pro deixou para trás a chance de conquistar a terceira vitória seguida na categoria. Maurício Venhoven, o Sagui, também da Pro, cruzou a linha de chegada em primeiro, porém o piloto foi penalizado (os resultados ainda estão sob júdice), perdendo a primeira posição para Alexandre Nogueira, da Light. Sagui terminou em segundo, seguido de Rubens Pacheco, piloto da Light, que ficou em terceiro. “Fiquei bastante surpreso com meu desempenho e com o resultado. Decidi participar de última hora. Fiz a inscrição hoje de manhã, larguei em último e venci a prova. Estou feliz demais”, contou Nogueira.

E Beto Van Cleef vence na Copa Honda CBR 600F

E Beto Van Cleef vence na Copa Honda CBR 600F

Copa Honda CBR 600F: A pista molhada foi o desafio comum dos pilotos da Copa Honda CBR 600F. Mesmo sem boa largada, Beto Van Cleef venceu a corrida da categoria.

Ainda na primeira curva, o piloto da Team Faster, equipe apoiada pela Honda, retomou a primeira posição e manteve a liderança até o final. “Gostei da prova e de toda a etapa. Nos treinos classificatórios, bati meu recorde pessoal da pista. Nunca tinha andado na chuva e gostei bastante da experiência¨. A segunda colocação ficou com Fábio Prandini, seguido de Lucas Teodoro.

O próximo desafio dos pilotos Honda no SuperBike Series Brasil será nos dias 28, 29 e 30 de junho, também no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).

Leia mais sobre o SuperBike Series Brasil:  clique aqui