Maico Teixeira conquista o bicampeonato na principal categoria do SuperBike Series Brasil 2014 - foto de Wildes Barbosa

SuperBike Series fecha temporada com gaúcho bicampeão

O SuperBike Series Brasil fechou a temporada de 2014 com muito sol e casa cheia, neste domingo (16), no Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia (GO). Se a torcida deu show nas arquibancadas, os pilotos fizeram o mesmo dentro das pistas. Destaque para Maico Teixeira (#36), piloto da Equipe Honda Mobil, que se tornou bicampeão da SuperBike Pro, a principal da competição. O gaúcho travou lindos duelos com Sebastiano Zerbo (#81), da Target Racing SuperBike Team, e levou a torcida à loucura. O italiano até venceu as duas corridas do dia, mas não foi o suficiente para reverter a desvantagem no campeonato e teve de se contentar com o vice-campeonato.

Maico Teixeira conquista o bicampeonato na principal categoria do SuperBike Series Brasil 2014 - foto de Wildes Barbosa

Maico Teixeira conquista o bicampeonato na principal categoria do SuperBike Series Brasil 2014

Maico, com duas segundas colocações, repete o feito de 2013 e garante o bicampeonato, com 619 pontos. “Fiz duas provas de cabeça, sabia da minha vantagem e não precisava arriscar tanto. Estou extremamente feliz com esse resultado”, diz. “Esse pessoal tem um nível muito alto, é muito bom correr ao lado deles. Queria agradecer também a minha equipe, esse título vem de um trabalho muito forte durante o ano”Zerbo, com 614 pontos, avaliou que seria realmente muito complicado alcançar Maico na classificação, mas se disse feliz com seu desempenho. “Foram duas corridas emocionantes. Estou muito feliz, mas sabia que seria difícil sair daqui campeão”, fala.

José Luiz Cachorrão (#51), também da Equipe Honda Mobil, conseguiu duas terceiras colocações, e explica que precisou arriscar tudo na segunda prova para tentar algo a mais. No fim, ficou também em terceiro lugar na classificação final do campeonato, com 604 pontos. Com 572 pontos, Diego Pretel (#88), da Squadra Ducati Ribeirão, foi o quarto colocado. Neste domingo, ele também ficou em quarto lugar nas duas corridas. Fechando o ano na quinta colocação da SuperBike Pro aparece Pablo Nunes (#777), da BH Racing, com 569 pontos.

SuperBike Pro Amador: Marcelo Skaf (#177), da Motoschool Racing Team, venceu as duas corridas e confirmou o título da categoria. Na segunda corrida do dia, Ricardo Negretto (#38), da Sapienza Racing Team, ficou em segundo, seguido por Fabinho Nalin (#47), da Misano Racing Team, e James Michael (#137), também da Misano Racing Team. A quinta posição ficou com Adriano Carioca (#10), da Biker’s Racing Team/Citron.

SuperBike Pro Estreante: Sabrina Paiuta (#8), da Mobil Ituran Racing Team, assegurou a terceira colocação na segunda corrida e ficou com o título da categoria. André Paiato (#444), da Paiato Racing, foi o vencedor da prova, seguido por Joãozinho Sobreira (#113), da Mobil Ituran Racing. SUPERBIKE PRO MASTER: Mauro Beni (#44), da Solo Moto, venceu as duas corridas e garantiu o título. Elson Tenebra (#2), da Rota K/Econs/Vaz, ficou em segundo.

600cc SuperSport: Matheus de Oliveira (#70), da Tecfil Racing Team, foi o vencedor neste domingo. Apesar disso, o título ficou com Danilo Lewis (#17), da Tecfil Racing Team, que antes da decisão tinha apenas dois pontos na frente de Alex Schultz (#22), da Dynel’s Racing Team. Ele conseguiu a segunda colocação por menos de uma roda, deixando seu rival em terceiro. Após o resultado oficializado pela organização, Lewis pôde comemorar com sua equipe e familiares o título de campeão. Luiz Cerciari (#3), da Cerciari Racing School, ficou em quarto, seguido por Raoni Farfan (#100), da Target Race SuperBike Team, que completou o pódio da categoria.

600cc SuperSport Pro Amador: Raphael Quinan (#125), da Green Racing Team, aproveitou o fato de correr em casa e venceu a prova. Entretanto, o título ficou com Fabrício de Castro (#75), da BH Racing, que terminou em terceiro. A segunda colocação ficou a cargo de Victor Luciano (#61), da Target Raceing SuperBike Team. Julio Fortunato (#65), da Sportplus Racing, foi o quarto, e Douglas Pecoraro (#19), da Bike’s Wash Racing, o quinto.

SuperBike Light: Fernando Guerra (#913), da equipe Full, venceu pela sétima vez consecutiva na temporada e foi o campeão da categoria. A segunda posição na corrida ficou com Ricardo Levy (#50), da Squadra Ducati Ribeirão, seguido por Alessandro Andrade (#121), da California Racing Team. Fábio Nallin (#47), da Misano Racing Team, acabou em quarto, e Jefferson Friche (#157), da HG Motos Racing, em quinto. SUPERBIKE LIGHT MASTER: Ricardo Seyji (#36) garantiu a vitória. Alexandre Marzola (#00), da Redred Racing, acabou em segundo, seguido de Levy Lopes (#56), da Simohara Motorcycles. Já o título ficou com Luis Paulo Oshiro (#83), da Bordsak, que administrou a vantagem de pontos durante a corrida e terminou em quarto. Jirios Abboud (#100), da BH Racing, completou o top 5.

Copa Yamaha R1: Danilo Lewis (#17), da Tecfil Racing Team, confirmou o seu favoritismo e venceu a última prova da categoria monomarca Yamaha. Com o resultado, o paulista sagrou-se campeão de 2014, ultrapassando Guga Folheto (#28), que terminou o dia na terceira posição. Ricardo Fox (#69) terminou na segunda colocação, 13 segundos atrás do vencedor. Maico Colussi (#14) e Adilson Cajuru (#3) completaram o pódio, em quarto e quinto, respectivamente.

Copa Kawasaki Ninja 600: Terceiro colocado na classificação antes da etapa, Juninho Moreira (#84), da MG Racing Team, venceu a corrida e ultrapassou os seus dois rivais para ficar com o troféu de campeão. O então líder Flávio Pavanelli (#78), da Moto Power Racing Team, chegou em terceiro e não conseguiu administrar os três pontos de vantagem que tinha em relação ao rival. Charles Moreira (#98), da No Limit, terminou a corrida na segunda colocação. Jefferson Valcézia (#99), da Tecfil Racing Team, foi o quarto, seguido de Diego Viveiros (#23), da Tecfil Racing Team. COPA KAWASAKI NINJA 600 MASTER: Edvaldo Martinati (#113), da Duende e Senra Racing, confirmou o favoritismo e garantiu o título. Ele levou a melhor sobre Valter Rubino (#65), da Misano Racing Team, que chegou em segundo.

Copa Honda CBR 500R: Dois pilotos brigaram até a volta final pelo inédito título. Ademilson Peixer (#43) tinha a liderança em mãos antes da corrida, porém o quarto lugar na corrida, em conjunto com a vitória de Igor Calura (#25), da Mototech, deixou o paranaense com um gosto amargo. Leonardo Tamburro (#53), da Solo Moto, concluiu em segundo, seguido de Osvaldo “Duende” (#55), da Duende & Senra Racing. Cleber Parrado (#17), da Tecfil Racing Team, fechou o top 5.

Copa Honda CBR 500R Light: Comemoração dupla de Alef Barbosa (#33). O piloto Tomate Racing faturou a corrida e o título da temporada. A segunda posição foi de Willian Ribeiro (#15), da WR, seguido de Luigi Mafei (#30), da Tecfil Racing Team. Rodrigo Jantonio (#99), da Serv Moto Racing Team, e Helder Franklin (#88), da 111 Cristal Racing, foram quarto e quinto, respectivamente. COPA HONDA CBR 500R LIGHT TEEN: Campeão antecipado, Willian Ribeiro venceu a bateria. Wesley Ribeiro (#45), da WR, terminou em segundo. Copa Honda CBR 500R Master: Com a campeã Suzane Carvalho ausente, Othon Russo (#313), da CKS/Tecfil Racing Team, ditou o ritmo e venceu.

Renzo Ferreira, campeão de 2014 da Honda Júnior Cup

Renzo Ferreira, campeão de 2014 da Honda Júnior Cup

Copa Kawasaki Ninja 300: O piloto da casa Yoshinori Noda (#101), da Equipe Casarine, fez a alegria da torcida da casa e levou a melhor na corrida, mas quem foi campeão da categoria foi André Gama (#46), da Capital Racing Team – DF, após chegar em terceiro. Gustavo Gil (#1), da Tecfil Racing Team, foi o segundo colocado. Ricardo Dias (#198), da Dino Racing Team foi o quarto, e Bruno César Borges (#51), da Capital Racing Team – DF, o quinto. Copa Kawasaki NINJA 300 LIGHT: Pedro Henrique Ramos (#113), da Capital Racing Team – DF, foi o vencedor, seguido por André Galvão (#52), da 111 Cristal Racing Team. Entretanto, o título de campeão ficou com Abimael Silva (#78), da ABM, que chegou em terceiro. O vice-campeonato da temporada foi de Lauro Mascaretti (#21), da 111 Cristal Racing, que terminou em quarto. O quinto foi Ernani Lourenço (#2), da Tecfil Racing Team.

Copa Kawasaki Ninja 250 Light: Niko Ramos (#822), da Duda Racing, venceu a prova e ainda foi o campeão da temporada. Maurício Colussi (#22), da Rad Racing Team, terminou em segundo, seguido por Leozinho Muniz (#47), da Tecfil Racing Team, e Renato Berto (#220), da Schultz Racing Team. Felipe Diniz (#121), da Duda Racing, completou o pódio. HONDA JUNIOR CUP: A categoria-escola do SuperBike coroou um novo campeão: o garoto Renzo Ferreira (#13), que venceu o duelo contra Kaywan Alves (#36) ultrapassando seu rival e amigo apenas na última reta. Rafael Fernandes (#50) também fez uma prova muito boa e chegou em terceiro. Lucas Prates (#11), em quarto, e Lucas Cabaco (#47), em quinto, completaram o pódio da categoria nesta última etapa do ano.