Foto: Érick Bretz venceu na categoria Júnior

Supercross retorna em grande estilo ao estado de Minas Gerais

Foto: Érick Bretz venceu na categoria Júnior

Foto: Érick Bretz venceu na categoria Júnior

Nem a chuva que caiu durante todo o dia atrapalhou o retorno do Supercross a Minas Gerais. Mais de quinze mil pessoas estiveram presentes para assistir o retorno dos grandes eventos motocíclisticos a Minas Gerais. E acompanharam um grande show. Provas emocionantes e muitos duelos ocorreram no Supercross Edgel, que aconteceu neste sábado (07.03), em Capim Branco, região metropolitana de Belo Horizonte, sob uma pista pesada e com muita lama.

Na categoria SX1 o público presente vibrou com o retorno de Jorge Balbi às pistas do estado. O mineiro terminou a primeira volta em segundo, atrás de João “Marronzinho” Paulino mas, logo no início da prova, conseguiu fazer a ultrapassagem. A partir daí, abriu cada vez mais distância e fez a festa das arquibancadas, que ia a loucura em cada um dos seus saltos.

Depois da vitória, Balbi comemorou muito junto ao público. “Estava com muita saudade de voltar a competir em casa. Aqui tenho uma pressão maior, pois todo mundo acha que eu “já ganhei”, e a coisa não é bem assim. Consegui meu primeiro resultado bom em 2009 e o público pode esperar que este será o primeiro de muitos”, afirmou o piloto.

Na SX2, os mineiros Swian Zanoni e Tunico Miranda bem que tentaram, mas não conseguiram impedir a vitória do paranaense Jean Ramos, que largou na frente e liderou a prova de ponta a ponta. Swian e Tunico travaram um duelo emocionante pelo segundo lugar sendo que, no final, Swian levou a melhor. “Fiquei muito feliz com este resultado. Esta prova mostra que estou no caminho certo para o início do brasileiro, que acontece no fim do mês”, disse Jean.

A bateria mais emocionante foi, sem sombra de dúvidas, a 85cc. Gustavo Lima e Fillipe Gonçalves travaram uma belíssima disputa e mostraram que o futuro do esporte no estado está garantido. Gustavo Lima saiu na frente e liderou boa parte da prova quando, na última volta, errou e permitiu que Fillipe fizesse a ultrapassagem. Quando a vitória já parecia garantida, Fillipe errou na última curva e devolveu a vitória a Gustavo.

Outra categoria que levantou o público foi a SX3. A presença de Mariana Balbi, única mulher a competir profissionalmente no Brasil, foi uma atração à parte. A mineira, quinta melhor do mundo, mostrou que não estava para brincadeira. Largou na frente e liderou grande parte da prova, levantando as arquibancadas. Um erro de Mariana fez com que ela fosse ultrapassada por Yuri Moreira, que assumiu a ponta e ficou com a vitória.

Na SXJr outra das promessas do esporte no estado fez bonito. O piloto Erick Bretz, que acaba de fechar uma parceria com os irmãos Balbi e irá integrar o time Balbi/Mart Plus em 2009, venceu a corrida com mais de oito segundos de vantagem sobre Luiz Pereira. “Não esperava a vitória, pois não fui muito bem nos treinos. Consegui uma boa largada, saí na frente e fiz uma bela corrida. Só tive certeza da vitória mesmo na última volta. Estou muito feliz”, festejou.

Entre os Iniciantes a vitória ficou com Silas Cirilo, que fez uma bela corrida de recuperação. Na 65cc, Hugo Evantuil não deu chances aos seus adversários e ficou com a primeira colocação. O Supercross Edgel foi válido pela 1ª etapa do Campeonato Mineiro de Supercross. No final do dia, o show da banda Tianastácia encerrou a programação.

O evento teve patrocínio de Motostreet, Morato, Motomaxx, Motobam, Bandeirante Motos, Wivan, Estevam, PX Bobinadora, Hidro Elétrica, Cibauto Som e LR Gramas. Apoio da Polícia Militar de Minas Gerais, Prefeitura de Capim Branco e Honda. Promoção Extra FM. Produção Conectmais e Realização de Edgel Industrial.

Resultados – SX1
1 – Jorge Balbi – 15:48.643
2 – Leandro Silva – 15:55.235
3 – João “Marronzinho” Paulino – 16:07.550
4 – Swian Zanoni – 21 voltas
5 – Tunico Miranda – 20 voltas

SX2
1 – Jean Ramos – 16:03.713
2 – Swian Zanoni – 16:09.914
3 – Tunico Miranda – 16:15.980
4 – Roger Hoffman – 20 voltas
5 – Heinz Chrispim – 19 voltas

SXJr
1 – Erick Bretz – 13:35.520
2 – Luiz Pereira – 13:43.795
3 – Dodô Machado – 13:51.128
4 – Rômulo Bottrel – 14:02.808
5 – Leandro Douglas – 14:23.739

SX3
1 – Yuri Moreira – 13:06.073
2 – Mariana Balbi – 13:14.963
3 – Geraldo Filho – 13:54.944
4 – Gilson Alves – 13 voltas
5 – Rogério Lima – 11 voltas

85cc
1 – Gustavo Lima – 11:54.479
2 – Fillipe Gonçalves – 12:34.224
3 – Wildemberg Carvalho – 12:44.521
4 – Breno Amaral – 11 voltas
5 – João Pedro – 11 voltas

65cc
1 – Hugo Evantuil – 11:56.424
2 – João Vitor – 12:02.106
3 – João Boaventura – 12:07.956
4 – Otávio Leite – 4 voltas
5 – Gabriel Soares – 4 voltas

Iniciantes
1 – Silas Cirilo – 11:39.412
2 – Walter Neto – 11:50.228
3 – Cássio Antonio – 12:49.170
4 – Wanderlei Souza – 11 voltas
5 – Rodrigo Santana – 11 voltas