Foto: Luiz Pires/VIPCOMM

Superliga Brasil de Motocross define regulamento

Foto: Luiz Pires/VIPCOMM

Foto: Luiz Pires/VIPCOMM

Está cada vez mais próximo o início do novo campeonato de motocicletas do Brasil, a Superliga Brasil de Motocross. Desde o anúncio da competição, pilotos e equipes aguardam o regulamento divulgado nesta semana pela organização.

Seis categorias farão parte da competição: MX1, MX2, MX3, CRF 230, Júnior e 65cc. Para ver de perto os melhores pilotos da modalidade, o público já pode trocar os ingressos por dois quilos de arroz ou duas latas de óleo na Prolink, concessionária Honda em Indaiatuba.

Além das provas realizadas aos domingos, os fins de semana de corrida também terão treinos livres e cronometrados aos sábados. Cada categoria é composta por no máximo 40 pilotos. A seleção dos competidores será feita pelo melhor desempenho no treino classificatório. Quanto aos treinos livres, haverá uma sessão de 20 minutos para as classes MX1, MX2 e MX3 e de 15 minutos para as classes CRF230, 65cc e Júnior.

As provas serão separadas da seguinte forma: MX2 e MX1, com 30 minutos mais uma volta; Júnior e MX3, com 20 minutos mais uma volta e para as categorias 65cc e CRF 230, com 15 minutos mais uma volta.

As equipes oficiais das fábricas da Honda, Yamaha, KTM e Kawasaki são algumas que já garantiram presença no campeonato organizado pela empresa Romagnolli Promoções e Eventos. “Nosso objetivo é oferecer novas opções de campeonatos no país para os pilotos e patrocinadores. A Superliga Brasil de Motocross vai reunir os principais nomes da modalidade, o que deve fazer do evento um grande sucesso”, espera o organizador Carlinhos Romagnolli.

Confira detalhes das categorias:

MX1 – Para pilotos de 16 a 55 anos, com motos até 250cc (2 tempos) e 450cc (4 tempos)

MX2 – Nesta categoria pilotos entre 15 e 55 anos podem competir, com motos até 150cc (2 tempos) e 250cc (4 tempos)

MX3 – Para mulheres de 17 a 55 anos e homens entre 35 e 55, com motos até 250cc (2 tempos) e 450cc (4 tempos)

CRF 230 – A idade mínima para os pilotos desta classe será de 14 anos, enquanto a máxima, 45. Nesta categoria serão permitidas motos de até 230 cilindradas (4 tempos)

Júnior – Para garotas entre 10 e 17 anos e garotos de 10 a 15, com motos até 85cc (2 tempos) e 150cc (4 tempos)

65cc – Para pilotos entre 7 e 12 anos, com motos de 65cc (2 tempos)

Serviço:
Superliga Brasil de Motocross – 1ª etapa
Data: 17 e 18 de abril de 2010
Local: Pista do Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH)
Av. Comendador Santoro Mironi, 1460 – Distrito Industrial
Indaiatuba – SP

Programação:

Sábado (17/04)

Treinos Livres:
MX3 – 09h30
65cc – 10h00
MX2 – 10h25
CRF 230 – 10h55
Júnior – 11h20
MX1 – 11h45

Treinos Cronometrados:
MX 3 – 13h30
65cc- 14h00
MX2 – 14h25
CRF 230 – 14h55
Júnior – 15h20
MX1 – 15h45

Domingo (18/04)

Warm Up:
MX3 – 08h00
65cc – 08h15
MX2 – 08h30
CRF 230 – 08h45
Júnior – 09h00
MX1 – 09h15

Baterias:
MX3 – 11h00
65cc – 11h45
MX2 – 12h15
CRF 230 – 13h29
Júnior – 13h50
MX1 – 14h35

A Superliga Brasil de Motocross tem patrocínio da Mobil e Honda e co-patrocínio da Pirelli e do Consórcio Nacional Honda