Hector Assunção, piloto satélite Honda da MX2, no Honda GP Brasil de Motocross 2011 em Indaiatuba (SP)

SUPERLIGA BRASIL DE MX – Pilotos Honda disputam etapa inédita em Salvador (BA)

SALVADOR (BA) – Pela primeira vez, a capital baiana será palco da Superliga Brasil de Motocross e os pilotos da Equipe Honda Mobil estão confiantes para mais uma etapa. Leandro Silva (#14) e Wellington Garcia (#21), na MX Pró, e Thales Villardi (#27) e Hector Assunção (#30), na MX2, encaram as baterias no segundo desafio da temporada de uma das principais competições nacionais.

Hector Assunção, piloto satélite Honda da MX2, no Honda GP Brasil de Motocross 2011 em Indaiatuba (SP)

Hector Assunção, piloto satélite Honda da MX2, no Honda GP Brasil de Motocross 2011 em Indaiatuba (SP)

Na MX2, Thales Villardi retornou à Equipe Honda Mobil em grande estilo. O paulista venceu duas corridas em Indaiatuba (SP) e está na liderança da Superliga Brasil de Motocross com 50 pontos. “Estou muito feliz com os resultados. Este ano, a MX2 tem competidores muito fortes. Isso dá alto nível técnico à competição. Preciso manter uma sequência positiva para me manter na frente e seguir na briga pelo título”, diz o piloto que utiliza a Honda CRF-250R.

Na mesma categoria, Hector Assunção segue com a preparação para sua estreia na capital baiana. “Nunca fui a Salvador (BA). Sei que lá é muito calor e para resistir ao clima fiz um trabalho específico. Treinar sempre ao sol do meio-dia e esticar o tempo no percurso. Por exemplo, se era acostumado com 30 minutos na pista, passei a ficar um pouco mais. Cerca de 40, 50 minutos. Assim pude adquirir maior resistência e me sentir mais bem preparado”, destaca o piloto.

Melhor brasileiro da MX Pró, Leandro Silva ocupa a terceira posição na classificação geral com 42 pontos. O paranaense também terá de superar o calor intenso para se aproximar do primeiro colocado do campeonato. “O trabalho ajudou a evoluir o preparo e dar mais ritmo na pista. A região é muito quente e por isso todos precisarão se hidratar bastante. Nesse momento a resistência faz diferença. O objetivo é garantir o melhor desempenho e subir na classificação”, afirma.

Também na MX Pró, Wellington Garcia está bastante concentrado. O goiano busca superar o resultado da etapa de Indaiatuba (SP) e espera contar com o apoio da torcida para chegar ao pelotão de frente. “Trabalhei firme e pude notar evolução cada vez maior nos fundamentos durante os treinos. Será uma etapa equilibrada com grandes competidores. Tenho certeza que toda a torcida irá comparecer. A vibração do público é contagiante e isso nos dá grande incentivo”, completa Wellington que disputa a competição com a Honda CRF-450R.

PROGRAMAÇÃO – Sábado (31/3)
Treinos Livres
MX Pró: 9h30 às 10h
65cc: 10h10 às 10h30
Júnior: 10h40 às 11h
MX2: 11h10 às 11h40

Treinos Classificatórios
MX Pró: 12h45 às 13h15
65cc: 13h25 às 13h45
CRF 230: 13h55 às 14h25
Júnior: 14h55 às 15h15
MX2: 15h25 às 15h55

Provas
65cc: 16h15 (15 minutos + duas voltas)
CRF 230: 16h45 (15 minutos + duas voltas)

Domingo (1/4)
Warm up
Júnior: 8h às 8h10
MX2: 8h20 às 8h30
MX Pró:8h40 às 8h50

Provas
Júnior: 9h20 (20 minutos + duas voltas)
Cerimônia de abertura: 9h55
1ª bateria MX2: 10h10 (30 minutos + duas voltas)
1ª bateria MX Pró: 10h55 (30 minutos + duas voltas)
2ª bateria MX2: 12h20 (20 minutos +duas voltas)
2ª bateria MX Pró: 13h30 (20 minutos + duas voltas)

Serviço:
Superliga Brasil de Motocross 2012 – 2ª etapa
Data: 31 de março e 1º de abril
Cidade: Salvador (BA)
Local: Antigo Shopping Aero Clube Plaza